Reavivados por Sua Palavra


JOSUÉ 02 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
19 de abril de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Ouvindo isto, desmaiou-nos o coração, e em ninguém mais há ânimo algum, por causa da vossa presença; porque o Senhor, vosso Deus, é Deus em cima nos céus e embaixo na terra” (v.11).


Fortalecido e animado pelo Senhor e por seus irmãos, Josué decidiu iniciar o preparo para avançar à terra prometida. Diferente de quarenta anos atrás, quando Moisés enviara doze espias, obtendo o trágico resultado de um relatório desanimador, Josué decidiu enviar a Jericó apenas “dois homens, secretamente” (v.1). Esses homens certamente faziam parte de seu círculo de maior confiança e gozavam do mesmo espírito que um dia movera ele e Calebe como os únicos espias da antiga leva a retornar com boas-novas.

Como se tratava de uma cidade cuja população havia se envolvido em total corrupção e imoralidade, as casas de prostituição eram algo comum e aceitável. Pode ser que os espias não tivessem opção quanto à sua hospedagem. Pode ser também que o fato de ali se hospedarem fosse estratégico para não levantar suspeitas. Ou, gosto de pensar que o Senhor os guiou para a casa de Raabe, porque ali havia uma família para ser salva. De qualquer modo, Deus tinha um propósito especial naquela visita.

Se os dois israelitas desejavam não levantar suspeitas, o tiro saiu pela culatra, porque onde há filhos de Deus, é impossível não notar. Logo, a notícia chegou aos ouvidos do rei, que já estava sob forte tensão por tudo o que tinha ouvido sobre os prodígios do Deus de Israel. Raabe escondeu os seus hóspedes, despistou os servos do rei e iniciou um diálogo com os espias que deixou bem claro que o povo que é guiado pelo Senhor não tem o que temer. Apesar dos muitos deuses aos quais serviam, os cananeus não encontraram conforto e segurança alguma em nenhum deles e Raabe percebeu naquele episódio a última oportunidade de salvação para ela e para a sua casa.

O “cordão de fio de escarlata à janela” (v.18) representa a salvação em Cristo Jesus. Raabe precisava conservar a sua fé no Deus de Israel, fazendo com que sua família permanecesse dentro deste mesmo refúgio. Diferente de Ló, que não conseguiu reunir toda a sua família e salvá-los da destruição de Sodoma e Gomorra, Raabe conseguiu salvar toda a sua casa da destruição de Jericó. O afastamento de Ló do convívio de seu tio Abraão, resultou em tragédia e uma descendência ímpia e inimiga do povo de Deus. O afastamento de Raabe de sua nação ímpia para unir-se ao povo de Deus, resultou em bênção e no privilégio de fazer parte da genealogia do próprio Jesus (Mt.1:5).

Como os espias, temos sido reconhecidos como “filhos de Israel” (v.2), discípulos de Cristo? Não se trata apenas de aparência ou de conhecimento teológico. De modo algum! Trata-se de atitudes que exalam o bom perfume de Cristo. Sem dúvida alguma, aqueles espias mostravam em suas feições, em seu modo de falar, em seu olhar, algo que não se via mais naquele lugar. Por mais que tentassem ocultar-se, não o poderiam porque a presença de Deus os acompanhava. E quem anda com Deus, jamais pode passar despercebido. Que assim como aqueles espias, sejamos instrumentos do Senhor para levar salvação às famílias e, como Raabe, que o cordão escarlata da salvação esteja sempre em nosso coração e em nosso lar, “e serás salvo, tu e tua casa” (At.16:31).

Bom dia, salvos pela graça de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Josué2 #RPSP

Comentário em áudio:
youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: