Reavivados por Sua Palavra


TIAGO 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
31 de agosto de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações” (v.2).


Ao contrário do que alguns pensam, historicamente a autoria desta epístola é atribuída não a Tiago, discípulo de Jesus, mas a Tiago, irmão de Jesus. Em Seu ministério terrestre, Jesus encontrou resistência por parte de Seus irmãos, o que tudo indica, filhos do primeiro casamento de José, que não acreditavam que Ele fosse de fato o Messias (Jo 7:5). Mas, após a Sua ressurreição, este quadro mudou, de forma que Tiago tornou-se, como ele mesmo afirmou, “servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo” (v.1). Sua epístola não foi dirigida a uma comunidade cristã apenas, mas o sentido da expressão “Dispersão” (v.1) aponta para a igreja primitiva como um todo espalhada por todas as nações, gerando uma identidade mundial e atemporal.

O tema inicial desta carta pública possui um contexto histórico que explica a ênfase dada por Tiago. Devido ao período de severa perseguição em Jerusalém, a maioria dos cristãos precisou fugir e passar por diversas provações em defesa de sua fé. A abordagem de Tiago, no entanto, causa certo incômodo quando apenas lida, e não examinada. A alegria de que ele se refere é a alegria proveniente de um coração que confia no Senhor. Lembram? “Entristecidos, mas sempre alegres” (2Co 6:10). É a alegria que não depende das circunstâncias. Ela simplesmente é real na vida daqueles que amam a Deus. E as provações, ainda que severas e constantes, produzem perseverança. E sobre este atributo, Cristo afirmou: “Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo” (Mt 24:13).

Percebam que Tiago não pausa um assunto para dar início a outro, mas dá continuidade ao dizer: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus” (v.5). Se alguém estivesse com dificuldades acerca de como agir em meio às provações, deveria apelar, “com fé” (v.6), à sabedoria divina. O “homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos” (v.8), a que Tiago se referiu é aquele que pende para as facilidades, preferindo seguir conselhos errados por amor à própria vida. É aquele que não está disposto a perder para poder ganhar; que se acovarda diante da ideia de renunciar o que é transitório. E ninguém, por mais pobre ou mais abastado que seja, está livre de ter que escolher de que lado ficar. Jesus afirmou: “Porquanto, quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por Minha causa achá-la-á” (Mt 16:25).

Sobre esses últimos repousa a bem-aventurança: “Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que O amam” (v.12). Não podemos confundir provação com tentação. Esta significa atração pelo que é mau. Já a provação é uma espécie de teste que mede a capacidade de superação; tem a ver com prova, com avaliação de conhecimento. Portanto, “Deus não pode ser tentado pelo mal e Ele mesmo a ninguém tenta” (v.13). Todo cristão que nasce no Reino dos Céus deve compreender que só conseguirá perseverar até o fim, se o seu conhecimento de Deus e de Sua Palavra for prático. Pois “aquele que considera, atentamente, na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar” (v.25).

As provações, portanto, são necessárias a fim de atestar a fé nAquele “em Quem não pode existir variação ou sombra de mudança” (v.17). Se somos Seus seguidores, também não podemos possuir uma fé vacilante, mas operante e firme, através da prática da verdadeira religião. Porque “a religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo” (v.27). Tiago abriu a sua epístola com um recado sobremodo impactante, mas demasiadamente necessário e urgente, que nos alcança hoje. Esta carta foi destinada para você e para mim. Vamos continuar examinando-a?

Bom dia, destinatários!

Desafio do dia: “Tornai-vos, pois, praticantes da Palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” (v.22).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Tiago1 #RPSP

*Participe deixando um comentário:


3 Comentários so far
Deixe um comentário

Bom dia irmã Rosana, obrigada pelo desafio de hoje. Estava sentindo muita falta deles.
Obrigada pela sua contribuição aqui no Reavivados.

Comentário por Francinete Lima Farias

Bom dia irmã Rosana, acompanho sempre o seu comentário e o desafio de hoje é muito relevante, afinal somos discípulos de Cristo. A tarefa é urgente. Deus nos ajude a cumpri-la.

Comentário por Odete da Silva Rosales

Que bela mensagem, precisamos acordar…

Comentário por Arinaldo




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: