Reavivados por Sua Palavra


COMENTÁRIO GÊNESIS 11 – PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
23 de outubro de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

GÊNESIS 11 – Leia este capítulo observando como Deus foi misericordioso com a humanidade que sempre ambicionou o que nunca deveria cobiçar.

Para impedir tamanha ambição insurgente logo após o dilúvio, Deus usou estratégia diferente:

• Fez que o único idioma existente não fosse mais exclusivo; muitos idiomas surgiram entre os construtores da torre, tendo que espalhar-se para não aglomerar-se e promover o mal (vs. 1-9);
• Em seguida, apresentou a genealogia de Sem, de onde viria o Messias que realmente resolveria o problema dos pecadores encrencados devido ao pecado (vs. 10-26).

Álvaro César Pestana observa:

“O sonho de ser como Deus talvez esteja por trás [dos] relatos famosos da Bíblia, tais como o que se encontra na narrativa da construção da famosa Torre de Babel, narrado em Gênesis 11. A frase que pode descrever a tentativa de igualar-se a Deus diz o seguinte:

“Disseram: Vinde, edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo tope chegue aos céus e tornemos célebre o nosso nome, para que não sejamos espalhados por toda a terra.

“Os autores desta frase são os articuladores da primeira aldeia global, ainda na pré-história. Suas declarações, em si, não parecem problemáticas, mas, no conjunto de suas intenções, representam um desafio à Divindade.

“Seu projeto era edificar uma cidade ao redor de uma torre cujo topo chegaria até aos céus. Será que com isto imaginavam invadir o domínio divino? A torre seria um sinal do tamanho de sua fama e poder: não era somente uma obra arquitetônica, mas a construção de um ego coletivo, tremendamente vaidoso e inchado, em sua pretensão. Assim, não seriam espalhados pela terra, como parecia ser a intenção original do Criador [Gênesis 1:28; 9:1].

“Os homens queriam ser como Deus. De fato, parece que esta tentação ainda está na moda”.

Curiosidades:

• O capítulo 11 explica o capítulo 10: Os filhos de Noé agruparam-se por família, conforme sua língua (Gênesis 10:20, 31).
• Babel é berço da Babilônia.
• O tempo da multiplicação das línguas acontece nos dias de Pelegue, filho de Héber (Gênesis 10:25).
• Deus não é autoritário ou arbitrário. Ele observa, analisa e então age visando salvar e restaurar pecadores (Gênesis 11:5-9).
• A satânica ambição deturpada, despertada em Gênesis 3:5, continua arruinando as pessoas; mas Jesus viria humildemente resolver isso!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: