Reavivados por Sua Palavra


JOSUÉ 21 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
8 de maio de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o Senhor falara à casa de Israel; tudo se cumpriu” (v.45).


Cada tribo havia recebido sua porção. Segundo suas famílias, receberam o cumprimento da promessa feita aos patriarcas. A tribo de Levi, porém, não teria herança, mas receberia cidades para que nelas habitasse e espaço nos arredores para seus animais. “E os filhos de Israel deram aos levitas, da sua herança, segundo o mandado do Senhor, estas cidades e os seus arredores” (v.3).

No final do capítulo, mais precisamente nos últimos três versos, encontramos a confirmação de tudo quanto o Senhor havia prometido a Abraão, Isaque e Jacó, e à sua descendência. A Bíblia é bem clara ao afirmar que nenhuma das promessas de Deus falhou. Nada aconteceu diferente do que Ele havia predito. As boas palavras do Senhor tiveram cumprimento exato na história de Seu povo e continuará tendo até o fim dos tempos.

Estudamos a história de Israel desde o chamado de seu primeiro patriarca, examinando, desde Gênesis, cada capítulo das Escrituras e extraindo deles lições espirituais de inestimável valor. Pudemos perceber que tudo o que Deus dizia que aconteceria, de fato aconteceu. Tanto a bênção pela obediência, quanto a maldição pela rebelião. Deus havia prometido a terra que manava leite e mel, ela era real e foi dada a Israel no devido tempo. Da mesma forma, Ele prometeu a vida eterna a “todo aquele que nEle crê” (Jo.3:16). Cristo veio a este mundo, morreu em nosso lugar e ressuscitou nos deixando a grande esperança de que vai voltar. Ele vai voltar! Ele prometeu (Jo.14:1-3)! E o Senhor não mente!

Nossas promessas são falíveis e deficientes, mas as promessas de Deus são infalíveis e perfeitas! Deus não muda (Ml.3:6). A aliança que o SENHOR deseja fazer com Seus filhos não se resume a bênçãos terrenas, ela vai muito além: “Farei com eles aliança eterna, segundo a qual não deixarei de lhes fazer o bem; e porei o Meu temor no seu coração, para que nunca se apartem de Mim” (Jr.32:40). Lá na cruz, Cristo assinou a aliança eterna com o Seu sangue para nos conceder o direito de participar com Ele da herança eterna. Não julgue demorada a promessa de Sua segunda vinda, e sim a extensão da misericórdia de um Pai que não quer deixar para trás nenhum de Seus filhinhos.

“Não retarda o Senhor a Sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, Ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento” (2Pe.3:9). Vigiemos e oremos!

Bom dia, filhos do Deus infalível!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Josué21 #RPSP

Comentário em áudio:
youtube.com/user/nanayuri100


2 Comentários so far
Deixe um comentário

Por que está difícil encontrar seu comentário junto com os demais comentarista como o Pr Heber e outros. Agora tenho que procurar pelo #.

Comentário por Isabel Cristina de Almeida

Olá Isabel, bom dia!

A publicação do comentário de Rosana é agendada diariamente para 00h30. Nos últimos dias, não conseguimos publicar nesse horário, por esse motivo, você não encontrou.

Hoje conseguimos resolver e esperamos manter o padrão.

Um abraço,

Ivan Barros
Equipe RPSP

Comentário por Ivan Barros




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: