Reavivados por Sua Palavra


NEEMIAS 7 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
6 de dezembro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Então, o meu Deus me pôs no coração que ajuntasse os nobres, os magistrados e o povo, para registrar as genealogias…” (v.5).

Concluída a edificação dos muros e das portas de Jerusalém, Neemias tomou providências com relação à segurança da cidade. Estabelecendo dois homens de confiança como chefes em Jerusalém, dentre eles Hananias, “homem fiel e temente a Deus, mais do que muitos outros” (v.2), também organizou um esquema de segurança, de forma que havia “guardas dos moradores de Jerusalém, cada um no seu posto diante de sua casa” (v.3).

Movido pelo Senhor, Neemias encabeçou a tarefa de “registrar as genealogias”, deparando-se com “o livro da genealogia dos que subiram primeiro” (v.5). Os judeus eram identificados através dos nomes dos chefes de família, de forma que na ausência desse registro, alguns “não puderam provar que as suas famílias e a sua linhagem eram de Israel” (v.61). As genealogias, portanto, tinham um papel importante para fins de administração, de organização, para fins testamentários e até mesmo espirituais, visto que fazem parte das Escrituras.

Tudo se encaminhava para que Jerusalém fosse novamente a Cidade de Deus. “Alguns dos cabeças das famílias contribuíram para a obra” (v.70) e muitos recursos foram doados para o templo. A força conjunta para proteger a cidade e seus moradores, e para reformá-la, foi seguida por um grande reavivamento. Enquanto guardavam suas casas ou se reuniam em adoração a Deus, sua fé era provada e fortalecida ainda que sob constante ameaça inimiga.

Deus tem uma cidade preparada para os Seus filhos, cujos fundamentos dos muros são adornados de pedras preciosas, e cujas portas são de pérola, “cada uma dessas portas, de uma só pérola” (Ap.21:21). Ali não há necessidade de um sistema de segurança, pois o Guarda de Israel nela habita. Nela também não há santuário, “porque o seu santuário é o Senhor, o Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro” (Ap.21:22). Nela o homem não tem participação, pois “Deus é o arquiteto e edificador” (Hb.11:10).

Não é desejo do Senhor que a realidade da antiga Jerusalém pós-exílio se repita na futura Jerusalém: “A cidade era espaçosa e grande, mas havia pouca gente nela” (v.4). E nem que não se ache o nosso nome no registro celeste. O Céu é movido pela ardente expectativa de nosso resgate definitivo. Os anjos relatores vibram cada vez que um pecador é liberto do exílio do pecado e tem o seu nome escrito no Livro da Vida. Há uma comovente espera de que Jesus venha colher “o fruto do penoso trabalho de Sua alma” (Is.53:11).

Cada partícula da cidade santa contém o amor ilimitado de um Deus que sente saudades de nós. Que enquanto Cristo não vem, O aguardemos em constante vigilância, “cada um no seu posto diante de sua casa” (v.3). Que o nosso lar seja um pedacinho do Céu na Terra. Quando a relação dos salvos estiver finalmente concluída, que a nosso respeito esteja escrito: “filhos de Deus, salvos pela graça de Cristo Jesus”. Vigiemos e oremos!

Bom dia, salvos pela graça de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Neemias7 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


3 Comentários so far
Deixe um comentário

Tudo se encaminhava para que Jerusalém fosse novamente a Cidade de Deus. Estava pronta para a próxima obra: a reconstrução do templo.
Irmã, acerca desse trecho, me tire uma dúvida, a reconstrução do templo não foi antes do muro, qdo Esdras q foi à frente de Neeemias chegou com a sua caravana?
Me esclareça, por favor… Grata… Grande abraço…

Comentário por Adienez

Eu confundi os eventos. Ordem errada mesmo. Perdão! 🤦🏼‍♀️ Já fiz a devida correção. Muito obrigada!

Na verdade, os serviços do templo estavam prejudicados, visto a situação precária dos muros. A conclusão da obra dos muros de Jerusalém levou os chefes das famílias a levarem as suas contribuições para o templo, e foram impostos sobre o povo preceitos e um valor anual que deveria ser entregue na casa de Deus. O reavivamento através do estudo das Escrituras e a segurança promovida pela reconstrução dos muros restaurou a normalidade dos serviços do templo.

Comentário por Rosana Garcia Barros

Sim, isso mesmo amada… Nosso Deus cuida de tudo a seu tempo, Ele é um Deus de detalhes!! Grande abraço querida!! Feliz sábado!!

Comentário por Adienez




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: