Reavivados por Sua Palavra


II SAMUEL 20 by jquimelli
26 de julho de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/1-samuel/2sm-capitulo-20/

Joabe e seus homens estavam próximos a derrubar as muralhas da cidade de Abel de Bete-Maaca onde o rebelde Seba estava escondido. Uma sábia mulher sábia disse que destruir aquela cidade era como destruir uma das mães de Israel (v. 19). Joabe disse que apenas queria Seba. Então os habitantes cortaram a cabeça de Seba e a jogaram por cima do muro.

Tempos terríveis aqueles, por conta da lealdade à monarquia, sistema escolhido pelo povo israelita, apesar de terem sido avisados de suas consequências pelo profeta Samuel (1Sm 8:11-18).

Praticamente cada história bíblica nos lembra que o salário do pecado é a morte.Não podemos deixar de concordar com Samuel, que a monarquia não é um sistema ideal e, em essência, nenhum sistema será satisfatório enquanto vivermos neste mundo de Satanás e de pecado.

Querido Deus,
Tu és o nosso Rei dos Reis. Nossa adoração a Ti está acima de nossa lealdade a qualquer outro governante político ou religioso. Dê-nos a sabedoria para observar os Seus princípios, mesmos que os céus caiam. E que, em tempos de confusão, possamos falar com sabedoria.
Em nome de Jesus, Amém.

Koot van Wyk 
Kyungpook National University
Sangju, Coréia do Sul

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=533
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II SAMUEL 20 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
26 de julho de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



II SAMUEL 20 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
26 de julho de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

O sofrimento intenso de Davi registrado na Bíblia tem muitos objetivos, um deles é ajudar-nos a evitar o sofrimento causado pelo pecado. Temos de seguir seu exemplo positivo, porém fugir de suas atitudes negativas.

“Durante praticamente uma década do reinado de Davi as solenes palavras proferidas por Natã se cumpriram realisticamente. Começando pela imoralidade de Amnom, e prosseguindo até a supressão da rebelião de Seba, o mal foi fomentado na própria casa de Davi” destaca Samuel J. Schultz.

Veja a síntese deste capítulo, conforme Matthew Henry esboçou:

1. Antes que Davi chegasse a Jerusalém, uma nova rebelião é levantada por Seba (vs. 1-2).
2. Sua primeira obra, quando veio a Jerusalém, é condenar suas concubinas à prisão perpétua (v. 3).
3. Amasa, a quem confia a missão de levantar um exército contra Seba, é lento demais em suas ações, o que o atemoriza (vs. 4-6).
4. Um dos seus generais o assassina barbaramente, quando estavam no campo de batalha (vs. 7-13).
5. Seba finalmente está preso na cidade de Abel (vs. 14-15), mas os cidadãos o entregam a Joabe, assim a sua rebelião é esmagada (vs. 16-22).
6. O capítulo conclui com um breve relato dos grandes oficiais de Davi (vs. 23-26).

O grande conflito teve início no Céu, e, ao Satanás ser expulso de lá veio para a Terra. O conflito continuou desde que Adão e Eva cederam espaço ao pecado. Desde então houve guerras, desavenças, vinganças, rebelião, separação, contendas, assassinato, tragédias, etc.

Prossiga atentamente…

• Pessoas que lideram ao povo de Deus no cumprimento dos propósitos divinos neste mundo enfrentarão fortes oposições, lidarão com sérias rebeliões e, encararão tremendas conspirações (vs. 1-3);

• Dentre o povo de Deus sempre alguém levantará a bandeira do Céu, enfrentará ao mal, e porá o exército de Belial, os filhos do diabo, para correr (vs. 4-13);

• Deus, lá do Céu, intervém na história aqui da Terra, administrando toda situação a fim de que o mal não vença ao bem (vs. 14-22);

• Deus tem um exército de combatentes de gigantes do mal neste mundo (vs. 22-25).

Fuja do pecado para não perder tuas forças contra as fortes investidas do mal. Aprenda das falhas de Davi; mas, principalmente da sua postura frente aos inimigos dos planos divinos! – Heber Toth Armí.



2SAMUEL 20 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
26 de julho de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Eu sou uma das pacíficas e das fiéis em Israel; e tu procuras destruir uma cidade e uma mãe em Israel; por que, pois, devorarias a herança do Senhor?” (v.19).

Havia uma clara indisposição dos homens de Benjamim para com Davi devido à coroa ter sido retirada desta tribo. Após a maldição de Simei, surgiu a sedição de Seba, que causou uma grande divisão entre os filhos de Israel. Mas outras questões ainda inquietavam a Davi, como o destino das concubinas que haviam sido violadas por Absalão e as questões que envolviam a organização da nação. Tendo em vista o contexto daquele período, Davi foi misericordioso ao conceder asilo às concubinas “até ao dia em que morreram” (v.3).

Pelo que parece, o rei começou a evitar qualquer tipo de contato direto com Joabe. Primeiro, deu uma ordem a Amasa, e, depois, a Abisai, desconsiderando o poder de liderança de seu primeiro comandante. Esta indiferença, no entanto, só fortaleceu a obstinação de Joabe em readquirir o posto de seu dever. Por possuírem grau de parentesco, mesmo a espada na mão de Joabe não despertou desconfiança no vagaroso Amasa, que recebeu o beijo da morte.

Ainda decidido a provar para Davi a sua firme lealdade, Joabe prosseguiu em perseguir a Seba, ainda que tivesse de destruir uma cidade inteira que insistisse em abrigá-lo. Existem muitos personagens bíblicos que, apesar de não terem seus nomes revelados, se destacam por suas atitudes acertadas. A “mulher sábia” (v.16), por exemplo, conseguiu convencer o poderoso comandante a recuar de seu desígnio e o povo a fazer justiça, usando apenas palavras bem escolhidas.

Dentre as coisas que a Bíblia classifica como abominações diante de Deus, uma delas ganha destaque no livro de Provérbios: “Seis coisas o Senhor aborrece, e a sétima a Sua alma abomina… o que semeia contendas entre irmãos” (Pv.6:16 e 19). Como instrumento de Satanás, Seba andava por todo o Israel roubando os corações para o seu ambicioso propósito. Hoje, muitos têm usado as ferramentas da tecnologia para avançar no mesmo sentido. Mas, assim como Seba, “o homem de Belial, o homem vil, é o que anda com a perversidade na boca… Pelo que a sua destruição virá repentinamente” (Pv.6:12 e 15).

A nossa segurança não deve estar firmada em pessoas, ainda que estas não despertem desconfiança. Pois como Joabe agiu de forma traiçoeira para com Amasa, mesmo entre irmãos (ou principalmente entre irmãos), surgem más inclinações que só o Senhor consegue discernir. A nossa edificação deve estar sobre o inabalável fundamento do “está escrito” (Mt.4:4). Pois o próprio Jesus nos assegurou: “Todo aquele, pois, que ouve estas Minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha” (Mt.7:24).

Sendo a Bíblia o nosso manual de fé e prática, o Senhor nos dará a sabedoria para a nossa salvação e da “herança do Senhor” (v.19). Vigiemos e oremos!

Bom dia, sábios de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Samuel20 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



II SAMUEL 20 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
26 de julho de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

957 palavras

Homem de Belial (ARA; KJA: “desordeiro”), “homem indigno” (1 Sm 1.16). Bíblia Shedd.

Seba. Este benjamita ainda nutria o espírito de inimizade contra a casa de Davi e tirou vantagem da disputa entre os homens de Israel e de Judá (2Sm 19:41-43) para proclamar uma revolta. (CBASD-Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 2, P. 756).

Bicri. O segundo filho de Benjamim (Bequer, Gn 46.21; 1Cr 7:6-9) (Bíblia de Estudo NVI, Vida).

Então, todos os homens se separaram de Davi. Esta foi a resposta de Israel às duras palavras de Judá. Bíblia Shedd.

Pouco tempo antes, os homens de Israel estavam protestando em voz alta que tinham uma ligação maior com Davi do que os homens de Judá (2Sm 19:43). A natureza humana é verdadeiramente instável. (CBASD, vol. 2, P. 756).

Os homens de Judá se apegaram. A revolta de Absalão se originou em Judá, e Judá demorou a se colocar sob o estandarte de Davi (2Sm 19:11), mas desta vez Judá se apegou a ele. Foi bom Davi ter conquistado a afeiçãop de Judá, em vez de recusá-la, pois era a esses homens tão vagarosos em lhe dar as boas-vindas que ele devia seu trono. (CBASD, vol. 2, P. 757).

Amasa. Davi deixa Joabe de lado (Bíblia de Estudo NVI, Vida).

Amasa … demorou-se. Não se sabe bem o motivo, mas tudo indica que foi por influência de Joabe que, deposto do comando, trabalhou, então, contra Amasa (19:13) (Bíblia Shedd).

Amasa provavelmente fez o melhor que podia , mas talvez tenha sido atrapalhado a cada passo por oficiais e homens ainda leais a Joabe, bem como pelas dificuldade próprias da inquietude geral e da divisão que prevaleciam (CBASD, vol. 2, P. 757).

Abisai. Pela segunda vez, Davi deixa Joabe de lado (cf. v. 7) (Bíblia de Estudo NVI, Vida).

E não nos escape. No heb encontramos: “e nos arranque os olhos”. Bíblia Shedd.

Pedra grande. Rochedo isolado nas montanhas de Efraim. Bíblia Shedd.

Amasa veio perante eles. Tendo recrutado o povo, juntou-se aos outros para assumir o comando geral. Bíblia Shedd.

9,10 Joabe … lhe pegou a barba para o beijar. Fingindo submissão e amizade ao seu comandante e primo, Joabe mata-o, cometendo outra vez uma ação traiçoeira (3.27; 1Rs 2.5) (Bíblia Shedd).

10 no estômago (NVI). Pela segunda vez, Joabe comete homicídio doloso a fim de garantir a sua posição de comandante do exército de Davi (v. 1Rs 2.5,6). Desafiando a ordem de Davi, Joabe retoma por conta própria a posição de comandante (cf. v. 23) (Bíblia de Estudo NVI, Vida).

11 Quem estiver do lado de Joabe e de Davi. Para dissipar qualquer ideia de que Joabe estava aliado à conspiração de Seba, um apelo é feito para as tropas de Amasa apoiarem Joabe se realmente estivessem leais a Davi (Bíblia de Estudo NVI, Vida).

Joabe colocou um de seus homens de confiança no local, e este ficou proclamando uma frase que dava a entender que o próprio Amasa tinha sido morto por traição à causa de Davi, e que agora era Joabe que liderava a perseguição aos rebeldes a fim de que Davi tivesse o trono assegurado. A lealdade de Joabe a Davi era bem conhecida dos homens empenhados nesse conflito, e eles também se lembravam de Amasa como o homem que estava no comando das forças de Absalão, contra as quais haviam combatido havia pouco. Esses homens tinham pouca confiança em Amasa, e provavelmente ficaram felizes em vê-lo fora do caminho. Joabe, é claro, matou Amasa porque não podia tolerá-lo como rival e porque estava determinado a continuar em seu antigo posto (CBASD, vol. 2, P. 758).

12 Como o povo estava indeciso se ficava ao lado de Amasa ferido ou se seguia Joabe, um partidário deste escondeu o corpo daquele numa moita e, assim, o povo, não vendo mais a Amasa, seguiu a Joabe (Bíblia Shedd).

14 Abel-Bete-Maaca. Uma cidade antiga, do tempo da era do bronze (c. 1500 a.C.), mencionada nos anais de Tiglate-Pileser e de Tutmés III. Conhecida ainda como Abel-Main (2 Cr 16.4). … A cidade de Abel devia ser uma espécie de Atenas, onde vicejava a sabedoria. Daí o provérbio: peça-se um conselho em Abel (18). Bíblia Shedd.

Localizada ao norte de Dã (Bíblia de Estudo NVI, Vida).

Uma cidade na parte mais ao norte de Israel, famosa por sua sabedoria (2Rs 15.29) (Andrews Study Bible).

Levantaram contra a cidade um montão da altura do muro, ARA. KJA: “levantaram contra a cidade uma rampa que chegou até o alto da muralha externa”.

16 Mulher sábia. Talvez fosse a governadora a cidade, uma segunda Débora (Jz 4.4-14). Bíblia Shedd.

18 “O conselho sábio”, evita a guerra (22; Ec 9.18), poupa o tempo (pois o tempo gasto era o de parlamentar, 16-22); e economiza a despesa (pois a guerra, em si, custou apenas uma cabeça, 22). Bíblia Shedd.

19 E uma mãe em Israel. Refere-se à cidade de Abel, mãe em Israel. No texto grego (LXX) se lê: “E tu procuras destruir uma cidade, metrópole em Israel”. Bíblia Shedd.

23 Joabe reconquista o seu posto de general supremo das tropas, mesmo contra a vontade de Davi (Bíblia Shedd).

Joabe conservou sua posição como comandante do exército depois que a rebelião de Seba foi sufocada. (CBASD, vol. 2, P. 759).

Embora nem sempre gozasse de muito favor, manteve esse cargo até participar da conspiração de Adonias (1Rs 1.7; 2.28-35) (Bíblia de Estudo NVI, Vida).

24 Cronista, recolhia e anotava os eventos históricos do povo. Bíblia Shedd.

Dos que estavam sujeitos a trabalhos forçados. O sistema de trabalhos forçados se transformou num espinho tão grande na carne dos israelitas durante o reinado de Salomão, que Adorão foi morto por apedrejamento durante as primeiras dificuldades do reinado de Roboão, quando as tribos do norte se revoltaram (1Rs 12:18) (CBASD, vol. 2, P. 760).

25 Escrivão. Ministro que cuidava das finanças e dos direitos do Estado (Bíblia Shedd).

Os sacerdotes. Ou seja, “principais sacerdotes”. Esta lista mostra a restauração da ordem política de Davi (Andrews Study Bible).

26 Ministro (cohen, sacerdote).  Conselheiro, uma espécie e coordenador do Estado (8.16-18) (Bíblia Shedd).




%d blogueiros gostam disto: