Reavivados por Sua Palavra


2 REIS 22 by jquimelli
12 de setembro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/2rs/22

Este capítulo da saga de Israel destaca a importância da obediência. A obediência realmente segue a vontade de Deus, conforme estabelecido por Sua palavra ou pelo que Ele nos comunica. Nesse caso, Israel como um todo havia desviado seus corações de Deus e se desviado do caminho da obediência. Mas um novo rei estava chegando, e a maré do pecado seria contida pelo menino rei Josias. Josias tinha 8 anos quando se tornou rei. Oito! E esse menino rei foi melhor em resistir à tentação do que todos os reis adultos que passaram diante dele.

Há, é claro, uma lição nesta história: um Deus que se comunica muitas vezes através das Escrituras. “Uma criança pequena deve liderá-los.” Este e um chamado para ouvir as crianças. Não os mandem embora. Ouça verdadeiramente o que eles têm a dizer sobre o futuro da igreja.

A importância do ouvir me leva ao próximo ponto. No versículo 19, o SENHOR diz: “Eu ouvi você.” Oramos todos os dias – pelas nossas refeições, antes de irmos para a cama, antes de dirigirmos nossos carros, em todos os momentos. Mas muitas vezes não oramos como se Deus estivesse realmente nos ouvindo. Imagine a diferença em nossas orações e nossas vidas se realmente acreditássemos que Deus nos ouve. E, confie em mim, ele ouve.

Solana Campbell
Great Lakes Adventist Academy
Michigan USA

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=581
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



2 REIS 22 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
12 de setembro de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



2 REIS 22 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
12 de setembro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Para quem abre a mente e o coração a tudo o que Deus quer ensinar neste capítulo será ricamente beneficiado, impactado pelo poder da Palavra de Deus e, perceberá que Deus interfere na história por causa dos justos.

• Josias assumiu o trono de Judá aos oito anos de idade e agiu humildemente diante do Senhor (vs. 1-2);

• Josias preparou-se para restaurar/reformar o templo que tinha sido profanado por seu pai (vs. 3-7);

• No reforma do Templo, o livro da Lei (a Palavra de Deus), foi encontrado e lido (vs. 8-14);

• A profetiza Hulda interpretou o livro da Lei e profetizou: Juízo para Judá, paz durante o reinado de Josias (vs. 15-20).

Já naquela época, a Palavra escrita poucos séculos antes, precisava ser interpretada – quanto mais hoje! Comenta Paul R. House que “Hulda continua a grande tradição profética de proclamar a palavra de Deus com fidelidade e precisão, embora dessa vez a atenção esteja voltada para a interpretação de uma palavra escrita já existente”, assim como fez Ellen G. White.

O Espírito Santo capacita pessoas consagradas para interpretar adequadamente a Palavra revelada, quando um filho sincero busca entender o significado espiritual do texto inspirado, como em Atos 8:26-40.

Quando há interesse do leitor, e a Bíblia é bem interpretada, batismos acontecem e reavivamentos aparecem. O batismo do eunuco e o reinado de Josias provam isso!

Reflita nestes pontos:

1. Aquele que se dispõe a ouvir atentamente à Palavra de Deus terá sua existência marcada pela proteção e cuidado de Deus;

2. Paz, prosperidade, reformas e espiritualidade caracterizam a vivência do ouvinte atento da Palavra de Deus;

3. Em meio a tantos péssimos exemplos de reis e, em meio às densas trevas do pecado, aquele que opta por viver os princípios do Céu será recompensado.

4. Uma andorinha só não faz verão, assim como um indivíduo fiel sozinho não reverte a ira de Deus sobre uma nação perversa, mas influencia o tempo e o agir de Deus.

5. Saber interpretar a Bíblia a fim de aplicá-la no contexto necessário é fundamental para que haja mudança de vida, a qual atrairá a misericórdia divina.

Não sejas apenas leitor da Bíblia, interprete-a e assimile corretamente seu conteúdo em tuas ações e serás recompensado por Deus! – Heber Toth Armí



2REIS 22 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
12 de setembro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Relatou mais o escrivão Safã ao rei, dizendo: O sacerdote Hilquias me entregou um livro. E Safã o leu diante do rei” (v.10).

Ao contrário de seu pai, Josias fez “o que era reto perante o Senhor”, e “andou em todo o caminho de Davi”, sem se desviar “nem para a direita nem para a esquerda” (v.2). Josias não se apartava do Senhor, ainda que não tivesse completo conhecimento das Escrituras. O início de sua história assemelha-se muito com a do rei Joás. Coroados ainda na infância, os dois promoveram a restauração da Casa do Senhor, um símbolo do desejo em resgatar a verdadeira adoração no meio de uma geração idólatra.

O que Josias não esperava era que, além do relatório sobre o andamento dos reparos do templo, Safã retornaria com o que daria início à verdadeira, urgente e necessária reforma. Após ouvir a leitura do Livro da Lei, o rei “rasgou as suas vestes” (v.11) e ficou sobremodo aflito. Por muitos anos, o povo andava errante e, mesmo que buscasse andar reto diante de Deus, Josias lamentou o tempo em que permaneceu na ignorância.

Josias buscou ser fiel a Deus dentro do mínimo que havia aprendido. Mas no mínimo de que tinha conhecimento, foi grande em fidelidade. Compreendem? Como está escrito: “Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependam” (At.17:30). E nós dizemos? Amém! Louvado seja Deus! Conseguiram entender melhor porque não é a Lei que salva? É o Senhor, e apenas Ele. Mas é a Lei do Senhor que revela os nossos pecados, a Palavra de Deus que nos santifica (Jo.17:17). Por isso que Josias sentiu-se imensamente enternecido e se humilhou diante de Deus. Porque ele amava a Deus com todo o seu coração, e entristecer o Seu Senhor era a última coisa que ele queria.

Josias era um verdadeiro adorador do Deus vivo, mesmo desconhecendo a maneira correta de adorá-Lo. E esta é uma enorme lição para nós. Somos naturalmente críticos e julgadores. Temos muita facilidade em atirar pedras, mas corremos léguas se estas estiverem apontadas em nossa direção.

No entanto, eu lhe convido a prestar muita atenção ao que o Espírito Santo nos quer dizer hoje: O Senhor possui um exército de verdadeiros adoradores espalhados por todo o globo! E o Seu alistamento não é feito na igreja. Repito: o alistamento para o exército militante de Deus não é realizado na igreja. A convocação para o exército de uma multidão que ninguém poderá enumerar (Ap.7:9) é realizada no coração.

“Porquanto o teu coração se enterneceu” (v.19), foi a atitude de Josias. Naquele momento a sua fidelidade foi provada e aprovada. Ele entendeu que o que leu não se tratava apenas de um livro, mas O Livro, a carta de amor do Senhor que o ouviu (v.19). Deus tem uma igreja invisível espalhada por todo este mundo. Pessoas que ainda não conhecem a verdade, mas que são motivadas pelo amor que “tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” (1Co.13:7). Pessoas que ainda não carregam o título de cristãs no nome, mas que já o são no coração.

A resposta do Senhor por intermédio da profetisa Hulda não foi somente para Josias, mas para todo aquele que, como ele, deseja servir a Deus com inteireza de coração. E Deus terminou dizendo que ele iria morrer em paz e que seria poupado de ver o mal que sobreviria sobre o povo. Estamos muito perto de ver cumprido o juízo de Deus, e Ele também tem recolhido muitos dos Seus filhos para poupá-los de todo o mal que sobrevirá a esta terra. Mas muitos de nós O veremos voltar em vida e precisamos nos preparar para este grande Dia. É hora de enternecer o coração, de nos humilharmos perante Deus, rasgar as nossas “vestes” vergonhosas e chorar diante dAquele que prometeu: “E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá” (Ap.21:4).

O “Livro da Lei” (v.8) está à nossa disposição, não somente como nosso alimento diário, mas para que possamos compartilhá-lo com nossos semelhantes. Não deixe que ele fique apenas limitado à igreja, mas que seja a bússola que te guia ao encontro do Senhor e daqueles que hão de herdar a salvação. A verdade precisa ser anunciada a todos, assim como fez Josias, como veremos no capítulo de amanhã . Mesmo que muitos se escandalizem ou não dêem ouvidos, os fiéis soldados do exército do Deus vivo têm erguido a bandeira da salvação em inabalável convicção de que ainda não estão em casa. Há celebração no Céu, ansiedade por parte dos anjos, todos os seres viventes unem-se num só louvor e Cristo derrama as Suas últimas lágrimas de amor! Preparemo-nos, meus irmãos, eis que o Rei vem vindo! Vigiemos e oremos!

Bom dia, igreja invisível de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Reis22 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



2 REIS 22 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
12 de setembro de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria



2 REIS 22 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
12 de setembro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

458 palavras

1 oito anos de idade. Uma vez que Amom tinha 24 anos quando morreu e Josias, oito, Amom deve ter se casado cedo, aos 15 anos, e seu primeiro filho nasceu quando ele tinha 16 anos. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 1073.

2 o que era reto. O jovem rei era de natureza profundamente religiosa e, a despeito da apostasia reinante, resistiu a cada tentação para que andasse nos passos de seu pai. No oitavo ano de seu reinado começou a buscar ao Senhor (2Cr 34:3). CBASD, vol. 2, p. 1073.

3 Safã. Frequentemente mencionado no livro de Jeremias. CBASD, vol. 2, p. 1073.

9 contaram. Literalmente, “derramaram”. Ou seja, do cofre que continha o dinheiro (ver 2Rs 12:9-11). CBASD, vol. 2, p. 1073.

11 rasgou as suas vestes. Josias foi profundamente tocado quando Safã leu as mensagens do Senhor contidas no volume sagrado. Ele compreendeu claramente que o caminho da desobediência traria terrível calamidade sobre a nação e a obediência traria bênção, vida e prosperidade. CBASD, vol. 2, p. 1073.

13. consultai ao SENHOR. O rei percebeu a seriedade do que estava em jogo. Sabendo quão longe o povo se desviara dos caminhos da justiça e abandonara ao Senhor, ele reconheceu os perigos que a nação enfrentaria. Assim, decidiu fazer tudo que pudesse para salvar o povo. CBASD, vol. 2, p. 1073.

14 a profetisa Hulda. Vários profetas atuaram durante o reinado de Josias. Jeremias já estava engajado nessa importante obra (Jr 1:2). Habacuque e Sofonias também profetizaram durante o reinado de Josias (Sf 1:1; PR, 384, 385, 389). Não é dada nenhuma razão por que Hulda foi escolhida para essa entrevista. CBASD, vol. 2, p. 1074.

16 Eis que trarei males. O povo seguiu o caminho da iniquidade por tanto tempo que se tornou endurecido no pecado. Os sentidos deles estavam tão amortecidos que o errado parecia certo e eles preferiam o mal ao bem. Sob essas condições, a ruína da nação não poderia ser evitada mediante uma reforma temporária. CBASD, vol. 2, p. 1074.

todas as palavras Ou seja, a condenação predita em Levítico 26:16 a 39 e Deuteronômio 28:15 a 68. CBASD, vol. 2, p. 1074.

17 o Meu furor se acendeu. ver Dt 29:25-28. A ira de Deus caiu sobre o povo escolhido e resultou na destruição da nação. O juízo cairá com a mesma força sobre um mundo impenitente (Ap 14:18, 19; 15:7, 8; 16:1-21; PR, 389). CBASD, vol. 2, p. 1074.

não se apagará. A ira de Deus foi acesa como um fogo que não se apagaria.Uma vez aceso, esse fogo queimaria até que a nação fosse consumida (ver 2Rs 23:26, 27; Jr 4:4; 15:1-9; Ez 15:2-8). O juízo pronunciado sobre Manassés (2Rs 21:12-15) foi repetido a Josias e, aparentemente, nenhum esforço de reforma livraria a nação culpada. Essa foi a triste verdade revelada por Hulda e que logo seria a principal mensagem de Jeremias. A sentença de condenação fora dada. CBASD, vol. 2, p. 1074.

20 em paz. Por misericórdia, Deus permitiria que Josias fosse enterrado antes da destruição de Judá. CBASD, vol. 2, p. 1074.




%d blogueiros gostam disto: