Reavivados por Sua Palavra


APOCALIPSE 21 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
11 de outubro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe” (v.1).


Findos os mil anos e erradicado o pecado de uma vez por todas através do lago de fogo e enxofre, os salvos contemplarão a recriação da Terra e a cidade santa estabelecida como a capital do Universo. As verdades contidas neste capítulo anulam totalmente a falsa doutrina de que haverá um lugar de tormento eterno. A expressão utilizada no capítulo anterior, “e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos” (Ap.20:10) tem sido compreendida por muitos como um castigo que jamais terá fim. Porém, quando analisamos esta passagem, associada ao que Jesus chamou de “fogo eterno” (Mt.25:41) e de “castigo eterno” (Mt.25:46), a palavra “eterno” vem do grego “aionios”, mesma palavra utilizada no livro de Judas (Jd.1:7), quando se refere à destruição de Sodoma e Gomorra. Ora, estas cidades não estão até hoje queimando. Portanto, o juízo final não será eterno no tempo, e sim em suas consequências.

Não haverá em todo o Universo um só resquício do mal, pois o Senhor mesmo “enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram” (v.4). “Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos”, estes sofrerão o dano da “segunda morte” (v.8). Aqui fica mais claro compreender que será o fim dos ímpios, a morte. Será o final da história do pecado e o recomeço da “gênese dos céus e da terra” (Gn.2:4). Como diz a letra da canção, Deus fará  “tudo novo de novo”. Iremos ouvir o que João ouviu: “Eis que faço novas todas as coisas” (v.5). Quando Jesus declarar: “Tudo está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim” (v.6), sentiremos nossos corações repousarem sobre inabalável segurança e exultarem em indescritível alegria.

A descrição da cidade santa, suas portas majestosas, sua muralha surreal e suas dimensões humanamente inconcebíveis; seus fundamentos de pedras preciosas e sua praça de ouro puro, são apenas um reflexo de sua principal característica: ela “tem a glória de Deus” (v.11). Quando estudamos sobre o santuário terrestre, vimos que era no lugar Santíssimo, acima do propiciatório, onde se manifestava a “Shekinah”, a glória de Deus. Agora, observem o verso dezesseis, quando diz: “A cidade é quadrangular, de comprimento e largura iguais. E mediu a cidade com a vara até doze mil estádios. O seu comprimento, largura e altura são iguais”. Ou seja, é um quadrado perfeito. Sabem qual era o compartimento do santuário que era um quadrado perfeito e que era coberto de ouro puro? “Era o Santo dos Santos de vinte côvados de comprimento, vinte de largura e vinte de altura; cobriu-o de ouro puro” (1Rs.6:20). Isto quer dizer, amados, que o lugar onde ninguém tinha acesso senão o Sumo Sacerdote, será o lugar em que iremos habitar, na presença de Deus, perante a Sua glória, por toda a eternidade.

Ali não haverá santuário, meus irmãos, porque estaremos diante do próprio Santuário, “o Deus Todo-Poderoso”, e diante do Cordeiro (v.22). Não precisaremos mais do sol e nem da lua, porque “a glória de Deus” ilumina a cidade, e Cristo “é a sua lâmpada” (v.23). As três portas em cada lado da cidade representam a graça de Jesus que foi manifestada a todas as nações da Terra. Somente entrará nela “os inscritos no Livro da Vida do Cordeiro” (v.27). A obra de intercessão no santuário celeste ainda não terminou. Cristo continua batendo à porta de muitos corações (Ap.3:20). O Seu amor eterno (Jr.31:3) não admite a ideia de deixar um filhinho Seu para trás. Ele está, neste exato momento, procurando Suas ovelhas para carregá-las de volta ao aprisco. Ele está vasculhando a casa até encontrar as Suas preciosas dracmas. Ele está na expectativa de correr ao encontro de Seus pródigos e envolvê-los em um longo abraço.

Certamente, eu sei que, neste momento, está acontecendo uma grande festa no Céu! O motivo? A nossa entrega pessoal.

Bom dia, cidadãos da Pátria Celeste!

Rosana Garcia Barros

Desafio do dia: Convide seus amigos e familiares para participarem do projeto Reavivados Por Sua Palavra. Neste sábado daremos início ao estudo do livro de Gênesis.

#PrimeiroDeus #Apocalipse21 #RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: