Reavivados por Sua Palavra


OSEIAS 12, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
1 de dezembro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Converte-te a Deus, guarda o amor e o juízo e no teu Deus espera sempre” (v.6).


Sem dúvida alguma, Jacó não é o melhor exemplo a ser seguido. Desde o ventre  já demonstrava uma índole desvirtuada do que deveria ser. Na fase adulta, usou da mentira para conquistar algo que Deus já havia prometido conceder. Ou seja, Jacó gostava de dar o seu “jeitinho” para acelerar o processo que só cabia a Deus resolver.

A angústia de Jacó em sua luta com Deus revelou um homem transformado: daquele que dava uma “mãozinha” no destino, para aquele cujas mãos não largavam o Único que poderia verdadeiramente conceder-lhe um destino eterno e feliz. Em meio às lágrimas e profunda aflição, “ali falou Deus conosco” (v.4), ali falou Emanuel com Jacó que, pela primeira vez, demonstrou uma verdadeira entrega de sua vida abrindo o coração e agarrando-se Aquele que sabia exatamente por onde conduzi-lo.

A condição espiritual de Israel indicava um Jacó antes da experiência de Betel. Com “balança enganosa” (v.7) e espírito opressor, fazia as vezes de Laodiceia do Antigo Testamento. Tendo “enriquecido e adquirido grandes bens” (v.8), julgava-se sem pecado, desprezando, assim, a necessidade da graça divina. Mas o “SENHOR, o Deus dos Exércitos” (v.5), não desistia de Seus filhos enviando-lhes muitos profetas e multiplicando “as visões” (v.10).

Estamos vivendo o tempo da oportunidade. Tempo este que requer de nós a mesma atitude que teve Jacó “no vigor da sua idade” (v.3). Jacó deixou de lutar contra Deus para lutar por meio de Deus. Em meio a uma experiência surreal, entendeu o seu papel no plano da redenção: perseverar até o fim; agarrar-se nas vestes de justiça de Cristo e não deixá-Lo até receber a bênção. Jesus não nos prometeu uma vida desprovida de sofrimentos neste mundo. Muito pelo contrário, Ele foi bem claro ao dizer: “No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo” (Jo 16:33).

Enquanto não há genuína conversão, o amor é fingido, o juízo é desprezado e a fé é equivalente a um “saquitel furado” (Ag 1:6). É fácil ser cristão da boca para fora. Basta parecer ser o que não é, fingir que se importa com as pessoas e falar meia dúzia de palavras bonitas. Enquanto Jacó apegou-se ao fato de ter sido escolhido por Deus, colocando o seu chamado acima do Deus que o chamou, teve de sofrer as consequências de sua insanidade. Mas quando, em humilhação, rasgou o seu coração cheio de medo e de angústia diante do Senhor, entrou na luta que lhe tornaria vitorioso.

A grande batalha na qual estamos inseridos não reclama a nossa vida miserável, mas reclamou a vida perfeita dAquele que veio ser “Deus conosco” (v.4). Lutar com Deus não significa usar nossas próprias forças, mas aceitar a força divina em nossa vida ainda que tenhamos que manquejar no caminho para Casa (Gn 32:31). Assim como, “por meio de um profeta“, o Senhor “fez subir a Israel do Egito” (v.13), Deus ergueu a Sua mensageira para fazer com que a Sua igreja derradeira seja guardada para subir a Canaã. E, inspirada por Deus, ela escreveu:

A experiência de Jacó durante aquela noite de luta e angústia, representa a prova pela qual o povo de Deus deverá passar precisamente antes da segunda vinda de Cristo… Quando Cristo cessar a Sua obra como mediador em prol do homem, então começará este tempo de angústia… Assim como Jacó foi ameaçado de morte por seu irmão irado, o povo de Deus estará em perigo por parte dos ímpios, que procurarão destruí-los. E assim como o patriarca lutou toda a noite para conseguir livramento da mão de Esaú, clamarão os justos a Deus dia e noite por livramento dos inimigos que os cercam” (Ellen G. White, Patriarcas e Profetas, p. 137).

Jesus não está vindo buscar um povo “rico e abastado” (Ap 3:17), mas ao “aflito e abatido de espírito e que treme da [Sua] palavra” (Is 66:2). Perseveremos em lutar com Deus, revistamo-nos de Sua armadura e oremos uns pelos outros “em todo tempo no Espírito” (Ef 6:18). Eis a batalha da vitória!

Bom dia, exército de oração!

Jornada de oração, dia 15/21: Clamemos ao Senhor para que nos preserve em Seu caminho eterno.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Oseias12
#RPSP

Deixe seu comentário:


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: