Reavivados por Sua Palavra


NÚMEROS 26 – Comentado por Rosana Barros  by Ivan Barros
4 de março de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Entre estes, porém, nenhum houve dos que foram contados por Moisés e pelo sacerdote Arão, quando levantaram o censo dos filhos de Israel no deserto do Sinai” (v.64).


A longa peregrinação de Israel pelo deserto estava dando os primeiros sinais de seu fim. Como no Sinai, Deus ordenara a Moisés que fizesse a contagem dos homens do povo, de todos que fossem capazes “de sair à guerra” (v.2). Acampados “ao pé do Jordão, na altura de Jericó” (v.3), estavam margeando a terra prometida, às vésperas de adentrar no lugar tão aguardado. A começar pela tribo de Rúben, foram contadas as tribos, terminando com uma contagem especial da tribo de Levi.

O censo iniciou relembrando o caso de Datã e Abirão quando sua rebelião os levou à morte junto com suas famílias. “Mas os filhos de Corá não morreram” (v.11). Uma prova de que a justiça de Deus não isenta o culpado, mas também não culpa o inocente. A morte de Nadabe e Abiú também fora citada, encerrando o senso com a contagem especial dos levitas. Os quarenta anos no deserto serviram para forjar um povo que chamasse o pecado pelo nome e levasse adiante, de geração em geração, os princípios inegociáveis de Deus. Como o Senhor havia dito, após a sedição dos dez espias e de Israel, toda aquela geração morreria no deserto, menos “Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num” (v.65), por sua obediência, e confiança em Deus.
O segundo censo de Israel deixa claro que de milhares de pessoas que saíram do Egito, apenas duas alcançaram a recompensa. Noé e sua família, Ló, Josué e Calebe, representam o pequeno povo que o Senhor encontrará em pé no Dia de Seu retorno. Em um mundo com mais de sete bilhões de habitantes, há um remanescente sendo reavivado e reformado, aceitando o apelo final do Espírito Santo. Deus está levantando um último senso, e Ele nos relembra do pecado inaugural, que nasceu da rebelião de um anjo de luz, e do pecado final, que fará muitos serem enganados pelo “fogo estranho” (v.61).
Há uma necessidade urgente de homens e mulheres que sejam tão obedientes como Noé, tão nobres como Ló e tão corajosos e fiéis como Josué e Calebe. Uma geração de crentes que não se contamina com o mal, que não se corrompe com as influências e que confia nas promessas de Deus ainda que o mundo os odeie por isso. O Senhor tem uma recompensa eterna para dar ao Seu povo, “segundo as suas famílias” (v.57). A salvação bate à porta de nossos lares clamando para entrar e fazer morada. Josué e Calebe tiveram suas vidas e famílias preservadas pelo amor e devoção com que se dedicaram a Deus e à Sua obra, e tiveram o privilégio de entrar na contagem dos que herdariam Canaã.
Hoje é dia de decisão. Hoje é dia de senso nos registros celestiais. Como o apóstolo dos gentios, seja esta a nossa firme resolução:
“Quer, pois, vivamos ou morramos, somos do Senhor” (Rm.14:8).
Bom dia, herdeiros da Canaã celeste!
Rosana Garcia Barros
#PrimeiroDeus #Números26 #RPSP
Áudio: https://www.youtube.com/user/nanayuri100

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Excelente mensagem Irmã Rosana Deus abençoe você e sua família *Atenciosamente * *Arinaldo dos S. **Silva (Ari)* *(73)991431818 Tim **Whatsapp * *(73)32815910 Fixo*

Comentário por Arinaldo dos Santos Silva




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: