Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 20 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
19 de abril de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

PROVÉRBIOS 20 – Precisamos saber o que caracteriza loucura e o que caracteriza sabedoria!

Ao iniciar o capítulo em questão, Derek Kidner faz ligação com o capítulo anterior: “O oposto da disposição alerta e humilde, bem como da diligência do discípulo da sabedoria (e.g. 19:20) é a atitude do dogmatismo (escarnecedor) e da agressividade (alvoroçadora) induzida pela bebida forte (que aqui se descreve, de modo poético, como personalidade forte que domina aquele que bebe)”

• É melhor ser discípulo da sabedoria do que escravo da bebida ou qualquer outro vício destruidor que torna qualquer pessoa em escrava do pecado.

O discípulo da sabedoria age com inteligência e integridade. Observe estes pontos:

1. O discípulo da sabedoria abstém-se de bebidas alcoólicas, possui bom caráter, é trabalhador equilibrado, atencioso e cauteloso; mas, o discípulo da loucura gosta de viver os sentimentos mais selvagens (vs. 1-5);
2. O discípulo da sabedoria tem aspirações elevadas e nobres, é regido pelo temor do Senhor e Seus princípios de amor; porém, o discípulo da tolice está sempre tentando dar um jeitinho para explorar com suas malandragens (vs. 6-20);
3. O discípulo da sabedoria é piedoso, tenta refrear o mal, é dedicado ao Deus onisciente e vive os princípios do Céu aqui na Terra; por outro lado, os princípios do inferno regem a conduta do discípulo do pecado (vs. 21-30).

“A sabedoria de Provérbios coloca Deus no centro da vida do homem. A sabedoria expressa por Salomão no Antigo Testamento, teria a sua revelação mais plena em Jesus Cristo nos dias da nova aliança. Disse Jesus: ‘A Rainha do Sul se levantará no Dia do Juízo com esta geração e a condenará, porque veio nos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis que está aqui quem é mais que Salomão’ (Mt 12.42; Lc 11.31). Paulo falou de Cristo como ‘sabedoria de Deus’ ( 1 Co 1.24; Cl 2.3)” (Earl C. Wollf).

• Deus é amor (I João 4:8), o amor é a essência da vida do sábio: “O amor e a verdade formam o bom líder; a liderança sadia firma-se na integridade do amor” (Provérbios 20:28).
• Bem interpretados e corretamente aplicados, “Provérbios” aproxima-nos de Jesus (João 5:39).

Não há como ser sábio sem amor, independente do Senhor! Reavivemo-nos: Sejamos sábios! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: