Reavivados por Sua Palavra


II CRÔNICAS 8 by jquimelli
22 de outubro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/2cr/8

Salomão se casou com a princesa do Egito por amor? Era ela linda e inteligente ou o casamento aconteceu apenas para aliança política? Embora 2 Crônicas nos poupe de ouvir sobre ela ou sobre as demais “setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas” de Salomão (1 Reis 11:3), o texto nos dá uma pista clara sobre o início de sua queda moral. “Salomão levou a filha do Faraó da cidade de Davi para o palácio que ele havia construído para ela, pois dissera: ‘Minha mulher não deve morar no palácio de Davi, rei de Israel, pois os lugares onde entrou a arca do Senhor são sagrados’ “(v. 11 NVI).

Aqui está expresso o claro reconhecimento de Salomão do seu erro. Ele não podia sequer manter sua esposa na capital pois sabia que não seria adequado mantê-la perto do templo do Senhor.

Em algum momento ele tomou a decisão de desobedecer à ordem direta de Deus para não fazer alianças nem casamentos com outras nações. Esta decisão afetaria o rumo da sua vida e traria a idolatria e sofrimento para Israel por muitas gerações.
Existe algum pecado que Deus o está impressionando a deixar? Então não adie o que deve ser feito, pela força que Deus concede.

Pastor Scott Griswold
Recrutador de Missionários
Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=621
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II CRÔNICAS 8 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
22 de outubro de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



II CRÔNICAS 8 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
22 de outubro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

As bênçãos de Deus não se limitam ao aspecto espiritual. Deus abençoa completamente. Salomão foi ricamente abençoado devido a sua fidelidade, comprometimento e empenho por Deus e pelas obras sagradas. Destacamos quatro áreas em que, se você for dedicado a Deus como ele, você será tão abençoado tanto quanto ele, pois o abençoador é o mesmo de II Crônicas 8:

Pessoas fieis a Deus recebem bênçãos em planos que visam a expansão patrimonial: Salomão construiu e fortificou muitas cidades e centros de suprimentos por todo o seu reino (vs. 1-10).
Pessoas comprometidas com Deus recebem bênçãos matrimoniais: Salomão construiu um palácio e presenteou a sua esposa (v. 11).
Pessoas que se dedicam a Deus são abençoadas como líderes religiosos: Salomão celebra cada uma das festas religiosas e designa a missão dos sacerdotes (vs. 12-16).
Pessoas que priorizam Deus e a Sua obra na terra são abençoadas em seus negócios: Salomão tinha uma frota de navios no Mar Vermelho que lhe trouxeram cerca de dezessete toneladas de ouro de Ofir (vs. 17-18).
Ter tudo sem ter Deus é pior do que não ter nada; medo, angústia e um vazio infinito reina na alma. Porém, quem tem Deus tem tudo, Deus é dono de tudo, e Ele pode dar tudo o que quiser dar. Disse Jesus que quem verdadeiramente se compromete com Ele em tudo receberá “cem vezes tanto, já no presente… e no mundo por vir a vida eterna” (Marcos 10:29-30). Sejamos fieis Àquele que é dono de tudo, assim quem tem Deus tem tudo!

As riquezas da terra não devem jamais desviar ninguém das riquezas celestiais. Deus, muitas vezes, não abençoa algumas pessoas com bens materiais para que elas não percam o foco dos bens celestiais. Tudo o que fizermos, adquirirmos e construirmos aqui na terra deve visar a vida celestial. Estamos aqui neste mundo apenas de passagem ou nossa vida se encerra no cemitério, sem nenhuma perspectiva para o futuro. Em Cristo, nosso alvo é a vida eterna, não o cemitério! Porém, nunca devemos nos perder com este mundo. Diz o comentarista homilético Matthew Henry, escrevendo sobre II Crônicas 8: “A graça, e não o ouro, é a melhor riqueza, e o conhecimento de Deus e sua lei é o melhor conhecimento. Deixando que os filhos deste mundo lutem pelos brinquedos deste mundo, coloquemos no céu, como filhos de Deus, nosso tesouro, porque onde estiver o nosso tesouro, ali estará também o nosso coração”. Ainda que Deus te abençoe em tantos aspectos nesta vida, nunca se esqueça de que esta vida terá fim; focalize sempre a vida eterna no Céu. O lar deve ser construído tendo em vista o que for melhor para pensar e se preparar para o lar celestial. Melhor que investir tempo em adquirir riquezas terrenas é investir nas riquezas celestiais. A família é um dos bens que levaremos ao Céu, e, não podemos perdê-la aqui na terra; é exatamente por isso que, quem está focado nos tesouros do Céu, irá investir na família mais do que nas riquezas da terra. Onde está o teu coração?

Devemos reorganizar nossa vida, nosso tempo! Precisamos urgentemente de uma reforma em nosso tempo. Perdemos tempo, muito tempo em coisas banais, insignificantes… Vivemos cansados e estressados. Precisamos usar nosso tempo para o reino de Deus, precisamos considerar nossa vida realizada apenas quando a obra de Deus estiver acabada como fez Salomão (II Crônicas 8). Nota-se neste capítulo uma dedicação de Salomão em tudo o que fez, suas construções, administração do reino, comércio exterior, etc., entretanto, a ênfase é a Casa de Deus, os dias de cultos e a sua adoração através dos sacrifícios. Hoje já não temos tanto tempo assim para as coisas de Deus. Temos muitos recursos financeiros, mas nossas ofertas não revelam que Deus está acima dos bens materiais. Temos investido em quase tudo, menos na obra de Deus. Temos realizado cursos para melhorar em nossa profissão, mas continuamos os mesmos, bem limitados nas coisas da igreja. Temos tempo para qualquer coisa, até para a ociosidade, mas faltamos na maioria dos cultos a Deus em Sua Casa. O que fazemos com o tempo que temos revela nossa prioridade. Para o que consideramos importante arranjamos tempo, não é assim? Dedique mais tempo no que realmente vale a pena investir a vida. Seja sábio, coerente e perseverante em tudo o que você fizer não se iluda com uma religião relaxada, vazia e superficial. Tome uma atitude de viver intensamente um relacionamento sério com Deus, pois quem tem Deus tem tudo! – Heber Toth Armí



2CRÔNICAS 8 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
22 de outubro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“… porque tal era a ordem de Davi, o homem de Deus” (v.14).

Quando estudamos os livros de Samuel e de Reis sobre a vida de Davi e de Salomão, ambas são relatadas como um livro aberto, tanto as boas quanto as más ações estão ali expostas. Vimos sobre o adultério de Davi com Bate-Seba, sobre o assassinato de Urias e sua negligência como pai. Vimos também sobre as mil mulheres de Salomão e sobre o seu envolvimento com a religião e costume pagãos delas. Mas no relato de Crônicas estas iniquidades não vêm à tona. Se apenas houvesse o livro de Crônicas contando sobre os atos de Davi e de Salomão, esses pecados seriam ocultos às demais gerações. Teríamos em mente uma imagem bem diferente desses dois reis.

Porque, então, Deus permitiu que as transgressões desses monarcas ficassem registradas nas Páginas Sagradas? Para que o final do versículo 14 pudesse fazer sentido para nós, hoje. Mas como assim? Imaginem que Deus ocultasse da Bíblia todos os pecados dos personagens bíblicos. Digamos que todo o sofrimento que homens e mulheres de Deus passaram também não estivesse registrado nas Escrituras. Sabem o que aconteceria? Seríamos cristãos frustrados em busca de uma vida sem problemas na “terra da ilusão”.

As atividades que se seguiram após o término do templo, não nos revelam os detalhes obscuros que quase levaram Salomão à eterna perdição. O que nos deixa a certeza de uma coisa: o que o Senhor perdoa uma vez, perdoado está para sempre. Tanto Davi, quanto Salomão foram perdoados pelo Senhor que apaga as transgressões (Sl.51:1) e escolhe as esquecer (Mq.7:18). Como um adúltero e homicida pode ter sido chamado de “o homem de Deus”? Simples. Ele FOI um adúltero e homicida. Após o seu arrependimento e confissão, envolvido pelo perdão divino, ele passou a ser “o homem de Deus”.

Entendem agora a necessidade de Israel em sempre acrescentar em seus louvores que o Senhor é bom e que a Sua misericórdia dura para sempre? Somos todos pecadores, e é justamente essa realidade que faz separação entre nós e Deus (Is.59:2). Louvado seja o Senhor por Sua Palavra, que em Sua completude nos ajuda a compreender que não existe pecado tão grande que Deus não possa perdoar; que não há quem vá tão longe que o Senhor não possa resgatar; que apesar de nossas quedas e fraquezas, as mãos do Pai de amor estão sempre estendidas para nos levantar; que apesar da sujeira do pecado enegrecer a nossa existência, Deus promete lavar e purificar todo aquele que aceita o Seu convite (Is.1:18).

Por mais que hoje você seja um adúltero, um homicida, um mentiroso, um idólatra, ou esteja em qualquer outro pecado, se você orar, e se humilhar, e buscar a face de Deus, e se converter dos seus maus caminhos, Ele te ouvirá, te perdoará e lhe dará uma nova vida. Não importa se o início de tua vida foi ruim, ou se no meio você perdeu a direção; se entregares agora a tua vida nas mãos de Deus, Ele cuidará do teu presente e te guiará a um futuro eterno e feliz. Portanto, o convite do Senhor a nós pecadores é que continuemos sendo reavivados por Sua Palavra, e Ele converterá a nossa escura condição em perfeita luz. Vigiemos e oremos!

Bom dia, homens e mulheres de Deus!

Desafio da semana: Água, ar puro, luz solar, alimentação saudável, descanso e exercício físico regular, revelam o amor do Criador por cada um de nós. Aliado a estes princípios está também a temperança, que é rejeitar tudo o que nos faz mal e fazer uso equilibrado do que nos é lícito. Busque em Deus uma vida temperante. Faço votos por tua saúde!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Crônicas8 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



II CRÔNICAS 8 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
22 de outubro de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria



II CRÔNICAS 8 – Comentários selecionados by jquimelli
22 de outubro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

867 palavras

1 vinte anos. É a soma dos sete anos da construção do templo até à dedicação, mais os treze anos para construir o palácio e outros prédios (1Rs 7.1-14). Bíblia Shedd.

2 Hirão. Rei fenício que residia em Tiro. Ele estabeleceu um tratado com Salomão, a quem chamava de “meu irmão” (1Rs 9:13). Andrews Study Bible.

que Hirão lhe tinha dado. Salomão deu a Hirão 20 cidades da Galileia em troca de madeira e ouro, mas Hirão não se agradou do pagamento (ver com. de 1Rs 9:11-13). Pensa-se que talvez ele tenha devolvido as cidades a Salomão, e que essas são as cidades que Salomão então reconstruiu. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 238.

4 cidades-armazéns. Estas provavelmente foram fortificadas por Salomão e guarnecidas de suprimentos para as tropas, a fim de servirem como bases de apoio contra povos hostis do norte. Elas constituiriam postos avançados de abastecimento. CBASD, vol. 3, p. 238.

5 Bete-Horom. Uma cidade da tribo de Efraim, construída em duas partes, a alta e a baixa cidade, por uma mulher chamada Seerá (1Cr 7.24; Js 16.3-5). Bete-Horom foi destinada à residência dos levitas (coatitas, Js 21.22). Dominava o vale de Aijalom, por onde passava uma importantíssima estrada de caravanas entre a terra montanhosa e as planícies marítimas. Bíblia Shedd.

6 Líbano. Uma terra montanhosa localizada ao norte de Israel ao longo do Mediterrâneo. Andrews Study Bible.

7 Estas foram as tribos originárias dos cananeus, que ao serem conservadas entre os israelitas construíram a fonte perpétua do paganismo e da adoração a Baal, que sempre foi uma tentação aos fiéis; foi por isso que Moisés ordenou sua destruição (Dt 7.1-5). Bíblia Shedd.

8 trabalhadores forçados. Na ACF e na ARC está “tributários”. O tributo era pago com trabalho. Quando a terra foi tomada pelos israelitas, os habitantes da região foram feitos tributários e mantidos em sujeição enquanto Israel foi uma nação forte (Jz 1:28). CBASD, vol. 3, p. 238.

11 filha de Faraó. O casamento de Salomão com a princesa egípcia era uma violação direta da ordem de Deus (Dt 17:17). O fato de que ela se converteu e se uniu ao marido na adoração a Deus (ver PR, 53) não justificou a desobediência aos requisitos divinos. A aliança aparentemente vantajosa que foi assim formada com o Egito levou a alianças com outras nações vizinhas. Houve casamentos com princesas pagãs que finalmente levaram Salomão a se afastar de Deus e a se entregar à idolatria. Ele foi entrando cada vez mais pelos caminhos do mundo, em busca de grandeza e glória, e foi abandonando os princípios da justiça. De um rei sábio e temente a Deus, Salomão se degenerou num tirano néscio, ambicioso e opressor. CBASD, vol. 3, p. 238.

Salomão casou-se com a filha de Faraó para garantir uma aliança militar com o Egito. Ele não permitiu que ela vivesse no palácio de Davi, contudo, onde a arca de Deus uma vez tinha estado. Isto implica que Salomão sabia que seu casamento pagão não agradaria a Deus. Salomão casou-se com muitas outras mulheres pagãs, mesmo isso sendo contrário à lei de Deus (Dt 7:3, 4). Estas mulheres adoravam falsos deuses e certamente contaminariam Israel com suas crenças e práticas. Com isso, as mulheres pagãs de Salomão causaram sua queda (1Rs 11:1-11). Life Application Study Bible.

15 Apesar de Salomão seguir estritamente as instruções divinas para a construção do templo e oferecimento de sacrifícios (8:13), ele não atendeu ao que Deus falara a respeito do casamento com mulheres pagãs. Seu pecado em se casar com uma mulher estrangeira (8:11) iniciou seu afastamento de Deus. Não importa quão bons ou espirituais nós sejamos na maior parte de nossas vidas, uma área não submetida a Deus pode dar início à uma queda. Guarde cuidadosamente cada área de sua vida, especialmente seus relacionamentos. Não ceda ao pecado qualquer pequeno espaço de apoio. Life Application Study Bible.

12 ofereceu holocaustos. Não há razão para se supor que Salomão pessoalmente tenha agido como sacerdote no oferecimento de holocaustos ao Senhor (ver com. de 1Rs 9:25). O rei evidentemente não foi além do que era permitido ao povo comum, e deu liberdade ao sacerdotes para que realizassem as funções que, segundo a lei, pertenciam exclusivamente a eles (Lv 1:7, 8, 11; 2:2, 9, 16; 3:11, 16; Nm 16:1-7, 17-40). CBASD, vol. 3, p. 239.

17-18 V. 1Rs 9.26-28. Esse empreendimento em conjunto entre Salomão e Hirão obteve para esses reis as estradas comerciais lucrativas desde o Mediterrâneo até a península da Arábia do sul; Salomão tornou-se o intermediário entre essas esferas econômicas. Bíblia de Estudo NVI Vida.

17 Eziom-Geber. Salomão estendeu suas atividade até este porto na entrada do golfo de Áqaba. ele construiu e operou uma base naval ali (ver com. de 1Rs 9:26). CBASD, vol. 3, p. 239.

Edom. A terra pertencente aos descendentes de Esaú e localizada a sudeste do mar Morto. Andrews Study Bible.

18 Hirão enviou-lhe navios. Presumivelmente navios feitos na Fenícia com a tecnologia de lá, e montados no porto de Eziom-Geber depois de terem sido transportados por via terrestre (v. 9.21). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Ofir. Uma cidade portuária cuja localização devia se situar no nordeste da África ou na Arábia. Andrews Study Bible.

quatrocentos e cinquenta talentos. Aproximadamente 17 toneladas. Andrews Study Bible.

ouro. Uma das coisas que não faltava ao Rei Salomão, menos valiosa, porém, do que os seguintes tesouros bíblicos: 1) O sangue do Senhor Jesus Cristo, 1Pe 1.18-19; 2) A Palavra de Deus, Sl 119.72, 127; 3) A fé, 1Pe 1.7; 4) O espírito manso, 1Pe 3.4. Bíblia Shedd.




%d blogueiros gostam disto: