Reavivados por Sua Palavra


II SAMUEL 15 by jquimelli
21 de julho de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/1-samuel/2sm-capitulo-15/

Em certo sentido, quando Absalão queimou o campo de Joabe, ele “roubou” esta propriedade. Este problema de roubo de Absalão, cresceu como o passar dos anos. E aconteceu que próximo ao final do reinado de Davi (v. 7) , Absalão começou a roubar a lealdade dos corações dos cidadãos de Davi para si mesmo.

Absalão era muito esperto e astuciosamente organizou uma rebelião contra seu pai. E “a conspiração ganhou força” (v. 12 NVI). Sabendo isso, Davi, decidiu fugir (v. 13). Muitas pessoas deixaram a cidade com ele, até mesmo um estrangeiro, que prometeu lhe ser leal, lembrando o que aconteceu no livro de Rute (v. 21).

A tolice, a cobiça, as atitudes de auto-engrandecimento, a esperteza, o roubo de lealdade, são práticas que nos fazem lembrar de outra rebelião que começou no céu.

Querido Deus,
nós também estamos envolvidos no drama da grande luta que começou naquela rebelião celestial. Ajuda-nos hoje , que busquemos ser fiéis a Ti e não a nós mesmos; servir, ao invés de dominar; a pedir, ao invés de dar ordens. Em nome de Jesus oramos. Amém.

Koot van Wyk
Kyungpook National University
Sangju, Coréia do Sul

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=528
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II SAMUEL 15 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
21 de julho de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



II SAMUEL 15 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
21 de julho de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

O mel do pecado dura apenas momentos; porém, seu fel dura a vida inteira. Satanás joga sujo e, a desgraça é o resultado de jogar com ele.

Davi sofreu demais: Ele enfrentou situações dolorosíssimas, as quais podemos evitá-las, pois seus erros revelados na Bíblia visam alertar-nos.

• O pecado de Davi deu brechas para o desenvolvimento de pecados na vida de seu filho Absalão, o qual carinhosamente “roubava o coração” do povo, visando usurpar o trono de seu pai (vs. 1-13).

• O aclamado rei Davi precisou fugir das artimanhas de alta periculosidade engenhada por seu filho contra ele. Ameaças de morte nunca apartaram de sua casa após seu pecado escancarado, explícito e premeditado; esse é o salário exigido pelo pecado (vs. 14-27).

O relato inspirado revela Davi humilhado subindo chorando e descalço no monte das Oliveiras. Os soldados que estavam com ele também choravam enquanto subiam.

Absalão era bondoso, amigável, cortês e amável com todos os que o procuravam na política. Contudo, além dele ser falso em seus propósitos, mentia em relação a seu pai. Desta forma, ele usava a política para beneficiar-se.

Diante disso, destacam-se dois pontos relevantes para nossa caminhada no reavivamento pela Palavra de Deus:

1. Praticar o bem nem sempre significa fazer o que é certo; pode-se praticar o bem e agir com afetividade possuindo intenções diabólicas.

2. Fazer o bem com segundas intenções torna o “bem” em “mal”. Absalão, maquiando o “mal” com “bem”, organizou estratégia maquiavélica levando grande parte do povo de Deus a pecar cegamente, o que resultou numa rebelião coletiva contra Deus e Seus planos no mundo.

Assim, fica óbvio que os pecados dos pais acarretam seríssimos problemas na vida dos filhos. Portanto, devemos consagrar nossa a vida a Deus e devotá-la totalmente a Seu serviço para que o pecado não faça horrendos estragos em nossa família.

Cuidado:

• O pecado não presta.
• O mal é a raiz do caos.
• A ruindade é a mãe da rebelião.
• O ódio é o pai das desavenças.
• O pecado causa confusão tentando encontrar solução para a alma em conflito.
• O pecado mascara o bem.
• O pecado cobra um preço muito alto.
• O pecado humilha e destrói até quem ocupa alto posto na sociedade.

Imediatamente, clamemos: “Senhor, reaviva-nos hoje!” – Heber Toth Armí.



2SAMUEL 15 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
21 de julho de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Seguiu Davi pela encosta das Oliveiras, subindo e chorando; tinha a cabeça coberta e caminhava descalço; todo o povo que ia com ele, de cabeça coberta, subiu chorando” (v.30).

Como uma víbora do deserto, Absalão aguardava o momento certo para dar o bote. Político estrategista, cirandava o povo com sua beleza e discurso agradável. Fazia promessas, cumprimentava a todos com simpatia e os beijava; “assim, ele furtava o coração dos homens de Israel” (v.6). De forma que “tornou-se poderosa a conspiração, e crescia em número o povo que tomava o partido de Absalão” (v.12).

Quando Davi soube do ocorrido, logo percebeu que precisava fugir, e com ele foram todos os que lhe permaneceram fiéis. A lealdade de Itai, um estrangeiro, lembra a lealdade de Rute para com Noemi. Ambos colocaram em risco a sua própria vida por amor a quem os havia acolhido. E sob a constante tensão de um filho que ousou desafiar a autoridade e o governo de seu pai, houve grande comoção em Israel. “Toda a terra chorava em alta voz” (v.23).

A reação de Davi para com aquela situação foi de humilhação perante o Senhor e conformidade com a vontade divina: “eis-me aqui; faça de mim o que melhor Lhe parecer” (v.26). É provável que Davi ainda carregasse a culpa por seus erros passados, um fardo doloroso e difícil de carregar. Além disso, seu coração de pai estava dilacerado, de forma que andava “subindo e chorando”, e não havia dentre o povo que o seguia quem não chorasse também.

Muitos há que têm angariado a simpatia e confiança de outros com palavras agradáveis e promessas tentadoras. A fim de alcançar o seu objetivo, revelam uma imagem que não condiz com o conteúdo. Assim como Absalão, estão a furtar o coração dos tolos e até daqueles que, “na sua simplicidade” (v.11), ainda não perceberam a sua malícia. E pior do que ser enganado por um político secular, que tem o poder limitado de nos prejudicar, é ser enganado por um “político” religioso, cujo engano pode nos causar o prejuízo eterno.

A Bíblia é a pura revelação de Deus e a única regra de fé e prática que deve reger a nossa vida. Somente pela comunhão com a Palavra podemos fazer a diferença entre uma “campanha” para angariar membros e recursos, de um sermão assinado com um infalível “Assim diz o Senhor”. Enquanto milhares abarrotam lugares visando resolver suas demandas na Terra, Deus procura Seus verdadeiros adoradores que, “subindo e chorando”, “gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela” (Ez.9:4).

De que lado você está hoje? Da falsidade e facilidade, ou da verdade e perseverança? O Senhor há de recompensar os Seus servos fiéis que têm sofrido pelos golpes do pecado. Ele nos diz: “Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes” (Sl.126:6). Eis as únicas promessas em que devemos depositar a nossa confiança: as promessas de Deus. Vigiemos e oremos!

Feliz semana, fiéis servos de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Samuel15 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



II SAMUEL 15 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
21 de julho de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

481 palavras

Davi escreveu muitos salmos durante os dias da revolta de Absalão. Alguns deles são os salmos 39, 41, 55, 61 e 63. Life Application Study Bible Kingsway. [Inestimáveis para o conhecimento das emoções de Davi naqueles momentos.]

carruagem, cavalos [NVI]. Dentro dos limites do que se sabe, Absalão foi o primeiro líder israelita a adquirir uma carruagem com cavalos (cf. Dt 17.16). Bíblia de Estudo NVI Vida.

2 Os portões da cidade era uma combinação de prefeitura e shopping center. … A entrada da cidade era o lugar perfeito para esta atividade porque transações governamentais e comerciais precisavam de testemunhas para serem legitimadas e qualquer um que entrasse e saísse da cidade teria de passar por ali. Life Application Study Bible Kingsway.

2-6 O comportamento de Absalão era extremamente vil. A beleza física e a deformidade da alma muitas vezes coexistem num mesmo indivíduo. Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento, F. B. Meyer.

Precisamos avaliar nosso líderes para nos certificarmos que seu carisma não é uma máscara para esconder corrupção, engano e fome de poder. Certifique-se de que, por debaixo de seu estilo e charme, eles sejam capazes de tomar boas decisões e tratar sabiamente com o povo. Life Application Study Bible Kingsway.

Vai-te em paz. Embora empregasse uma expressão padronizada (p. ex., 1Sm 1.17; 20.42; 29.7), a despedida de Davi a Absalão adiciona um toque de ironia à história, visto que Absalão planejava declarar guerra ao seu pai. Bíblia de Genebra.

10 trombetas. Um chifre de carneiro (shofar) tocado em contextos religiosos ou militares. Andrews Study Bible.

14 não poderemos salvar-nos de Absalão.Davi, não sabendo quanto apoio Absalão tem (cf. v. 13), receia ficar encurralado em Jerusalém, e quer poupar essa cidade de um banho de sangue. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Se Davi não houvesse fugido de Jerusalém, a luta que se seguiria poderia ter matado a ele e a muitos habitantes inocentes da cidade. Algumas lutas que julgamos necessárias podem ser muito custosas e destrutivas para os que nos rodeiam. Nestes casos, pode ser mais sábio recuar e deixar a luta para outro dia – mesmo que isso magoe nosso orgulho. É necessária coragem para ficar e lutar, mas também é necessária coragem para recuar em consideração a outros. Life Application Study Bible Kingsway.

16 para cuidarem da casa. Davi tencionava retornar em breve. Bíblia de Estudo NVI Vida.

23 o ribeiro de Cedrom. Um vale que corria do norte para o sul ao longo do lado oriental [leste] de Jerusalém e que separava Jerusalém do monte das Oliveiras. Bíblia de Genebra.

25 Torna a levar a arca de Deus. Davi, como é claro, resistia a qualquer noção de um poder mágico da arca (contrastar com os anciãos de Israel em 1Sm 4.3). Antes, ele se lançava sobre a misericórdia do Senhor. Bíblia de Genebra.

26 faça de mim como melhor lhe parecer. Com humildade, Davi aceitou a vontade do Senhor (10.12; 1Sm3.18); no entanto, isso não o impediu de tomar providências para assegurar sua sobrevivência (vs. 28.32-36). Bíblia de Genebra.



II SAMUEL 15 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
21 de julho de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: