Reavivados por Sua Palavra


HEBREUS 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
18 de agosto de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do Seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do Seu poder, depois de ter feito purificação dos pecados, assentou-Se à direita da Majestade, nas alturas” (v.3).


A discussão acerca da autoria de Hebreus é ampla e antiga. Ao longo de séculos, grandes estudiosos têm se debruçado sobre esta epístola e a examinado com minúcia a fim de encontrar indícios que confirmem suas expectativas. No entanto, maior luz há sobre o seu conteúdo que, independente do instrumento humano, revela preciosas verdades (apesar de ser adepta da corrente que defende a autoria paulina). “Havendo Deus, outrora, falado muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho” (v.1-2). O autor introduziu esta epístola exaltando a pessoa de Cristo Jesus e mostrando, através da própria Escritura, a clara distinção entre Cristo e os anjos.

Destinado aos judeus cristãos, este sermão em forma de carta certamente foi escrito com o objetivo de proporcionar uma clara compreensão sobre o ministério de Jesus a partir dos escritos do Antigo Testamento, e como todos os símbolos apontavam para o Redentor da humanidade. Os anjos desempenharam um papel fundamental nos primórdios de Israel. Esses mensageiros de Deus apareceram a alguns de seus patriarcas em visões, sonhos e até em forma corpórea. Por vezes, entretanto, a Bíblia se refere ao “Anjo do Senhor” de forma diferenciada, como sendo o próprio Deus. Ele não negava que O adorassem, quando, por exemplo, apareceu a Josué e este O adorou (Js 5:14).

Mesmo que a expressão utilizada em Josué tenha sido “um homem”, não deixa de assemelhar-se à aparição dos anjos quando se mostravam em forma humana. A aparição de Cristo, “o Príncipe dos exércitos do Senhor”, era uma forma de revelar aos Seus filhos de que Ele é um Deus pessoal e que os Seus anjos estão sob o Seu governo. O autor procurou desviar a atenção dos judeus da veneração das obras angélicas, para a maravilhosa obra da redenção por meio de Cristo Jesus. “Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação?” (v.14). O ministério dos anjos é tão somente mais um dos instrumentos de Deus para cuidar dos Seus filhos. Eles agem em favor de nossa salvação, mas nem um deles ou todos eles juntos poderiam pagar o caríssimo preço de nosso resgate.

Todas as cerimônias, festas e liturgias envolvendo o santuário terrestre prefiguravam o sacrifício, a redenção e a salvação por meio do sangue de Cristo. No átrio, Jesus é “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo 1:29). No lugar Santo, Ele é o Sacerdote que faz propiciação por nossos pecados. No lugar Santíssimo, Ele é o nosso Sumo Sacerdote, que nos purifica de todo o pecado e nos atribui a Sua própria justiça. O autor lançou o olhar para dentro do santuário e, didática e gradualmente, mostrou, ponto a ponto, que o ministério de Jesus foi perfeitamente cumprido na Terra e permanece sendo cumprido no Céu.

Aquele que é Deus conosco é “a expressão exata” do amor do Pai (v.3). Ele é o nosso Criador e os Seus “anos jamais terão fim” (v.11). Os anjos são os Seus ministros que Ele envia em nosso benefício e de todos quantos “hão de herdar a salvação”. Que jamais percamos de vista Aquele que Se entregou por nós, intercede por nós e faz expiação por nossos pecados. Sem dúvida alguma, o livro de Hebreus abrirá nossos olhos para melhor conhecermos e compreendermos o ministério sacerdotal de Cristo e para estudarmos juntos a doutrina do santuário onde Ele é o centro de tudo. O salmista Asafe precisava compreender esta verdade a fim de desviar seus olhos do efêmero mundo. Foi quando entrou no santuário, que então entendeu a justiça divina (Sl 73:17). Vamos entrar no santuário de Deus?

Feliz sábado, àqueles que hão de herdar a salvação!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Hebreus1 #RPSP

Deixe o seu comentário:


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: