Reavivados por Sua Palavra


ATOS 5 by jquimelli
29 de abril de 2018, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/atos/atos-capitulo-5/

 

Comentário devocional:

Os crentes estava vendendo suas terras e trazendo o dinheiro a Pedro e João para distribuir aos necessitados. Diz o texto sagrado que “Não havia pessoas necessitadas entre eles.” (Atos 4:34 NVI).

Aqui encontramos a história de Ananias e Safira, que fingindo ser também altruístas, venderam suas terras. No entanto, em vez de trazerem todo o dinheiro da venda (como se esperava), trouxeram somente parte dele. Provavelmente eles se justificavam em seus corações, dizendo: “Tudo bem se não contarmos tudo a Pedro e João; Deus sabe que O amamos. E nós usaremos esta parte que retivemos para uma boa causa.” Infelizmente, tenho ouvido pessoas usar raciocínio semelhante para justificar “mentiras” como essas.

É interessante notar que a resposta de Pedro para a oferta parcial não foi: “Por que você mentiu para nós?” Mas em vez disso, ele disse “Por que você mentiu para o Espírito Santo? Você não mentiu aos homens, mas sim a Deus.” Se não estamos sendo honestos em nossas relações com os outros, embora isso possa parecer uma coisa pequena para nós, é realmente a Deus quem estamos desonrando.

Deus olha para os nossos motivos. Eu quero honrar a Deus. E oro por isso. Não apenas para aparecer bem diante dos outros, mas para realmente fazer o que é direito, vindo de um coração puro diante de Deus. “O homem olha para a aparência externa, mas Deus olha para o coração” (I Samuel 16: 7).

Qual é a condição de seu coração hoje?

Melody Mason
Líder do programa Unidos em Oração
Conferência Geral da IASD

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1269
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli/Jeferson Quimelli
Comentário em áudio Pr. Valdeci: http://vod.novotempo.org.br/mp3/ReavivadosA/Reavivados29-04-2018.mp3



ATOS 5 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
29 de abril de 2018, 0:55
Filed under: Sem categoria



ATOS 5 – COMENTÁRIO Pr Heber Toth Armí by jquimelli
29 de abril de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

ATOS 5 – A igreja que avança mesmo sob forte ameaça torna-se ameaça ao reino das trevas. Satanás enfurece-se, por isso, trabalha para intentar atrapalhar o desenvolvimento da obra de Deus no mundo.

No capítulo anterior, a Igreja foi perseguida; prenderam os líderes espirituais, receberam a proibição de continuarem a missão. Líderes deste mundo intentam coagir a pregação visando eliminar a influência do Céu na Terra. Apesar disso, a vitória foi possível mediante a combinação da oração com a pregação. Consequentemente, a igreja superou a opressão.

Neste capítulo, as estratégias diabólicas mudaram. Ele não conseguiu destruir a igreja com ameaças, prisões e proibições políticas; então, inseriu táticas mais sutis. Ele conduziu crentes falsos à igreja. Assim, temos poderoso exemplo de como se origina a hipocrisia. A intenção do diabo é minar o poder da verdade. Seu alvo é interromper o poder existente na Palavra combinada com oração.

Observe mais atentamente estes pontos:

1. Os crentes consagrados, cheios do Espírito Santo, estavam cheios de vida, entusiasmo, ousadia e dinamismo entre si, todos se ajudando e se satisfaziam investindo na Igreja (4:32-37).
2. Os crentes hipócritas penetraram e fizeram votos, os quais não cumpriram. Estes falsos crentes não suportaram o poder da verdade, e morreram fulminados na Igreja. A morte instantânea de Ananias e Safira demonstra o desagrado divino por crentes fraudulentos (5:1-10).
3. O poder de Deus avança mesmo contra o poder do diabo. A igreja primitiva firmada na oração e na pregação avançou apesar da intenção satânica de destruição. A igreja crescia diante de cada prova vencida. Nada a impedia de avançar (5:11-16).
4. Os problemas não cessam mesmo quando o Espírito Santo atua claramente na Igreja. Após o caso dos cristãos interesseiros, egoístas e mentirosos, os apóstolos foram presos. Miraculosamente foram libertos em seguida. Depois, levaram-nos novamente à prisão, mas, finalmente, foram libertos. Tudo isso não os impedia de pregar (5:17-33).
5. Deus interferiu nas estratégias de Satanás através de Gamaliel, que sabiamente amenizou a oposição da liderança eclesiástica. Após açoitarem aos apóstolos, os dispensaram; então, com os crentes, “todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e anunciar a Jesus, o Cristo” (5:34-42).

Utilizemos mais a oração e a Palavra na pregação, pois esta é a estratégia evangelística divina! – Heber Toth Armí.



ATOS 5 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
29 de abril de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria

“E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar e de pregar Jesus, o Cristo” (v.42).


Logo após a exposição da fidelidade de Barnabé, a Bíblia apresenta a infidelidade de Ananias e Safira. Tentando ludibriar os discípulos, a fim de parecerem generosos à causa, pensaram que passariam despercebidos. Mas aquela igreja que estava dando apenas os seus primeiros passos precisava ser cuidada com especial sebe a fim de que a boa obra não fosse interrompida. A cobiça daqueles dois certamente afetaria os demais como uma doença contagiosa, mas o resultado da iniquidade de ambos causou “grande temor a toda a igreja” (v.11), de modo que perceberam que do Espírito Santo, ou seja, “de Deus não se zomba” (Gl 6:7).

E os apóstolos seguiam operando “muitos sinais e prodígios… entre o povo” (v.12), de modo que “crescia mais e mais a multidão de crentes, tanto homens como mulheres, agregados ao Senhor” (v.14). As palavras e obras dos discípulos testemunhavam do poder de Deus e da veracidade da ressurreição de Jesus, tanto que até mesmo a sombra de Pedro curava os enfermos. Porém, onde há oração, comunhão e fidelidade, certamente haverá  luta, represália e inveja. Satanás logo arregimentou seus agentes na tentativa de impedir o avanço da sagrada obra. Tomados de inveja (v.17), os líderes judeus “prenderam os apóstolos e os recolheram à prisão pública” (v.18). Tola tentativa!

O que são grades e guardas à vista do poderoso Senhor dos Exércitos, o Comandante das hostes celestiais? Bastou apenas um anjo para que aqueles homens estivessem novamente em liberdade dizendo “ao povo todas as palavras desta Vida” (v.20). E voltando para o templo, eles ensinavam ao povo. Ora, uma vez presos, eles poderiam ter fugido ou ido pregar em lugares secretos, mas retornaram aonde seria mais provável que fossem presos novamente. Na verdade, eles não estavam preocupados quanto ao que lhes aconteceria, e sim empenhados em fazer a vontade de Deus.

Quando lemos a afirmação dos apóstolos de que “Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens” (v.29) e que Deus concede o Espírito Santo “aos que Lhe obedecem” (v.32), algo fica muito claro: o batismo do Espírito Santo é outorgado aos obedientes. A intrepidez e coragem dos discípulos não vinham deles mesmos, mas do poder do Espírito Santo. E foi por este mesmo poder que, após serem açoitados, “se retiraram do Sinédrio regozijando-se por terem sido considerados dignos de sofrer afrontas por esse Nome” (v.41).

Tem sido muito fácil entitular-se “crente” hoje em dia. Frequentar uma igreja, se emocionar, dizer “Glórias e Aleluias”, fazer obras de caridade, nisto tem se resumido a vida cristã. Afinal, a maioria afirma, “Eu sou uma pessoa boa. Não mato, não agrido a ninguém, devolvo o dízimo e dou esmolas aos pobres. Está tudo certo”, enquanto o inimigo das almas tem vibrado com tal comodidade. Certa vez ouvi a seguinte frase: “Só se atira pedra em árvore que dá fruto”. E é verdade. Nem todos estão dispostos a ser alvo de perseguições e sofrimentos por amor a Cristo. E sobrevindo a primeira prova, logo é revelado o verdadeiro caráter que prefere desobedecer a sair da sua zona de conforto.

Quando ouço testemunhos de irmãos no Oriente Médio que estão colocando em risco a própria vida por amor a Jesus, e na maioria dos casos, perdendo a casa e a família por abraçar uma nova fé, me envergonho de minha condição. Mulheres que apanham de seus maridos e que são desprezadas por seus filhos e, ainda assim, manifestam um coração alegre por estar sofrendo “afrontas por esse Nome” (v.41). Não, eu não estou falando de testemunhos da igreja primitiva, mas da igreja contemporânea de Deus. Pessoas que não temem dar a própria vida por amor a Cristo e Seu evangelho de salvação.

Como bem falou Gamaliel, quando a obra é de Deus, nada pode destruí-la (v.39). Se pertencemos a Deus e a Ele verdadeiramente nos entregamos, “nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Rm 8:38-39). Encaremos, hoje, as provações como oportunidades de sermos fortalecidos para a grande prova final “qual nunca houve”, confiando de que Aquele que nos guarda, “naquele tempo”, nos salvará (Dn 12:1).

Feliz semana, perseguidos “por esse Nome”!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Atos5
#RPSP



ATOS 5 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
29 de abril de 2018, 0:20
Filed under: Sem categoria

1 Entretanto. Há um forte contraste entre a generosidade bondosa de Barnabé e a avareza de Ananias e Safira. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 6, p. 169.

2 Sua mulher. Fica claro que Safira foi uma cúmplice voluntaria. O pecado do casal foi planejado. CBASD, vol. 6, p. 169.

Reteve. A mesma palavra no grego descreve a ação de Acã na Septuaginta (Js 7.1). Bíblia Shedd.

A mera retenção de parte do preço da venda não seria, em si, um pecado. Na verdade, Ananias não tinha obrigação de dar nada. O dinheiro era dele podia dar todo ou apenas parte. Mas ele doou uma parte e agiu como se fosse tudo. Nisso consistiu o engano, que era uma mentira premeditada. CBASD, vol. 6, p. 169.

O testemunho de toda a igreja estava em risco por causa do pecado de uns poucos (cf Lv 10.1-2; Nm 16.23-35; Js 7.19-25; 2Sm 6.1-7). Bíblia de Genebra.

3 Satanás enchesse o seu coração. Realça-se a continuada atividade de Satanás (v. Lc 22.3; Jo 13.2, 27; 1Pe 5.8). Bíblia de Estudo NVI Vida.

mentisses ao Espírito Santo. No v. 4 Pedro diz a Ananias que ele tinha mentido a Deus. As palavras de Pedro indicam que o Espírito Santo é Deus (v. 9). Bíblia de Genebra.

O Espírito Santo é claramente pessoal e identificado com Deus no v. 4. Bíblia Shedd

9 Porque vocês entraram em acordo para tentar o Espírito do Senhor? Se nenhuma consequência drástica tivesse se seguido a esse ato de pecado, os resultados entre os crentes teriam sido mais graves quando se tomasse conhecimento da fraude. Não somente pareceria lucrativa a desonestidade, mas também se chegaria à conclusão de que o Espírito podia ser logrado. Era importante haver diretrizes definidas desde o início, a fim de não restarem dúvidas quanto ao fato de Deus não tolerar esse tipo de hipocrisia e de fraude. Bíblia de Estudo NVI Vida.

11 igreja. Usada aqui pela primeira vez em Atos. Andrews Study Bible.

12 Pórtico de Salomão. Uma galeria coberta com duas fileiras de colunas … do lado leste do átrio dos gentios no templo. Era o local mais indicado para todos se reunirem para cultuar e receberem o ensino dos apóstolos. Bíblia Shedd.

13 dos restantes, ninguém ousava ajuntar-se a eles. Nenhum dos crentes insinceros e superficiais ousava se identificar com a igreja. Os padrões de moralidade eram altos. Bíblia de Genebra.

15 a sombra de Pedro. Corresponde a artigos como os lenços de Paulo (19.12) e a borda do manto de Jesus (Mt 9.20). Não era o caso de algum desses objetos materiais possuir qualidades mágicas, mas o mínimo artigo ou sombra representava um meio direto de contato com Jesus ou Seus apóstolos. Bíblia de Estudo NVI Vida.

17,18 Os saduceus, o partido dos sacerdotes que controlavam o templo e seu serviço; foram os mais contestados pela pregação aberta de Cristo no recinto do templo (12; cf Mt 22.23n). Bíblia Shedd.

34 fariseu. partido popular dos judeus que dava ênfase à Lei como o caminho da salvação. Bíblia Shedd.

Gamaliel, renomado mestre de Paulo (22.3), representante da escola e Hilel, que favorecia uma interpretação mais liberal e humanizante da Lei.  Bíblia Shedd.

40 açoitaram-nos. Os apóstolos receberam a tradicional “quarentena de açoites menos um” (2Co 11.24). Bíblia de Genebra.

 

Compilação: TatianaW / JefersonQ



ATOS 5 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
29 de abril de 2018, 0:15
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: