Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 8 by jquimelli
7 de abril de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

O uso de palavras profanas e obscenas me deixa muito desconfortável.

A agência de notícias onde eu trabalho na Rússia não tinha regras claras quanto ao uso de palavras obscenas nos textos. Mas eu percebi que não poderia ser a única pessoa entre os meus colegas de profissão que desejava dizer juntamente com Salomão: “Todas as minhas palavras são justas; nenhuma delas é distorcida ou perversa” (v. 8, NVI). Então, eu tomei emprestado e adotei a política do jornal Washington Post a qual proibe palavrões em seus artigos e recomenda a substituição entre parênteses da obscenidade em uma citação direta.

Foi muito difícil manter esta política no início. Uns poucos jornalistas insistiram que suas histórias perdiam impacto sem as palavras profanas. Mas eu me mantive firme na defesa do que acreditava ser correto. Pouco tempo depois, o governo russo entrou em cena. Em um esforço para proteger as crianças, foi aprovada uma lei exigindo que as organizações de mídia avaliassem criteriosamente seus conteúdos. Optamos por uma classificação um pouco melhor tornando ilegal para nós mesmos publicar palavrões.

As vezes esquecemos que é errado falar palavrões, espalhar boatos e contar piadas sujas. Mas somos alertados por Salomão: “Temer o Senhor é odiar o mal; odeio o orgulho e a arrogância, o mau comportamento e o falar perverso” (v. 13, NVI). Amar a Deus envolve odiar as palavras ofensivas.

Fiquei contente quando o governo russo apoiou a minha política mais elevada quanto ao uso das palavras. Mas melhor mesmo é receber a aprovação de Deus.

Andrew McChesney
Jornalista na Rússia

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/pro/8 e https://www.revivalandreformation.org/?id=882 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/pro/8/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/01/12
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Provérbios 8 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas – “No Espírito e Poder de Elias”: https://credeemseusprofetas.org/



PROVÉRBIOS 8 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
7 de abril de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



PROVÉRBIOS 8 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
7 de abril de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

PROVÉRBIOS 8 – A sabedoria não surgiu com a evolução. Absolutamente! É loucura pensar que a sabedoria surgiu por acaso, do nada. A sabedoria é um dom dado aos humanos pelo Criador.

O capítulo em apreço é assim sumariado por Bruce K. Waltke:

1. Introdução (vs. 1-10):

a) Marco e destinatário do discurso sobre a sabedoria (vs. 1-5);
b) Exortação de sabedoria para escutar com motivação (vs. 6-11).

2. Lição (vs. 12-31):

a) Atributos da sabedoria comunicáveis em tempos históricos (vs. 12-21):
• Papel da sabedoria na ordem civil (vs. 12-16);
• Presentes de glória material da sabedoria para aqueles que a amam (vs. 17-21).
b) Nascimento e celebração da sabedoria nos primórdios dos tempos (vs. 22-31).

3. Conclusão (vs. 32-36).

Este capítulo apresenta características da sabedoria; essencialmente, “a sabedoria, em Provérbios 8, vai além da mera personificação poética e se refere, na verdade, a um Ser divino – o Cristo pré-encarnado, que foi Criador associado com o Pai e serviu, mesmo antes do pecado, como Mediador entre a Divindade infinita e criaturas finitas”, comenta Jacques Doukhan.

Um dos grandes problemas apresentados a essa interpretação é que o texto é claro quando a sabedoria declara: “Antes de haver abismos, eu nasci…” (v. 24). Doukhan explica que isso “não indica que Cristo nasceu literalmente e não implica que houve um tempo anterior em que Cristo não existia. Ao contrário, alusões ao nascimento, quando associadas a palavras hebraicas como ‘estabeleci’ (v. 23), constituem uma linguagem técnica do Antigo Testamento para se referir à instalação de uma pessoa num novo cargo”.

Jesus recebe incumbência de ser o Criador, Ele é a sabedoria em pessoa (Colossenses 2:3). Por conseguinte, Jesus está convidando-nos, neste texto, a:

• Ouvir e confiar em Suas Palavras fieis e verdadeiras a fim de que sejamos sábios e prósperos;
• A termos um encontro com Ele e receber dEle as orientações para vivermos na terra os princípios da justiça que promove a vida;
• Considerarmos os Seus planos de sabedoria para que nossa vida esteja com harmonia com Sua vontade e seja cheia da sublime alegria e felicidade.

Somente quem tem Jesus no coração pode realmente agir com sabedoria; pois, assim, o pecador andará como Ele, a personificação da sabedoria, andou (I João 2:6).

Reavivemo-nos: Vamos ser felizes vivendo em sabedoria? – Heber Toth Armí.



PROVÉRBIOS 8 #RPSP Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
7 de abril de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Meu é o conselho e a verdadeira sabedoria, eu sou o Entendimento, minha é a fortaleza” (v. 14).

Estudando o antigo testamento temos escavado verdadeiros tesouros e descoberto verdades que com certeza têm transformado a nossa vida e a nossa maneira de pensar. Ao estudarmos a Sua Palavra, o SENHOR nos convida a uma expedição arqueológica explorando minuciosamente cada capítulo na intenção de encontrarmos as mais belas e preciosas descobertas. Não há nada encoberto que Deus não possa revelar a todo aquele que O ama e que busca nEle a sabedoria.

A declaração do verso 14 nos dá a impressão de que uma pessoa está falando e não mais uma ilustração da sabedoria. Não faria sentido a sabedoria dizer que ela é a verdadeira sabedoria e nem o próprio Salomão declarar ser ele mesmo o entendimento. Mas, a afirmação central do verso merece destaque: “EU SOU o Entendimento”. Quem Se declara o próprio EU SOU?

“… se não crerdes que EU SOU, morrereis nos vossos pecados” (João 8:24).

Jesus Cristo, o Verbo e o EU SOU, Ele é a Fonte de toda a sabedoria e de todo o entendimento.

Cristo disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” (João 14:6). A sabedoria proclama a verdade, concede a felicidade aos que seguem seus caminhos (v. 32) e conduz à vida (v. 35). A sabedoria é eterna (v. 23), assim como Cristo é eterno. E tudo isto é colocado à nossa disposição se tão-somente pedirmos (Tiago 1:5). O apóstolo Paulo descreveu a verdadeira sabedoria, e como encontrá-la: “mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, outrora oculta, a qual Deus preordenou desde a eternidade para a nossa glória… mas Deus no-lo revelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus” (I Coríntios 2:7 e 10). Vocês compreendem o poder desta mensagem? A sabedoria de Deus era um mistério antes de ser revelada em Cristo. E a revelação de Jesus Cristo só pode ser entendida através do Espírito Santo.

Porque “as coisas de Deus ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus” (I Coríntios 2:11). Ou seja, quem não tem o Espírito de Deus não possui sabedoria, e, consequentemente, não tem a verdade, anda sem direção e não tem a vida. Porém, todo aquele que é espiritual possui “a mente de Cristo” (I Coríntios 2:16). Quer uma sabedoria mais privilegiada do que esta?

Não existe!

A excelência da sabedoria está em seguir os passos de Jesus e a eternidade está em perseverar neste propósito até o fim (Mateus 24:13). E isto só será possível mediante a orientação do Espírito Santo. Atenda , hoje (Hebreus 3:15), à voz do Espírito: “Feliz o homem que Me dá ouvidos” (v. 34) e alcançarás o “favor do SENHOR” (v. 35). Persevere em estudar a Sua Palavra e acharás a vida (v. 35).

Bom dia, guiados pelo Espírito Santo!

Desafio do dia: Compartilhe com amigos e familiares o que você tem aprendido no estudo da Bíblia. Quanto mais você compartilhar, mais sabedoria o Espírito Santo lhe dará.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus  #Provérbios8




%d blogueiros gostam disto: