Reavivados por Sua Palavra


I CORÍNTIOS 3 by jquimelli
10 de junho de 2018, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/1-corintios/1co-capitulo-3/

Uma igreja dividida é uma igreja envenenada. Essas divisões são indícios de que uma igreja está sendo conduzida pela natureza humana “carnal”, em vez de pelo Espírito de Deus (vs.1-4). Ellen White alertou sobre esta situação durante toda a sua vida. Um espírito de crítica, ela adverte, causa grande mal dentro da igreja. O pior é que esse tipo de pensamento extremista impede que a verdade alcance outras pessoas. Um irmão não deve ser a consciência de outro. (Historical Sketches, 211-212).

“Aquele que é culpado de erro, é o primeiro a suspeitar do erro. Condenando o outro, está ele procurando ocultar ou desculpar o mal do próprio coração. Foi por meio do pecado que os homens adquiriram o conhecimento do mal; tão depressa havia o primeiro par pecado, começaram a se acusar um ao outro e é isto que a natureza humana inevitavelmente fará, quando não se ache controlada pela graça de Cristo” (O Maior Discurso de Cristo, 126).

Concluindo, Paulo usa a metáfora de um “edifício” (vv 9-10). E nele, o que mais importa é que “ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo” (v. 11 NVI).

Michael W. Campbell
Professor Associado de Religião
Southwestern Adventist University
Keene, Texas USA

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=1311
Comentário original completo: https://reavivadosporsuapalavra.org/2015/03/17
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli/Jeferson Quimelli
Comentário em áudio e vídeo: Pr. Valdeci: http://vod.novotempo.org.br/mp3/ReavivadosA/Reavivados10-06-2018.mp3
Canais dos vídeocomentários Pr Ronaldo de Oliveira e Pr Adolfo Suarez

Ouça online (locução Valesca Conty):



I CORÍNTIOS 3 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
10 de junho de 2018, 0:55
Filed under: Sem categoria



I CORÍNTIOS 3 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
10 de junho de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

I CORÍNTIOS 3 – Desde o capítulo 1:10 até o capítulo 4:21 percebe-se que existiam na igreja de Corinto – e como hoje – pessoas dentro da igreja que estão prendendo a atenção dos membros causando problemas de relacionamento na comunidade.

O apóstolo Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, expôs a natureza do evangelho como pregação de uma loucura que nega as habilidades humanas.

A essência é que Deus opera em Sua igreja, Ele age em Seus ministros. A igreja é dEle e certamente Ele cuida dela. Ele sabe o que faz e como fazer para que alcance Seus propósitos. Para entender a carta em pauta, fique atento nos seguintes itens:

1. Elementos sociais e culturais de Corinto, que era uma colônia dominada por Roma, onde continha ambição social, libertinagem e muita imoralidade.
2. Elemento geográfico: Por estar entre dois portos, Corinto abrigava muita imoralidade sexual.
3. Elemento espiritual: Devido à vida tão degradante, a sociedade de Corinto favorecia a pregação do evangelho. Muitos aceitavam facilmente uma mensagem que dava sentido à vida vazia que eles viviam.

Provavelmente Paulo escrevera esta carta antes de escrever Romanos. E, ainda antes dessa, teve uma carta aos coríntios que se perdeu (5:9-11).

Agora, preste atenção nos pontos do capítulo em questão:

• Crentes carnais vivem brigando e se dividindo; enquanto crentes espirituais vivem unidos promovendo a paz (vs. 1-4).
• Líderes não devem ser autoritários, pois são apenas servos dos servos de Cristo (vs. 5-9).
• A edificação da igreja deve ser realizada com determinação, seguida de muita atenção (vs. 10-15);
• Deus destruirá aqueles que destroem Sua igreja no mundo (vs. 16-17);
• A sabedoria humana não tem valor algum frente à sabedoria divina; a primeira promove o partidarismo, a segunda, a unidade em Cristo (vs. 18-23).

Problemas de relacionamento evidencia uma tremenda falta de intimidade com Deus. Uma existência desprovida de espiritualidade verdadeira é uma forte influência para o mal; em vez de ser instrumento para edificar a igreja de Cristo, é instrumento do diabo para destruir o que Cristo está construindo.

A base de tudo deve ser Cristo. Quando Ele deixa de ser a base, as estruturas ruirão. O fundamento de nossa vida determinará o nosso destino, pois Deus provará quem é quem dentro de Sua igreja. Cuidado com quem prega a Cristo incorretamente.

“Senhor, dê-nos discernimento e maturidade espiritual” – Heber Toth Armí.



I CORÍNTIOS 3 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
10 de junho de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus os destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado” (v.17).


É tão séria diante de Deus a questão das dissensões no meio de Seu povo, que Paulo censura os coríntios com veemência declarando a incompatibilidade de sua pregação com a capacidade deles de compreendê-la. Quando há “ciúmes e contendas” (v.3) entre irmãos, é revelada a imaturidade espiritual que cria uma espécie de bloqueio para o “alimento sólido” (v.2) da Palavra de Deus. Tomar partido a favor de um grupo em detrimento de outro mostra o quanto ainda somos carnais e andamos “segundo os homens” (v.4), e não segundo os propósitos divinos. Precisamos parar de erguer a bandeira errada e nos unir em uma só bandeira: “O SENHOR É MINHA BANDEIRA” (Êx 17:15).

Porque “nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento” (v.7). Se naquele tempo havia um forte apelo para que a fase de “crianças em Cristo” (v.1) fosse superada, quanto mais hoje precisamos deixar as coisas de meninos a fim de que estejamos prontos para suportar “alimento sólido” que nos dará forças para sermos vitoriosos em Cristo no tempo de angústia que se aproxima. O fundamento sobre o qual devemos estar alicerçados e lançar a outros é um só: “Jesus Cristo” (v.11). A nossa parte é a de edificar sobre este fundamento como prudentes construtores e “cada um veja como edifica” (v.10), porque “manifesta se tornará a obra de cada um; pois o Dia demonstrará, porque está sendo revelada pelo fogo; e qual seja a obra de cada um, o próprio fogo o provará” (v.13).

Eu não sei você, mas eu tremo diante desta revelação. Quais têm sido nossas reais intenções no serviço do Senhor? Notem que nem Paulo, nem Apolo, nem apóstolo algum fez nada que pudesse erguer altares em favor deles mesmos. Eram zelosos e tementes servos de Deus que visavam unicamente revelar a glória do Pai. Nunca aceitaram louvores de homens e nem regalias que pudessem envaidecê-los. Mas foi o próprio povo que criou expectativas erradas com relação ao ministério do discipulado, colocando os pregadores acima do Senhor que os governava. O fato de que o fogo provará as nossas obras e o Dia de Deus as revelará deveria causar em nós um profundo exame de coração. Quando lançados na fornalha dos últimos dias, sairemos ilesos, ou o fogo irá revelar que de fato nossas obras não passavam de combustível para aquecê-la?

Amados, “não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (v.16). Quando embotamos nossa mente com meninices que em nada glorificam o nome do Senhor, profanamos o santuário de Deus. Quando julgamos ser a nossa sabedoria alguma coisa, profanamos o santuário de Deus. Quando roubamos a glória de Deus para nós mesmos ou para outros, profanamos o santuário de Deus. E assim, aos poucos, destruímos o que o Senhor declarou ser sagrado. Temos trocado a verdadeira adoração por uma idolatria disfarçada. Trocamos o prazer de estar na casa do Senhor pelo merchandising de bons cantores ou bons pregadores, que aliás, são homens como nós. Até quando Deus terá de suportar a nossa futilidade?

Estamos vivendo em tempos decisivos e parece que teimamos em permanecer no jardim de infância. Deus não nos chamou para uma competição de talentos, mas para sermos “de Cristo” (v.23). É tempo de estarmos com nossas lâmpadas bem acesas a fim de vermos claramente em meio às trevas deste mundo, porque “a sabedoria deste mundo é loucura” (v.19). Que usemos cada um dos dons que o Espírito Santo nos deu para a glória de Deus e que sejamos todos um só coração alicerçado num só fundamento: Cristo Jesus, nosso Senhor.

Feliz semana, “edifício de Deus” (v.9)!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #1Coríntios3 #RPSP



I CORÍNTIOS 3 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
10 de junho de 2018, 0:20
Filed under: Sem categoria

2 Leite. O alimento natural dos bebês. O “leite” representa os princípios básicos do evangelho. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 6, p. 743.

8 São um. Quem planta e quem rega não trabalham com propósitos opostos. Eles estão unidos em suas metas e objetivos. Não tem sentido apresentá-los como líderes rivais. CBASD, vol. 6, p. 744.

11 Outro. Do gr allos, “outro [do mesmo tipo]”, “mais um” (ver com. de Gl 1:6). Há apenas um Salvador. Outros proclamados como salvadores não são “outro” do mesmo tipo. Não são salvadores (ver Jo 14:6; At 4:12). CBASD, vol. 6, p. 746.

16 Santuário. Do gr naos, palavra usada pelos gregos antigos para descrever o cômodo mais interior do templo, onde se colocava a imagem do deus pagão. … Paulo atenta para os que constituem o edifício espiritual. Coletivamente, eles formam o templo espiritual de Deus no qual habita o Espírito Santo. Paulo se refere à igreja  e adverte seus sucessores em Corinto a não prejudicá-la (1Co 3:17). É verdade que o Espírito Santo também habita em cada cristão de modo individual (ver com. de 1Co 6:19, 20).  CBASD, vol. 6, p. 747.

22 Tudo é vosso. Deus é dono de tudo, seja animado ou inanimado, e as coisas que Ele fez são para bênção de Seu povo redimido (ver MDC, 110, 111). CBASD, vol. 6, p. 748.

23 E vós, de Cristo. Este é o clímax ao qual Paulo vinha direcionando seu argumento. Se todo crente pertence a Cristo, deve haver apenas um grande partido na igreja, não diferentes grupos. É a manifestação dessa unidade que o Salvador deseja ver na igreja, e que no fim haverá (ver Jo 17:9-11, 21, 23; Ef 4:13). CBASD, vol. 6, p. 748.



I CORÍNTIOS 3 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
10 de junho de 2018, 0:10
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: