Reavivados por Sua Palavra


LUCAS 20 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
30 de março de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Então, Jesus lhes replicou: Pois nem Eu vos digo com que autoridade faço estas coisas” (v.8).


Ensinar e evangelizar eram as duas principais ocupações de Jesus. E doutrinar um povo cujas raízes estavam firmes em tradições não era tarefa fácil. Jesus era constantemente arguido pelos líderes judeus, que O tentavam com perguntas cheias de malícia. Mas a réplica de Cristo no versículo acima descreve a triste condição espiritual daqueles que não O conhecem: não Lhe reconhecem a voz.

Israel teve a oportunidade de ser neste mundo luz em meio às trevas espirituais. De promover o evangelho da salvação em Cristo, alcançando os quatro cantos deste planeta. Mas, sorrateiramente, deu as costas ao Senhor ao rejeitar os apelos do Espírito Santo, maltratando e ignorando os profetas, um após o outro. Uma religião orgulhosa e ritualística tomou o lugar da “religião pura e sem mácula” (Tg 1:27), tornando a maioria insensível à essência do verdadeiro evangelho do reino.

Como uma vinha bem plantada, Jerusalém tinha tudo para ser a capital da verdade. Entretanto, seus “lavradores” (v.9) se acharam no direito de agir conforme a vontade de seus obstinados corações. Como iriam dar ouvidos às mensagens proféticas se negavam a ouvi-las? Como reconheceriam a Jesus e aceitariam as Suas palavras se mantinham seus olhos cerrados na escuridão de sua dura cerviz? E ao ouvirem do destino final de sua apostasia, disseram: “Tal não aconteça!” (v.16).

Amados, a realidade de Israel infelizmente não ficou no passado. Temos hoje uma grande parcela do mundo afirmando ser cristã, enquanto faz de Cristo um “gênio da lâmpada”. Querendo apenas ouvir o que é agradável, faz da Bíblia um livro de autoajuda e não a Palavra de Deus. E quando é proferida alguma palavra de advertência, esta é considerada dura demais de ser ouvida, cauterizando ainda mais o coração e, em uma versão atualizada do que disseram os líderes judeus, a exclamação é: “Deus me livre!

Ser cristão não é ser um “pacote” de tradições, mas um depósito da verdade. Se fingir de justo (v.20) pode até enganar a homens, mas jamais poderá enganar Aquele que sonda os corações. Jesus ensinou “o caminho de Deus segundo a verdade” (v.21) e Ele mesmo afirmou: “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo 8:32). Jesus é a verdade (Jo 14:6). A Sua Palavra é a verdade (Jo 17:17). Porque é a respeito dEle que a Palavra testifica (Jo 5:39). Liberdade, portanto, não é viver conforme a minha própria vontade. Isso é escravidão. Liberdade é experimentar Jesus Cristo, a verdade que liberta! É apreciar a Sua Palavra tal qual ela é e aceitá-la como oráculo de Deus para minha vida.

Um dia, Jesus irá olhar para os lavradores infiéis de todos os tempos e terá de dizer: “Apartai-vos de Mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos” (Mt 25:41). E dizer “Tal não aconteça!”, ou “Deus me livre!”, de nada vai adiantar. Mas, “os que são havidos por dignos de alcançar a era vindoura e a ressurreição dentre os mortos” (v.35), ouvirão o terno convite de Jesus: “Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo” (Mt 25:34). “Pois não podem mais morrer, porque são iguais aos anjos e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição” (v.36).

Guardai-vos” (v.46), pois, de exercer justiça própria. Mas que nossa vida seja simplesmente a manifestação de quem foi salvo pela justiça de Cristo. Eis a verdade que liberta!

Bom dia, libertos pela verdade!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Lucas20
#RPSP


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Deus te abençoe. Irmã Rosana. Hoje o nosso sistema religioso aprisiona as pessoas no ritualismo. Temos o sistema semelhante ao sistema dos fariseus. Mas pelos frutos do espírito conhecemos a Igreja invisível.

Comentário por Antônio Augusto Zoppi




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: