Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 29 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
30 de julho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Não havendo profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei, esse é feliz” (v.18).

A diversidade dos provérbios atribuídos a Salomão termina com palavras acertadas acerca das escolhas que fazemos. “O homem que ama a sabedoria alegra a seu pai” (v.3) terreno, mas também é motivo de alegria ao seu Pai do Céu. Um caráter íntegro e reto é resultado da humildade de espírito (v.23) e pode gerar duas reações: acolhimento ou rejeição. Da mesma forma as mesmas reações podem ser geradas a partir de um procedimento contrário: “O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz” (v.1).

Existe uma estratégia maligna atual que tem alcançado milhares de adeptos: o egocentrismo. De forma sorrateira, Satanás iniciou a sua obra no coração de nossos pais a fim de quebrantar a presente geração “sem que haja cura” (v.1). Seu plano de tornar o homem o centro de todas as coisas tem avançado e, apelando à realidade (também provocada por seus meios sórdidos) da fragilidade emocional, a maioria, até mesmo cristã, tem trocado a ajuda do Alto pela autoajuda. Gostar de si mesmo é diferente de tentar encontrar em si mesmo a fonte do contentamento. E por ser impossível achar o que se busca em fonte tão rasa, “não haverá fim” (v.9) nessa procura a menos que aceite o convite do Salvador: “Vinde a Mim” (Mt.11:28).

Os grandes homens do passado tiveram de negar o próprio eu e suas vontades a fim de viver para Deus e de caminhar em Suas veredas. Muitos deles foram perseguidos, oprimidos e até mortos em defesa da verdade que amaram mais do que a própria vida. Isso mesmo. Refiro-me aos profetas, homens e mulheres de Deus que, pelo testemunho das Escrituras, sabemos não terem vivido experiências fáceis. A escolha que fizeram em andar com Deus e fazer disso a razão de sua existência, lhes custou o desprezo da maioria, o descaso dos da própria família e constantes ameaças e perseguições. Foram incompreendidos pelas gerações que deveriam acolhê-los e ouvi-los, “homens dos quais o mundo não era digno” (Hb.11:38); peregrinos que aspiravam “a uma pátria superior, isto é, celestial” (Hb.11:16).

Semelhantemente, pelo infeliz testemunho de seus antepassados, a geração que mais deveria propagar a glória de Deus, foi a mais resistente à divina luz que lhe foi dada. Pois Cristo “veio para o que era Seu, e os Seus não O receberam” (Jo.1:11). “O povo que andava em trevas viu grande luz” (Is.9:2), mas os corações estavam duros demais para aceitá-la. E, despertados pelo mesmo ódio com que seus pais feriram aos profetas de Deus, aborreceram a Jesus e procuraram tirar-Lhe a vida (v.10). Como João Batista foi chamado “para converter o coração dos pais aos filhos, converter os desobedientes à prudência dos justos e habilitar para o Senhor um povo preparado” (Lc.1:17), como adventistas do sétimo dia fomos chamados para a mesma missão nas vésperas do segundo advento de Cristo.

Nossa vida, e não apenas nossas palavras, devem proclamar com intrepidez e santa convicção “as palavras dos profetas, como está escrito” (At.15:15). Assim como Deus enviou os Seus profetas em tempos remotos, podemos confiar de que não fomos deixados sem testemunho. Os escritos de Ellen G. White aliados à sua vida de profunda dedicação à obra de Deus e leal fidelidade ao “assim diz o Senhor”, confirmam o seu chamado profético. Eu lhes peço, meus irmãos, que deixem de lado os preconceitos e as críticas infundadas e provem por si mesmos deste manancial de conhecimento que nos leva para mais perto de Cristo e de Sua Palavra. Lembrem-se: “Não havendo profecia o povo se corrompe; mas o que guarda a lei, esse é feliz” (v.18). Vigiemos e oremos!

Bom dia, felizes em Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Provérbios29 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: