Reavivados por Sua Palavra


NÚMEROS 33 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
11 de março de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Atenção para as palavras de A. W. Tozer: “Não leia somente os teus textos preferidos, nada como a Bíblia completa para fazer um cristão completo”.

Tomothy R. Ashley chama este capítulo de “Itinerário de viagem”. Tiremos lições importantes para nossa jornada espiritual…

Considere os três momentos destacáveis no capítulo em apreço:

1. PRESENTE: Diante do desafio de avançar e possuir a promessa, Moisés fez uma retrospectiva histórica à geração que sobreviveu ao deserto. Antes de prosseguir na jornada espiritual deve-se fixar e confirmar preciosas lições aprendidas com o passado (vs. 1-2). Faça este exercício!

2. PASSADO: Olhar no retrovisor da vida pode ser fundamental para avançar com fé rumo aos sublimes propósitos que Deus tem para nós. Deus, sabendo disso, relembrou aos israelitas os eventos desde a saída do Egito até aquele momento. “Quando os hebreus se aproximaram de Canaã, Moisés rememorou as fases da jornada. Cada fase era uma lembrança da guia de Deus […]. Esse registro marcou o nascimento de um povo prometido em caminho para a terra prometida. A mão de Deus podia ser vista em cada fase: os milagres da travessia do Mar Vermelho, a água que jorrou da rocha, a construção do tabernáculo e o maná diário; mas houve também advertências solenes na revolta de Corá e a praga das serpentes” (Frank Holbrook).

É certo que a vida nos ensina, mas o professor que está por trás é o próprio Deus; basta olhar nossa história com os olhos da fé e discernimento espiritual! (vs. 3-49).

3. FUTURO: Parados nas campinas de Moabe, à margem do Jordão, diante de Jericó, o povo de Deus recebe instruções de como avançar e o quê fazer:

• Expulsar toda a população que estiver na terra;
• Destruir todos os ídolos, deuses esculpidos e imagens fundidas;
• Derrubar os locais de adoração pagã;
• Não esquecer que Deus deu a promessa da terra;
• Distribuir a terra conforme o tamanho de cada tribo.

Sem eliminar cada influência de pecado, o que sobrar será farpas nos olhos e espinhos nos pés dos filhos de Deus (vs. 50-56).

Este pensamento encerra uma importante lição espiritual: “Nada temos a temer quanto ao futuro, a menos que nos esqueçamos como Deus tem nos conduzido no passado” (Ellen G. White).

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: