Reavivados por Sua Palavra


DEUTERONÔMIO 8 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
22 de março de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o Senhor, teu Deus, te guiou pelo deserto estes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os Seus mandamentos” (v.2).


A recordação sempre gera alguma reação, que pode ser positiva ou negativa. Lembrar de situações ou de pessoas, reviver momentos difíceis ou felizes é algo que traz à tona sentimentos e emoções capazes de influenciar na dinâmica, inclusive, de nossa saúde mental, física e, até mesmo, espiritual. A exortação de Moisés a Israel no capítulo de hoje, trata exatamente disto, de trazer à memória toda a jornada do povo no deserto. Na verdade, o próprio Moisés iniciou este processo desde o seu primeiro discurso.

Israel precisava relembrar todos os feitos do Senhor, a aplicação dos Seus juízos sobre os impenitentes e a provisão de água e alimento durante a sua peregrinação. Em seu coração precisava estar bem claro “que, como um homem disciplina a seu filho” (v.5), assim o Senhor os disciplinava. Como um Pai amoroso, nunca permitiu que Seus filhos andassem maltrapilhos, mas lhes conservou novas as vestes em todo o trajeto até Canaã. E mesmo que caminhando por terras áridas, o Senhor não permitiu que Seus pés inchassem.

A descrição que se segue da “boa terra” (v.7) que seria dada a Seus filhos dá um vislumbre da terra que o Senhor prometeu aos que amam a Sua vinda. Lembre de como o Senhor tem te conduzido pelo caminho. Faça uma retrospectiva pessoal de como Ele tem te chamado para viver uma vida santa ao Seu lado aqui, até que você chegue à boa terra, onde nada te faltará (v.9). Ali, você comerá e se fartará, “e louvarás o Senhor, teu Deus, pela boa terra que te deu” (v.10). Mas, enquanto aqui estivermos, comamos e nos fartemos “de tudo o que sai da boca do Senhor” (v.3).

Como peregrinos neste mundo, “não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios… revestindo-nos da couraça da fé e do amor e tomando como capacete a esperança da salvação” (1Ts.5:6 e 8). Para que não “se eleve o teu coração, e te esqueças do Senhor, teu Deus” (v.14), que te libertou do cativeiro do pecado para te levar a um lugar mui excelente. “Não diga, pois, no teu coração” (v.17), que as bênçãos alcançadas vieram do teu esforço próprio, e sim que o Senhor te deu forças para alcançá-las (v.18).

“Há um país nas terras de além rio, cheio de flores, de prazer e luz. É destinado às almas resgatadas, lá não terão mais lutas, nem mais cruz” (HASD, n°572). Você almeja chegar a este país? “Recordar-te-ás”, pois, que o passaporte já foi garantido com o visto do sangue do Cordeiro. Aguardemos, pois, com perseverança, a ordem de embarque: “Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo” (Mt.25:34).

Vigiemos e oremos, e louvemos ao Senhor por Seus grandes feitos!

Bom dia, benditos do Senhor Deus de Israel!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Deuteronômio8 #RPSP

Comentário em áudio:
https://www.youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: