Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 20 by jquimelli
19 de abril de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

“Os ouvidos que ouvem e os olhos que veem foram feitos pelo Senhor” Provérbios 20:12 NVI .

Tanto os olhos como os ouvidos são incrivelmente complexos, maravilhosamente competentes e incrivelmente delicados. Se os seus olhos estão funcionando corretamente, você vê imagens coloridas com grande clareza, muitas cores com uma enorme variedade de brilho, muito melhor do que as melhores câmeras podem detectar. E se os seus ouvidos estão funcionando corretamente, você ouve muitas faixas de frequências nas mais diferentes amplitudes. Não podemos sequer compreender plenamente a beleza da estrutura e função dos olhos e ouvidos que nos foram dados. E mesmo que possamos compreender plenamente o que já é conhecido agora, não há comparação com o que um dia seremos capazes de ver e ouvir (1 Cor 2:9).

Se um rico benfeitor dá a você e a mim um dom inestimável, um presente ideal para o aprendizado, a verdadeira gratidão por esse presente seria usá-lo adequadamente ao invés de mostrar desrespeito desperdiçando-o em atividades que nos afastam do doador. Então, quando Salomão está dizendo “Os ouvidos que ouvem e os olhos que veem foram feitos pelo Senhor”, eu o ouço dizendo que eu deveria usar esses dons incríveis para a honra e glória do supremo Criador. Eu o ouço me pedindo para sintonizar esses sentidos literais e espirituais nas revelações do Espírito Santo. Ele está me exortando a estar alerta aos sussurros do Espírito.

Senhor Deus, criador dos meus ouvidos e meus olhos, por favor, capacita-me a Te enxergar como realmente és. Por favor, permita-me ouvir Tua voz mansa e delicada falando ao meu coração. Que eu possa usar esses dons incríveis para trazer a Ti honra e glória neste mundo de trevas e confusão. Amém.

David A. Steen
Professor Emérito, Universidade Andrews

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/pro/20 e https://www.revivalandreformation.org/?id=894 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/pro/20/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/01/24
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Provérbios 20 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



PROVÉRBIOS 20 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
19 de abril de 2017, 0:56
Filed under: Sem categoria



PROVÉRBIOS 20 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
19 de abril de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

PROVÉRBIOS 20 – Precisamos saber o que caracteriza loucura e o que caracteriza sabedoria!

Ao iniciar o capítulo em questão, Derek Kidner faz ligação com o capítulo anterior: “O oposto da disposição alerta e humilde, bem como da diligência do discípulo da sabedoria (e.g. 19:20) é a atitude do dogmatismo (escarnecedor) e da agressividade (alvoroçadora) induzida pela bebida forte (que aqui se descreve, de modo poético, como personalidade forte que domina aquele que bebe)”

• É melhor ser discípulo da sabedoria do que escravo da bebida ou qualquer outro vício destruidor que torna qualquer pessoa em escrava do pecado.

O discípulo da sabedoria age com inteligência e integridade. Observe estes pontos:

1. O discípulo da sabedoria abstém-se de bebidas alcoólicas, possui bom caráter, é trabalhador equilibrado, atencioso e cauteloso; mas, o discípulo da loucura gosta de viver os sentimentos mais selvagens (vs. 1-5);
2. O discípulo da sabedoria tem aspirações elevadas e nobres, é regido pelo temor do Senhor e Seus princípios de amor; porém, o discípulo da tolice está sempre tentando dar um jeitinho para explorar com suas malandragens (vs. 6-20);
3. O discípulo da sabedoria é piedoso, tenta refrear o mal, é dedicado ao Deus onisciente e vive os princípios do Céu aqui na Terra; por outro lado, os princípios do inferno regem a conduta do discípulo do pecado (vs. 21-30).

“A sabedoria de Provérbios coloca Deus no centro da vida do homem. A sabedoria expressa por Salomão no Antigo Testamento, teria a sua revelação mais plena em Jesus Cristo nos dias da nova aliança. Disse Jesus: ‘A Rainha do Sul se levantará no Dia do Juízo com esta geração e a condenará, porque veio nos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis que está aqui quem é mais que Salomão’ (Mt 12.42; Lc 11.31). Paulo falou de Cristo como ‘sabedoria de Deus’ ( 1 Co 1.24; Cl 2.3)” (Earl C. Wollf).

• Deus é amor (I João 4:8), o amor é a essência da vida do sábio: “O amor e a verdade formam o bom líder; a liderança sadia firma-se na integridade do amor” (Provérbios 20:28).
• Bem interpretados e corretamente aplicados, “Provérbios” aproxima-nos de Jesus (João 5:39).

Não há como ser sábio sem amor, independente do Senhor! Reavivemo-nos: Sejamos sábios! – Heber Toth Armí.



PROVÉRBIOS 20 #RPSP Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
19 de abril de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Quem pode dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou do meu pecado?” (v. 9).


Ser justo não significa deixar de ser pecador. Ser justo significa que Alguém nos justificou: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1). Cristo assumiu a nossa culpa ao entregar a Sua vida na cruz e nos concedeu o privilégio da salvação por meio de Seu sacrifício e ressurreição. Porém, todos nós estamos sujeitos ao pecado até que Ele venha pela segunda vez (Apocalipse 1:7) e nos liberte de uma vez por todas. O apóstolo Paulo comparou o pecado com uma lei que rege a nossa natureza pecaminosa: “mas vejo, nos meus membros, outra lei que, guerreando contra a lei da minha mente, me faz prisioneiro da LEI DO PECADO que está nos meus membros” (Romanos 7:23). Isto é, a partir do momento em que aceitamos, pela fé, a justiça de Cristo, inicia-se uma batalha entre o bem e o mal em nós mesmos; batalha que só terá fim no Dia do retorno do nosso Salvador.

Quando Jesus foi confrontado pelos líderes judeus acerca do adultério de uma mulher, a Sua sabedoria fez com que todas as pedras caíssem ao chão. Aqueles líderes não tiveram argumentos diante de tais palavras: “Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra” (João 8:7). Certamente, o primeiro que se atravesse a lançar uma pedra, seria ele mesmo apedrejado pelos demais. Era considerada uma grande blasfêmia afirmar tal coisa. A Bíblia afirma que todos nós nos extraviamos e nos corrompemos (Salmo 14:3). Por isso, necessitamos de um Mediador (I Timóteo 2:5), do único que é verdadeiramente Justo: Jesus Cristo.

Quando aceitamos a Cristo como SENHOR e Salvador de nossas vidas, acontece uma metamorfose espiritual. É como se Deus olhasse do Céu e ao invés de enxergar a nossa natureza pecaminosa, Ele notasse que há um “casulo” que nos reveste, que é a justiça de Cristo. E somente se permanecermos dentro deste seguro revestimento, muito em breve, alcançaremos a plenitude da metamorfose. Assim como uma lagarta para se tornar em borboleta precisa obedecer a todo o processo natural, precisamos viver a justiça de Cristo e a novidade de vida que nos foi outorgada: “segundo é santo Aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento” (I Pedro 1:15).

Então, aquele que trilha o caminho eterno:

  • não será vencido pelo álcool (v. 1);
  • não se envolve em contendas (v. 3);
  • não comerá o pão da preguiça (v. 4);
  • não será desonesto (v. 17);
  • não se envolverá em fofocas (v. 19);
  • não desonrará pai e mãe (v. 20);
  • não será vingativo (v. 22);
  • aceitará a repreensão (v. 30).

Cada provérbio tem nos ensinado, e como um guia de sobrevivência nos fortalecido para o conflito espiritual que travamos dia após dia. Não podemos ignorar esta realidade e precisamos aprender, mediante a Palavra do SENHOR, a fazer “a guerra com prudência” (v. 18). Tome posse da armadura de Deus (Efésios 6:11) e erga “a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus” (Efésios 6:17) e, cada um de teus passos serão “dirigidos pelo SENHOR” (v. 24).

Continua…

Bom dia, justificados pela fé em Cristo Jesus!

Desafio do dia: Pesquise sobre o processo natural que faz surgir uma borboleta. Cristo usou a natureza para extrair grandes lições espirituais. Siga o Seu exemplo.

Rosana Garcia Barros
#PrimeiroDeus
#Provérbios20




%d blogueiros gostam disto: