Reavivados por Sua Palavra


2CRÔNICAS 13 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
27 de outubro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“… não pelejeis contra o Senhor, Deus de vossos pais, porque não sereis bem sucedidos” (v.12).

O relato do reinado de Abias no primeiro livro de Reis 15:1-8 não é favorável como o de hoje. Lá em Reis, a Bíblia diz que ele “andou em todos os pecados que seu pai havia cometido” (1Rs15:3). Já o relato de hoje, revela um episódio de muita fé por parte de Abias. Lá estava ele e seu exército de quatrocentos mil homens. Jeroboão, por sua vez, levou o dobro de “guerreiros valentes” (v.3). Era uma enorme desvantagem. Aparentemente, uma derrota certa para o exército de Judá. E seria, de fato, uma terrível derrota, não fosse a decisão de Abias. Ele decidiu, firmemente, confiar em Deus. Ele confiava na fidelidade da aliança do Senhor. A “aliança de sal” significava permanência, segurança no fiel e imutável caráter de Deus.

Enquanto Abias confiava no Senhor, Jeroboão confiava em “bezerros de ouro” (v.8). Abias tinha a certeza de que Deus estava com Judá. Então, eles clamaram a Deus, os sacerdotes tocaram suas trombetas, os homens gritaram e Deus feriu Jeroboão e o “imbatível” exército de Israel. Diante das batalhas da vida, a quem você tem pedido auxílio? Jeroboão e Israel confiaram em imagens de fundição e uniram-se a “gente vadia, homens malignos” (v.7). Abias e Judá confiaram no Senhor e uniram-se aos eleitos do Senhor. Qual foi o resultado de confiar em imagens de escultura e em homens ímpios? “feriu Deus a Jeroboão e a todo o Israel” (v.15); “Os filhos de Israel fugiram de diante de Judá” (v.16); “foram humilhados os filhos de Israel” (v.18); “feriu o Senhor a Jeroboão, que morreu” (v.20).

E o que aconteceu com Abias e com Judá?

“Deus os entregara nas suas mãos” (v.16); “prevaleceram os filhos de Judá, porque confiaram no Senhor, Deus de seus pais” (v.18); “Abias, porém, se fortificou” (v.21). Amados, não há sucesso em pelejar contra Deus. Quando alguém intenta ferir um de Seus pequeninos, é como se estivesse ferindo a Ele mesmo. Diante daquele que perseguia o Seu povo, Jesus disse: “Saulo, Saulo, por que Me persegues?” (At.9:4). Jesus está em cada um de Seus filhos, habitando em cada coração que a Ele se entrega. Nenhum deles que clame e grite ao Senhor por livramento é rejeitado. Nenhum!

O resultado de nossas batalhas depende da escolha do general. Depositaremos a nossa confiança em ídolos modernos e marcharemos com um exército de homens corruptos (2Tm.3:1-5)? Ou confiaremos em Deus e em Sua Palavra, como Seu remanescente fiel (Ap.12:17)? Seguir o caminho da multidão nunca foi sinônimo de vitória. Lembrem-se que apesar de divididos, Judá e Israel ainda faziam parte do mesmo povo. Tomemos muito cuidado, meus irmãos, com o que nos advertiu Paulo: “Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com as doutrinas que aprendestes; afastai-vos deles” (Rm.16:17). Jeroboão foi o organizador da rebelião e isso gerou guerras e separação entre o povo de Deus. Não sejamos, pois, “homens malignos” (v.7), mas “se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens” (Rm.12:18). Confiemos nossas lutas Àquele a quem pertence a justiça e a vingança (Rm.12:19): o Senhor dos Exércitos! Porque enquanto clamamos, Ele luta por nós. Vigiemos e oremos!

Bom dia, exército do Deus vivo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Crônicas13 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: