Reavivados por Sua Palavra


GÊNESIS 13 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
25 de outubro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Habitou Abrão na terra de Canaã; e Ló, nas cidades da campina e ia armando as suas tendas até Sodoma” (v.12).


Além de ter chamado Abrão para uma obra grandiosa, o Senhor também o abençoou com muitos bens. A prosperidade de Abrão, porém, não era a causa de seu fiel serviço a Deus, mas uma dádiva que ele reconhecia como uma bênção concedida por seu Pai bondoso. Ao surgirem divergências entre “os pastores do gado de Abrão e os pastores do gado de Ló” (v.7), imediatamente o patriarca lançou mão de sua própria vontade por amor ao seu sobrinho. E diante de uma terra que o Senhor lhe prometera por herança, não fez caso de permitir que Ló escolhesse para que lado iria estabelecer sua morada.

Ao abrir o seu diálogo com Ló dizendo: “Não haja contenda” (v.8), Abrão revelou o fruto do Espírito Santo através de seu ânimo pacífico. Não era desejo seu apartar-se de seu amado sobrinho, mas ele percebeu que esta era a única saída a fim de que permanecesse o vínculo da paz, tanto entre eles, quanto entre os servos de ambos. Quão diferente foi a atitude de Ló comparada a de seu tio! Enquanto Abrão se despojou de si mesmo, ergueu “Ló os olhos e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem-regada… como o jardim do Senhor, como a terra do Egito” (v.10). Ele escolheu, aparentemente, o lado mais promissor. Visando seus próprios interesses, não levou em conta que escolhera armar as suas tendas em direção à Sodoma, onde “os homens… eram maus e grandes pecadores contra o Senhor” (v.13). Ele viu, desejou e tomou para si! Isto não nos faz lembrar de algo?

Enquanto Ló ergueu os olhos a fim de contemplar o “belo” engano de sua cobiça que logo seria destruído, Deus mandou Abrão erguer os olhos a fim de contemplar o que lhe seria dado “para sempre” (v.15). Creio que Jesus também lembrou da mansidão de Abrão ao lidar com uma situação aparentemente crítica, quando proferiu a terceira bem-aventurança: “Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra” (Mt.5:5). Abrão não ficou conhecido como o “pai da fé” simplesmente porque fazia o que Deus lhe mandava, e sim porque ele escolheu ter um coração governado por Deus. Tudo quanto possuía, depositava no altar do Senhor e nada considerava como de sua exclusiva propriedade. A verdadeira adoração não estava no altar de pedras que ele erguia, mas no altar de um coração manso e humilde.

As situações difíceis que surgem na família da fé não devem ser tratadas com descaso, nem tampouco tornar-se motivos de discórdia entre irmãos. O Senhor nos chama a sermos como o Seu servo Abrão, despojando-nos de nosso orgulho e egoísmo a fim de fazer prevalecer a paz e a unidade. E mesmo que não haja mútuo interesse altruísta, e, aparentemente, fique evidente a injustiça, podemos crer na fiel promessa: “Perto está O que me justifica; quem contenderá comigo?” (Is.50:8). O Senhor diz, hoje, ao Seu derradeiro povo: “Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente; porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre” (v.14-15). Muitos têm depositado sua confiança nas coisas do presente século, “nós, porém”, meus amados irmãos, segundo a promessa do nosso Deus, “esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça” (2Pe.3:13). Seja esta a esperança que sempre mantenha aceso o altar do Senhor em nosso coração!

Bom dia, herdeiros da Nova Terra!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Gênesis13 #RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: