Reavivados por Sua Palavra


II SAMUEL 23 by jquimelli
29 de julho de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/1-samuel/2sm-capitulo-23/

Este também é um capítulo duplicado. Isso significa que o Espírito Santo sentiu que seria bom incluir uma segunda vez as mesmas informações de 2 Samuel 23 em 1 Crônicas 11.

O Espírito Santo chama a nossa atenção para a realidade de lapsos de audição, escorregões de mão, lapsos de memória, em práticas de cópia de escriba. A Palavra de Deus ainda está entre nós? Sim! É confiável? Absolutamente sim! Esses fenômenos na Bíblia não são exclusivos desses dois capítulos em duplicata [2Sm 22 e 23]. Alguns relatórios foram escritos em tempos de paz e outros em tempo de aflição e de guerra.

A inspiração do Espírito Santo, enquanto Editor, mostra uma enorme compaixão com a humanidade, ao deixar que o homem se expresse aos seus semelhantes em seus próprios termos, com suas imperfeições. E, apesar dessas imperfeições, é o impacto do Espírito Santo na mente e no coração através da iluminação, que realmente conta.

Querido Deus,
Espírito Santo, Editor da Palavra de Deus escrita por mãos humanas, Tu tens a capacidade de retirar a imperfeição e deixar em nossas mentes um perfeito entendimento, a verdade plena. Nós sempre precisamos de sua orientação. Em nome de Jesus. Amém.

Koot van Wyk 
Kyungpook National University
Sangju, Coréia do Sul

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=536
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II SAMUEL 23 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
29 de julho de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria



II SAMUEL 23 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
29 de julho de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria
Todo grande pecador precisa de um Salvador maior que seus pecados. Mas, para isso, a devoção Àquele que, unicamente, resolve nossa situação oferecendo-nos salvação, deve ser tão real como a realidade de nossas transgressões.
 
Falando sobre Davi, Paul R. House sintetiza: “Ele peca, mas sempre volta para Yahweh, o que demonstra que no íntimo está comprometido com o Senhor. Davi falha, contudo avança em seguida na direção de Deus. Desse modo, sua devoção é tão real quanto seu pecado”.
 
Certamente, Davi revela que Deus sempre foi Sua prioridade. Diferentemente de Saul que, quanto mais tempo vivia, mais afastava-se de Deus, as últimas palavras de Davi revelam poeticamente sua exemplar devoção a Deus (vs. 1-7).
 
House também observa que Davi “em dois poemas ele canta acerca da ajuda divina (22.1-51; 23.1-7), contudo também depende da ajuda de seres humanos inescrupulosos (21.15-22; 23.8-29)”. Após o cântico, o texto apresenta nomes de homens valentes:
 
• Os três principais e primeiros valentes de Davi são: Josebete-Bassebete, Eleazar, e, Samá. O relato destaca façanhas e proezas destes três valentes que ajudaram, apoiaram e lutaram por Davi (vs. 8-12).
• Além destes três, há outros valentes em destaque: Abisai e Benaia (vs. 13-23).
• Há mais trinta guerreiros citados por nomes (vs. 24-39).
 
Embora fosse grande pecador, Davi submeteu-se ao grande Salvador. Isso faz toda diferença! Por isso, Davi também foi um grande guerreiro; um grande rei, quem deu início ao ungido trono messiânico; e, um grande profeta, e também sacerdote (Atos 2:30; Salmo 110:4).
 
Antes de apresentar os valentes, o autor inspirado apresentou o que, na visão de Ellen G. White é “um cântico de confiança, do mais sublime princípio, e fé imortal”. Desta forma, observando o capítulo inteiro, captamos grandes aplicações, importantes aos cristãos do século XXI:
 
1. Como igreja, precisamos ser dependentes de Deus, contudo, importa usar nossas forças e habilidades para derrotar as portas do inferno que obstaculizam o caminho ao céu.
2. O texto inspirado visa inspirar a sermos crentes corajosos, ousados e habilidosos ao avançar enfrentando oposições no engajamento dos planos divinos.
3. Todo membro da igreja cristã deve unir suas forças para que o reino de Deus avance sobre o reino das trevas.
 
Reflita: Se priorizarmos Deus em nossa vida, faremos proezas! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


2SAMUEL 23 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
29 de julho de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“O Espírito do Senhor fala por meu intermédio, e a Sua palavra está na minha língua” (v.2).

As palavras que introduzem este capítulo descrevem a Davi de quatro formas:

  1. O filho de Jessé: Era assim que o pastorzinho de ovelhas era conhecido antes de receber o chamado de Deus;
  2. Homem que foi exaltado: O Senhor reconheceu naquele jovem garoto um coração humilde e contrito e o exaltou à condição de príncipe do Seu povo;
  3. Ungido do Deus de Jacó: Havia uma aliança estabelecida com os patriarcas. A unção e eleição de Davi o tornou sucessor desta aliança;
  4. Mavioso (amável, suave) salmista de Israel: O seu dom musical e literário compunha a veia dócil do bravo guerreiro. Seus salmos expressam entrega completa a Deus, amadurecimento espiritual e sinceridade em sua adoração.

Davi era um homem de sangue, tornando-se uma espécie de justiceiro. Era compassivo com os errantes, paciente com os irmãos e intolerante com os ímpios. Era um homem intenso e forte e, ao mesmo tempo, frágil. Se era para chorar, o fazia com todas as suas forças. Se era para se alegrar, alegrava-se com toda a intensidade. E em um bando de homens fracassados e endividados, enxergou um exército de valentes.

Os valentes de Davi se destacavam não somente por suas obras, mas principalmente pelo amor e zelo que dedicavam ao seu líder. Eram homens extraordinários em força, determinação e coragem. Qualquer desafio era-lhes um privilégio cumprir. Através deles, o Senhor efetuou grandes livramentos no meio de Israel e deixou lições de lealdade e altruísmo que só a cruz pode superar. Independente de uma classificação quanto à valentia, todos eles estavam dispostos a dar a vida em favor do rei, inclusive “Urias, heteu” (v.39), que teve a sua vida abreviada a mando daquele a quem servia.

Assim como a vida de Davi foi cheia de altos e baixos, estamos todos no mesmo barco. Os valentes de Davi atravessaram o exército inimigo para levar a água de um poço a Davi. Jesus foi “obediente até à morte e morte de cruz” (Fp.2:8) para que possamos beber “de graça a água da vida” (Ap.22:17). Davi galgou fases em sua vida que o ensinaram a reconhecer a sua completa dependência de Deus. Os valentes de Davi conseguiam as vitórias porque o Senhor efetuava grande livramento. E através destes homens de Deus, o Senhor foi dando forma ao plano da salvação em Cristo Jesus, que estabeleceu com os fiéis de todos os tempos “uma aliança eterna” (v.5).

Ainda que Davi e sua casa não tenham alcançado o modelo ideal de uma família bem estruturada, ele confiava na promessa divina de que o cetro nunca sairia de sua casa. E o Senhor nos fez uma promessa: “voltarei e vos receberei para Mim mesmo” (Jo.14:3). Creia nesta promessa “em tudo bem-definida e segura” (v.5). Vigiemos e oremos!

Bom dia, fiéis do tempo do fim!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Samuel23 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



II SAMUEL 23 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
29 de julho de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

856 palavras

Este capítulo consiste de duas partes distintas. Os v. 1 a 7 são um salmo que constitui o último pronunciamento formal de Davi, e os v. 8 a 39 são uma lista de seus heróis. O cântico não se encontra nos Salmos. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 774.

1-7 As últimas palavras de Davi, registradas neste salmo, são parecidas com a última bênção de Jacó (Gn 49). Numa visão geral inspirada, revela uma mensagem messiânica completa, coroando assim a sua vida de maior poeta do AT, e o maior no gênero na literatura universal. Bíblia Shedd.

Era costumeiro louvar a Deus ao final de uma vida (Gn 49; Dt 33). Neste poema, Davi compara um governante a uma chuva suave [4], enquanto que um opressor ímpio a um espinho [6, 7]. Andrews Study Bible.

Palavra. Do heb. ne’um, um pronunciamento feito por Deus, diretamente ou por meio de Seus profetas. A palavra não é usada para designar pronunciamentos humanos comuns. ela ocorre com mais frequência na frase “diz o SENHOR”. Os falsos profetas usavam o termo para dar a impressão de que estavam comunicando mensagens divinas (Jr 23:31). CBASD, vol. 2, p. 774.

2 O Espírito Santo assiste ao homem e ensina-lhe o que deve falar (Mt 20.10; Jo 14.26). Bíblia Shedd.

3 Ao estilo de um profeta, Davi fala de um justo e reto governante. isto se cumpriria em Jesus Cristo em Seu retorno a governar com perfeita justiça e paz. Encontramos profecias similares em Is 11:1-10; Jr 23:5, 6; 33:15-18; Zc 9:9, 10. Veja o cumprimento de algumas destas profecias em Mt 4:14-16; Lc 24:25-27, 44-49; Jo 5:45-47; 8:28, 29. Bíblia Shedd.

no temor de Deus. Todo aquele que governa deve … fazê-lo no consciente temor de Deus, sempre consciente de que governa por nomeação divina e de que o Céu o considera responsável por toda decisão que toma. CBASD, vol. 2, p. 774.

como a luz da manhã… faz brotar da terra a erva. A pessoa que governa é capaz de trazer bênçãos se desempenhar suas responsabilidade de maneira justa e no temor de Deus. CBASD, vol. 2, p. 774.

5 A casa de Deus, aqui, refere-se a Cristo e Sua Igreja, que são perpétuos (7.8-16). Bíblia Shedd.

Pelo fato de Davi se esforçar para governar de maneira justa, sábia e no constante temor de Deus, o Senhor prometeu estabelecer sua dinastia para sempre. A promessa era condicional, e as condições não foram satisfeitas por sua descendência literal. Portanto, somente por meio de Cristo, como O descendente de Davi, é que essas promessas encontram cumprimento. CBASD, vol. 2, p. 775.

8-39 Essa lista de 37 (cf. v. 39) dos guerreiros mais valentes de Davi e o relato de algumas das suas façanhas têm seu paralelo em 1Cr 11.11-41. Ali, a lista é expandida, com mais de 16 nomes (1Cr 11.41-47). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Estes versos falam de algumas das façanhas das forças especiais de Davi. Haviam dois grupos de homens elite: “os Trinta” e “os Três” (23:18, 23; 1Cr 11:11-25). Para tornar-se membro de um destes grupos devia-se mostrar uma coragem sem paralelo em batalha, assim como sabedoria na liderança.. “Os Três” era o grupo da mais alta elite. A lista dos “Trinta” contém, na verdade, 37 nomes, mas menciona alguns guerreiros sabidamente mortos (Urias, por exemplo, em 23:39). Aparentemente, novos membros eram apontados para substituir aqueles que caíam nas batalhas. Life Application Study Bible Kingsway.

10 a mão… ficar pegada à espada. Ele havia segurado a espada com tanta força e durante tanto tempo que foi difícil soltá-la depois. CBASD, vol. 2, p. 775.

11 lentilhas. Em 1 Crônicas 11:13 e 14 é dito “cevada”…. O encontro em questão parece ter resultado de uma incursão feita por Sama em um pedaço de terra [onde existiam as duas plantações no local] que os filisteus provavelmente estavam saqueando. CBASD, vol. 2, p. 775.

13 no tempo da sega [colheita]. Durante os meses quentes e secos do verão. Andrews Study Bible.

14 fortaleza. Refere-se à fortaleza de Adulão (1Sm 22.1). Bíblia Shedd.

15 Belém. Cidade natal de Davi, localizada ao sul de Jerusalém (1Sm 17:58). Andrews Study Bible.

16,17 Davi não beberia esta água que representava as vidas de seus soldados. Em vez disso, ele a ofereceu a Deus. Life Application Study Bible Kingsway.

Para Davi, a água conseguida com risco da vida desses homens era como o sangue em que residia a vida deles (ver Gn 9:4; Lv 17:10, 11). CBASD, vol. 2, p. 775.

20 Benaia (8.18; 20.23), filho do sacerdote Joiada(1Cr 27.5 e 12.27), mais tarde constituído supremo general do exército (1Rs 2.35). Bíblia Shedd.

Apoiou a sucessão de Salomão ao trono (1Rs 1, 2) e acabou substituindo Joabe como comandante do exército (1Rs 2.35). Bíblia de Estudo NVI Vida.

23 o pôs sobre sua guarda. A posição de Benaia era a mesma que Davi ocupou diante de Saul (1Sm 22:14). Andrews Study Bible.

24 Asael. Uma vez que Asael foi morto por Abner enquanto Davi reinava em Hebrom (2Sm 2:23), é evidente que esta lista vem do período inicial do reinado de Davi. Asael comandava a quarta divisão (1Cr 27:7). CBASD, vol. 2, p. 776.

34 Eliã. Pai de Bate-Seba (v. 11.3) e filho do conselheiro de Davi, Aitofel, que participou da conspiração de Absalão (v. 15.12, 31, 34; 16.20-23; 17.1-23). Bíblia de Estudo NVI Vida.

35 Hezrai, carmelita. A maioria dos heróis de Davi era de sua região natal [Judá]. Carmelo, a moderna Kermel, era uma cidade que ficava 12 km ao sul, indo pelo leste, de Hebrom. CBASD, vol. 2, p. 777.

39 trinta e sete. Incluindo Joabe, o chefe do exército, cujo nome se encontra ausente da lista. Andrews Study Bible.



II SAMUEL 23 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
29 de julho de 2019, 0:03
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: