Reavivados por Sua Palavra


1Crônicas 21 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
6 de outubro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Então, Satanás se levantou contra Israel e incitou a Davi a levantar o censo de Israel” (v.1).

A sabedoria que Deus tem prazer em nos conceder (Tg.1:5), é dada na medida que nos dispomos a recebê-la. Cada dia enfrentamos novos desafios, novas situações, e a partir daí nossas intenções são provadas. Pediremos a Deus para nos conduzir, ou faremos tudo conforme a nossa vontade? Mesmo um homem segundo o coração de Deus não escapou de ser incitado por Satanás. Davi resolveu levantar um censo impulsionado pelo orgulho. E apesar de Joabe ter-lhe advertido sobre o mal que atingiria todo o povo, Davi usou de seu título e posição a fim de que sua palavra prevalecesse.

A sua coroa não era para que recebesse privilégios, mas para que lhe fosse um privilégio servir a Deus e ao Seu povo. Suas palavras não poderiam invalidar o assim diz o Senhor, e sim confirmá-lo. Ao perceber a sua iniquidade e que havia procedido “mui loucamente” (v.8), Davi resolveu fazer o que deveria ter feito antes: orar. A espada do Senhor que veio logo depois foi a prova inquestionável do quanto é perigoso e destrutivo não manter a vigilância no terreno do coração. Porque “enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jr.17:9).

Precisamos proteger as entradas da alma com as mesmas armas usadas por Cristo. Quando no deserto da tentação, Jesus venceu Satanás através da tríplice estratégia: jejum, oração e uso correto do “está escrito” (Mt.4:4). Se dizemos servir a Deus, mas não temos uma experiência relacional com Ele todos os dias, nos tornamos alvo fácil para o Maligno contra os nossos irmãos e contra a nossa própria salvação. A verdadeira sabedoria jamais é concedida para atender ao capricho humano, mas é liberalmente concedida àquele que teme ao Senhor. Pois “o temor do Senhor é o princípio da sabedoria” (Pv.9:10).

O Senhor repreendeu a Davi, e ele se revoltou? Não, amados! Deus repreendeu a Davi, e Davi O amou! Como está escrito: “Repreende o sábio, e ele te amará” (Pv.9:8). A oração intercessora de Davi pelo povo foi uma confirmação do grande amor que devotava a Deus e de como havia se arrependido de seu pecado. Seu coração ficou em pedaços ao ver os resultados de sua imprudência. Ao permitir que o orgulho o dominasse, e o número de seu exército fosse mais importante do que reconhecer que a mão do Senhor vencia as batalhas, Davi entrou no perigoso terreno do seu próprio “eu”. Portanto, “não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal” (Pv.3:7).

Deus não deseja enviar um “anjo destruidor” (v.15) em nossa vida. Ele deseja que vivamos a experiência de Ornã. Este personagem não estava fazendo nada de grandioso para receber o privilégio de ver o Anjo do Senhor. Ele estava em sua lida diária. Quando Davi deixou de cumprir os seus deveres para viver suas vaidades, deu lugar a atuação de Satanás. Mas quando os filhos de Deus se ocupam em fazer aquilo que o Senhor os designou, por mais simples que seja o serviço, seus olhos são abertos para ver o sobrenatural, e sua resposta não pode ser diferente da resposta de Ornã: “dou tudo” (v.23)!

Assim como Davi se recusou a oferecer holocausto que não lhe custasse nada, que não poderia se beneficiar da entrega e devoção de Ornã, a nossa entrega e devoção a Deus deve ser pessoal e intransferível. Não podemos depender da espiritualidade do outro, mas buscar diariamente fortalecer a nossa própria experiência particular com o Senhor. Que possamos oferecer a Deus o que Ele mesmo nos pede: “Dá-me, filho meu, o teu coração” (Pv.23:26) e edificar “ali um altar ao Senhor” (v.26) a cada dia, para que sejamos transformados pelo Espírito Santo e a nossa vida seja sempre uma oferta agradável ao Senhor. Vigiemos e oremos!

Feliz semana, tementes a Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #1Crônicas21 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Esse capítulo mostra as consequências das nossas decisões, foi multiplicada a reação para a teimosia do Rei Davi. Ficou evidente a Guerra espiritual que começou no Céu.

Comentário por Antônio Augusto Zoppi




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: