Reavivados por Sua Palavra


I CORÍNTIOS 4 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
11 de junho de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores” (v.16).


A responsabilidade dos pregadores, uma severa reprovação e a admoestação de um pai são os temas deste capítulo que contém expressões fortes e um pequeno resumo da realidade vivida pelos primeiros discípulos. Considerando a rivalidade que havia se instalado na igreja de Corinto, Paulo esclarece como deveria, ele e os demais pregadores, ser considerados: “como ministros de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus” (v.1). Pouco importava o julgamento de homens se quem “julga é o Senhor” (v.4). Cada um prestará contas de sua fidelidade diante de Deus, quando naquele grande Dia Ele manifestar “os desígnios dos corações” (v.5).

Notem que Paulo exclui, inclusive, o julgamento próprio. Quantas vezes nos encurralamos e tornamo-nos juízes de nós mesmos. Quantos têm desistido no meio do caminho por julgarem ser incapazes de alcançar a linha de chegada. Mas este não é um pensamento saudável e nem vem de Deus. O Senhor nos convida a confiar em Sua graça e em Sua justiça, mesmo que tudo pareça desfavorável. O prévio julgamento atrapalha a missão, desvia o nosso foco do que verdadeiramente importa e nos coloca numa função que só a Deus pertence. No devido tempo, Deus “trará à plena luz as coisas ocultas das trevas” (v.5).

Quando os amigos de Jó foram visitá-lo, a primeira impressão foi de que verdadeiramente se compadeceram da situação deplorável do velho homem, mas ao passarem os dias, a compaixão se tornou em um tribunal em que os depoentes discursavam como advogados de Deus e promotores de Jó. Mas toda aquela falsa sabedoria foi desbaratada quando o Criador do Universo Se manifestou e concedeu a Jó o dobro de tudo quanto antes possuía. Enquanto os vulgos amigos disputavam pela razão e as palavras de Jó lhes soava como vãs lamentações, o Senhor lhes sondava os pensamentos, e no devido tempo, declarou o Seu julgamento: “porque vós não dissestes de Mim o que era reto, como o Meu servo Jó” (Jó 42:8).

A situação da igreja de Corinto não difere da que foi vivida pelos amigos de Jó e nem da que vivemos hoje. Como Laodiceia, a declaração “Já estais fartos, já estais ricos” (v.8), revela uma condição espiritual morna e, portanto, digna de severa reprovação. O discurso e inovação na pregação tornaram-se verdadeiros troféus e motivo de disputa entre os crentes. Paulo expõe a realidade de seu ministério não a fim de penalizar seus ouvintes, mas de fazê-los compreender que o “espetáculo ao mundo, tanto a anjos, como a homens” (v.9) não tem a ver com os aplausos e as honras desta terra, e sim com as vidas que cheias do Espírito Santo estão prontas para padecer o que for necessário por amor Àquele que as salvou.

O objetivo de Paulo não era criar algum tipo de constrangimento àquela igreja, mas de corrigi-los como um pai corrige a seus filhos. Nem tampouco considerou a si mesmo superior a seus irmãos, mas em que sua vida revelava que seus caminhos estavam firmados unicamente “em Cristo Jesus” (v.17). E como este perseverante apóstolo, Deus está constantemente chamando a todos ao arrependimento e fazendo de tudo para salvar. E Sua pergunta é: “Irei a vós outros com vara ou com amor e espírito de mansidão?” (v.21). Qual será a sua resposta? Não se vanglorie pelo dom ou pelos dons que o Senhor lhe concedeu, nem ultrapasse “o que está escrito” (v.6), mas cada um de nós sejamos encontrados fiéis, quando receberemos o nosso “louvor da parte de Deus” (v.5).

Bom dia, ministros de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #1Coríntios4 #RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: