Reavivados por Sua Palavra


Atos 6 by Jobson Santos
30 de abril de 2018, 1:00
Filed under: Atos, Sem categoria
Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/atos/atos-capitulo-6/

Comentário devocional:

Estêvão era um homem de fé e cheio do Espírito Santo. Como resultado, muitos milagres acompanhavam sua vida e ministério. Na verdade, quando ele falava, a Bíblia nos diz que seus adversários não podiam resistir à sabedoria e ao espírito que acompanhavam as suas palavras. E, como resultado, ele também foi levado perante o Sinédrio. No entanto, apesar das táticas malignas e palavras caluniosas de falsas testemunhas, Estêvão se manteve firme. “Olhando para ele, todos os que estavam sentados no Sinédrio viram que o seu rosto parecia o rosto de um anjo.” (v. 15 NVI). Que testemunho!

No livro Educação lemos: “A maior necessidade do mundo é a de homens – homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus”(p. 57). Estêvão era um homem assim.

Deus está nos chamando, homens e mulheres, para o mesmo elevado padrão moral hoje. Enquanto o mundo está desmoronando ao nosso redor, que o Senhor nos ajude a sermos fiéis à Ele.

Ele está voltando! Estejamos preparados!

Melody Mason
Líder do programa Unidos em Oração
Conferência Geral da IASD

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1270   
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli/Jeferson Quimelli
Comentário em áudio Pr. Valdeci: http://vod.novotempo.org.br/mp3/ReavivadosA/Reavivados30-04-2018.mp3


ATOS 6 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
30 de abril de 2018, 0:55
Filed under: Sem categoria



ATOS 6 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
30 de abril de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

ATOS 6 – Na igreja têm pessoas que amam dinheiro (como Ananias e Safira) e tem pessoas necessitadas de dinheiro (como as viúvas). Além disso, nos capítulos anteriores ficou evidente a perseguição à igreja, a prisão dos apóstolos, a morte súbita dos hipócritas, e no capítulo em pauta, a murmuração dos gregos contra os hebreus.

Certamente, a igreja de Atos não é modelo de perfeição. Muitos problemas existiam e muitos surgiriam. Como uma instituição cheia de problemas poderia sobreviver?

Outra questão era o crescimento em massa da igreja. Como estruturar e atender as necessidades duma igreja que cresce muito rapidamente?

Além disso, o diabo estava por trás; note que…

• No capítulo 4 utilizou-se da perseguição para minar o poder da igreja.
• No capítulo 5 ele usou a infiltração dos hipócritas para reduzir o poder da igreja.
• No capítulo 6 ele armou armadilha que resultou na distração da igreja.

Interessante que, em cada situação, a igreja saiu-se vencedora!

• No capítulo 4, apesar de perseguida, mediante a oração e a pregação da Palavra, a igreja contra-atacou aos ataques do inimigo e cresceu enfrentando a perseguição.

• No capítulo 5, apesar dos hipócritas penetras, mediante a oração e a pregação da Palavra, a igreja contra-atacou as artimanhas diabólicas, então, o resultado foi um crescimento surpreendente.

• No capítulo 6, apesar dos problemas que surgiram devido ao crescimento colossal da igreja, os apóstolos, quase desfocados da oração e do ministério da Palavra, a tempo conseguiram colocar a igreja nos trilhos.

Tristemente, os apóstolos estavam abandonando o aspecto essencial da igreja que é a oração e a pregação da Palavra para atender às mesas. O que não era algo ruim, errado. Era um trabalho digno e urgente; mas, não deveriam tirar o foco da oração e pregação.

Embora Satanás quisesse eliminar esses dois aspectos da igreja, os apóstolos perceberam o perigo, se organizaram para, então, voltarem a priorizar ao que realmente importa mais (vs. 1-4).

Como resultado, surgiram os diáconos e, a igreja avançou admiravelmente (vs. 5-7). Como os diáconos mantiveram o mesmo foco dos apóstolos, eles eram pregadores poderosos, que instigavam seus ouvintes a tal ponto de suscitar ameaças – como se vê no caso de Estêvão (vs. 8-15).

• Pergunto: Sua igreja mantém o foco certo apesar nos ataques satânicos?

Estudemos, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



ATOS 6 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
30 de abril de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Todos os que estavam assentados no Sinédrio, fitando os olhos em Estêvão, viram o seu rosto como se fosse rosto de anjo” (v.15).


Enquanto estivermos neste mundo de pecado, o ditado de que “quanto mais pessoas, mais problemas” continuará sendo uma realidade. Não foi diferente com a igreja primitiva. “Multiplicando-se o número dos discípulos, houve murmuração dos helenistas contra os hebreus, porque as viúvas deles estavam sendo esquecidas na distribuição diária” (v.1). Estava acontecendo uma acepção entre as viúvas helenistas e as viúvas palestinas. “Os helenistas eram judeus cristãos de fala grega” (Comentário Bíblia da Mulher). Ainda havia um certo preconceito e esta questão precisava ser resolvida com urgência.

Numa convocação extraordinária, os doze discípulos reuniram a igreja e propuseram a eleição de “sete homens de boa reputação, cheios do Espírito e de sabedoria” (v.3) que ficariam encarregados de atender as necessidades da comunidade. Foram os primeiros diáconos da igreja cristã. Dentre eles, contudo, um merece considerável destaque: “Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo” (v.5). Devidamente investidos, os diáconos deram início a uma sagrada obra em comunhão com os discípulos. Era um trabalho tão importante  quanto o “ministério da palavra” (v.4). O serviço daqueles sete diáconos proporcionou à igreja o crescimento da “palavra de Deus” e até mesmo “muitíssimos sacerdotes obedeciam à fé” (v.7).

Estêvão, além de “servir às mesas” (v.2), “cheio de graça e poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo” (v.8). Sua oratória impecável e perfeita argumentação deixavam os líderes judeus sem palavras. Inspirado pelo Espírito Santo, suas palavras e obras despertaram tamanha inveja, que “o povo, os anciãos e os escribas… o arrebataram, levando-o ao Sinédrio” (v.12). Mas apesar das testemunhas falsas, da ira que lhes consumia o coração e do temor de que aquele servo de Deus continuasse convertendo mais judeus, nada disso os impediu de contemplar, provavelmente, uma cena que jamais haviam visto: Iluminado pela glória do Invisível, cheio do Espírito e tomado de santo temor, o rosto de Estêvão brilhava como a face de um anjo.

Sobre Estêvão declara Ellen White:
Não somente falava no poder do Espírito Santo, mas também era claro ser ele um estudioso das profecias, e instruído em todos os assuntos da lei. Habilmente defendia as verdades que advogava e derrotava completamente seus oponentes. Em relação a ele cumpriu-se a promessa: ‘Proponde pois em vossos corações não premeditar como haveis de responder; porque Eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem’. Lucas 21:14, 15” (EGW, Atos dos Apóstolos, p. 54). Ninguém conseguiu refutar as palavras de Estêvão porque, na verdade, não eram palavras dele, mas do Espírito Santo.

Viver para Cristo é fácil. Difícil é morrer por Ele. Estêvão estava disposto a sofrer o que fosse por amor a Jesus. Não havia ninguém ou nada que ele amasse mais do que a seu Salvador. E o mesmo brilho que um dia envolvera o rosto de Moisés fora visto em seu rosto. Jesus deseja refletir o Seu brilho em nossa face, hoje. Fazer de mim e de você Suas testemunhas. A mudança feita pelo Espírito Santo no coração de Estêvão, foi manifesta em suas palavras e fisionomia. Permita que esta mesma mudança alcance o teu coração e o teu exterior brilhará “mais e mais até ser dia perfeito” (Pv 4:18).

Bom dia, testemunhas de Jesus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Atos6
#RPSP



ATOS 6 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
30 de abril de 2018, 0:20
Filed under: Sem categoria

1 Helenistas. Isto é Judeus de língua grega. Os helenistas eram judeus da diáspora que além de falar o grego, haviam absorvido em parte a cultura grega. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 6, p. 182.

Hebreus. Estes eram os judeus que haviam nascido na Palestina, moravam ali e falavam a língua aramaica. CBASD, vol. 6, p. 182.

3 Sete homens. Era razoável que os apóstolos pensassem no número sete. Havia uma reverência pelo numero entre os judeus. CBASD, vol. 6, p. 183.

6 Apresentaram-nos. Provavelmente para exame, instrução, e é claro ordenação. CBASD, vol. 6, p. 185.

8 Cheio de graça e poder. Graça e beleza de espírito deveriam acompanhar a proclamação da mensagem evangélica. O “poder” era a realização de milagres. Estevão devia ter a mesma plenitude de dons do Espírito que os doze. CBASD, vol. 6, p. 186.

10 Não podiam resistir. Literalmente, “não eram fortes para permanecer contra”. Esta experiência cumpriu a promessa de Cristo a Seus seguidores (Lc 21:15). CBASD, vol. 6, p. 187.

Sabedoria. Estevão foi o primeiro mestre da nova  comunidade a ser destacado por sua sabedoria. […] Possuía uma clara visão da verdade e a habilidade para revelar verdades não percebidas até então. CBASD, vol. 6, p. 188.

11 Subornaram. Às vezes, esta palavra era usada para o ato de empregar, instigar ou instruir um agente secreto. CBASD, vol. 6, p. 188.

12 Sublevaram. Por meio das acusações falsas, agitaram o povo que testemunhara os milagres de Estevão. CBASD, vol. 6, p. 188.

14 Esse Jesus. Mais uma vez, uma menção com desprezo, embora este nome soasse belo ao sair de lábios cristãos. CBASD, vol. 6, p. 189.

15 Rosto de anjo. Seu rosto devia estar iluminado com um brilho divino. […] O rosto de Estevão se iluminou por sua proximidade de Cristo e pela luz da visão que estava prestes a ter de Jesus à destra de Deus. CBASD, vol. 6, p. 188.

 

Compilação: TatianaW

Mais comentários em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2015/02/04/atos-6-comentarios-de-biblias-de-estudo/



ATOS 6 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
30 de abril de 2018, 0:15
Filed under: Sem categoria



ATOS 5 by jquimelli
29 de abril de 2018, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/atos/atos-capitulo-5/

 

Comentário devocional:

Os crentes estava vendendo suas terras e trazendo o dinheiro a Pedro e João para distribuir aos necessitados. Diz o texto sagrado que “Não havia pessoas necessitadas entre eles.” (Atos 4:34 NVI).

Aqui encontramos a história de Ananias e Safira, que fingindo ser também altruístas, venderam suas terras. No entanto, em vez de trazerem todo o dinheiro da venda (como se esperava), trouxeram somente parte dele. Provavelmente eles se justificavam em seus corações, dizendo: “Tudo bem se não contarmos tudo a Pedro e João; Deus sabe que O amamos. E nós usaremos esta parte que retivemos para uma boa causa.” Infelizmente, tenho ouvido pessoas usar raciocínio semelhante para justificar “mentiras” como essas.

É interessante notar que a resposta de Pedro para a oferta parcial não foi: “Por que você mentiu para nós?” Mas em vez disso, ele disse “Por que você mentiu para o Espírito Santo? Você não mentiu aos homens, mas sim a Deus.” Se não estamos sendo honestos em nossas relações com os outros, embora isso possa parecer uma coisa pequena para nós, é realmente a Deus quem estamos desonrando.

Deus olha para os nossos motivos. Eu quero honrar a Deus. E oro por isso. Não apenas para aparecer bem diante dos outros, mas para realmente fazer o que é direito, vindo de um coração puro diante de Deus. “O homem olha para a aparência externa, mas Deus olha para o coração” (I Samuel 16: 7).

Qual é a condição de seu coração hoje?

Melody Mason
Líder do programa Unidos em Oração
Conferência Geral da IASD

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1269
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli/Jeferson Quimelli
Comentário em áudio Pr. Valdeci: http://vod.novotempo.org.br/mp3/ReavivadosA/Reavivados29-04-2018.mp3




%d blogueiros gostam disto: