Reavivados por Sua Palavra


JOSUÉ 21 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
8 de maio de 2019, 0:44
Filed under: Sem categoria

Leia este capítulo com atenção em sua Bíblia! Depois, avance com oração na leitura deste comentário; peça capacitação divina para obter discernimento espiritual para interpretar corretamente a Sua sublime Palavra.

O capítulo trata das cidades da trino de Levi em relação a seus filhos. Conforme apresenta David M. Howard, seu esboço é:

1. Introdução (vs. 1-3);
2. Visão geral (vs. 4-6);
3. Herança dos coatitas sacerdotes (vs. 9-19);
4. Herança dos coatitas não sacerdotes (vs. 20-26);
5. Herança do gersonitas (vs. 27-33);
6. Herança dos meraritas (vs. 34-40);
7. Resumo (vs. 41-42);
8. Conclusão da distribuição de terras (vs. 43-45).

Após demonstrar que os levitas ficaram espalhados “por todo território israelita para incentivar a pureza do culto, combatendo a idolatria” (M. F. Unger), os versículos restantes são essenciais à interpretação correta da teologia do livro.

• Versículo 43: síntese da teologia dos capítulos 13 a 21;

• Versículo 44: síntese da teologia dos capítulos 1 a 12;

• Versículo 45: síntese da teologia do livro inteiro: Deus é fiel a despeito de nossa infidelidade – TODAS as promessas feitas por Deus se cumpriram.

O sermão de Moisés em Deuteronômio criou expectativa no coração dos israelitas cansados do deserto. O livro de Josué conta a realização do sonho incentivado por Moisés.

“O livro de Josué tem lugar fundamental dentro da história do Antigo Testamento. Por um lado faz o remate do Pentateuco. Depois de 40 anos de andanças pelo deserto, ele descreve o cumprimento das promessas feitas por Deus aos patriarcas, em Gênesis, a respeito de ganhar a terra de Canaã como herança. Por outro lado, o livro de Josué corresponde à base de toda a história bíblica que se segue” (Richard M. Davidson).

O livro de Josué é indispensável para a compreensão real da Bíblia. Por isso, foi muito bem escrito: “O cânon sagrado apresenta aqui um livro de história do qual nossa geração, prolífica em escrever sobre história, porém deficiente em sentimentos e percepção histórica, necessita urgentemente” (Paulus Cassel).

Em relação ao livro de Josué, sinceramente precisamos…

• Valorizá-lo mais;
• Estudá-lo mais;
• Analisá-lo mais;
• Compreendê-lo mais;
• Assimilá-lo mais; e,
• Obedecê-lo mais.

Princípio do livro: Deus age na história para operar na terra a salvação dos seres humanos. Nada O limita, nem mesmo nossa desobediência!

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: