Reavivados por Sua Palavra


Zacarias 3 by Jobson Santos
10 de janeiro de 2018, 1:00
Filed under: justificação | Tags:

Comentário devocional:

Essa visão de Zacarias exalta as maravilhas da imensa salvação trazida por Jesus Cristo. Josué, o sumo sacerdote, e todos os que haviam retornado do exílio estavam procurando agradar a Deus, mas pensamentos de indignidade passavam pela mente deles. Como sumo sacerdote, Josué representava todas as pessoas, em pé diante do Senhor.

Mas, Satanás está lá também. Ele era a fonte de toda a oposição que os judeus enfrentavam. Além disso, ele aponta para a sujeira moral, a incredulidade e os pecados do povo. Satanás alegava que não era correto Deus ajudar a Josué. Pensamentos de desesperança e de nunca conseguir levar as pessoas a amar a Deus acima de todas as coisas e assim cumprirem a missão rondavam a mente dos líderes.

Mas a graça de Deus repreendeu a Satanás. A verdade apresentada nesta visão é linda. Nossas vestes sujas de pecado são removidas e somos cobertos com o manto da justiça de Cristo. A visão trouxe esperança para o povo daquela época e para nós também.

Para obter o significado glorioso desta visão, leia o capítulo “Josué e o Anjo”, no livro, Profetas e Reis. Você será fortalecido. Observe esta declaração: “Suas inclinações terrenas serão removidas, para que por meio deles a imagem de Cristo possa ser perfeitamente revelada”. {Profetas e Reis, 301.2}.

Essa visão nos assegura que nossa aceitação e vitória vem de Deus. Quando o desânimo e a dúvida lhe assaltarem, olhe para Jesus, creia em Suas promessas e viva uma vida de vitória pela fé!

David Manzano
Pastor aposentado
Estados Unidos

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/zec/3 ou https://www.revivalandreformation.org/?id=1160    
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/10/17       
Equipe de tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Zacarias 3 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/


Lucas 1 by jquimelli
16 de dezembro de 2014, 1:00
Filed under: confiança em Deus, , testemunho | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Lucas escreve o seu Evangelho para um novo cristão chamado Teófilo, com o objetivo de que ele tivesse certeza das coisas que lhe haviam sido ensinadas (Lc 1:4). Tente ler o Evangelho de Lucas como se você fosse Teófilo, abrindo a carta de Lucas pela primeira vez. Pergunte a si mesmo como cada história contada por Lucas lhe traz argumentos “para que tenhas a certeza” que Jesus é o seu Salvador. Lucas chama seu Evangelho “um relato ordenado” (Lucas 1:3 NVI) da vida de Jesus. Sua ordem é um pouco diferente de Mateus ou Marcos, mas, no geral, ainda é cronológica. 

Ela começa com o justo e velho sacerdote chamado Zacarias, que duvida da boa notícia do arcanjo Gabriel de que sua esposa Isabel, que já havia passado da idade fértil, dará à luz um filho, a quem eles devem chamar João, que vai anunciar a vinda de um Salvador (Lucas 1:5-25). Em seguida, Lucas contrasta a dúvida de Zacarias com a fé de uma jovem virgem, Maria, que crê quando Gabriel, seis meses depois, diz a ela que ela vai conceber através do Espírito Santo e dar à luz o Salvador, Jesus (versos 26-39 ). 

Zacarias tinha todos os motivos para acreditar e Maria tinha todas as razões para duvidar das palavras de Gabriel. Gabriel apareceu a Zacarias, no lado direito do altar do incenso, o lado que indicava favor. Como sacerdote, Zacarias conhecia a história de Sara dando a Abraão um filho, mesmo sabendo que ela tinha passado da idade fértil. Mas, como Abraão, o sacerdote Zacarias duvidou da promessa de Deus, perguntando a Gabriel, “Como posso ter certeza disso?” (Lc 1:18 NVI). 

A nossa facilidade ou dificuldade para acreditar tende a influenciar a nossa fé na capacidade de Deus. Gabriel aconselhou Zacarias a não se demorar nas impossibilidades, mas, sim, na promessa de Deus: “Sou Gabriel, o que está sempre na presença de Deus. Fui enviado para lhe transmitir estas boas novas” (Lc 1:19 NVI) . 

Por outro lado, quando Gabriel veio atá Maria, ele lhe pediu para acreditar em algo que nunca tinha acontecido antes, um nascimento virginal. Maria simplesmente perguntou: “Como acontecerá isso, se sou virgem?” (Lc 1:34 NVI). Após a explicação de Gabriel, Maria respondeu: “que aconteça comigo conforme a tua palavra” (Lc 1:38 NVI). 

Ao ler Lucas 1, pergunte-se se você realmente acredita que “nada é impossível para Deus” (verso 37 NVI). Se, como Zacarias, você é tentado a duvidar das promessas de Deus, se algumas coisas parecem impossíveis de acreditar, procure por áreas em sua vida em que o poder de Deus já trabalhando. 

Na circuncisão de seu filho, Zacarias obteve toda a prova que precisava. Então, quando eles lhe pediram para dar nome a seu filho, ele escreveu com confiança o nome que Gabriel já tinha dado antes: “O nome dele é João” (verso 63 NVI). 

Ore para que Deus lhe dê fé para também acreditar nas Suas promessas e na  promessa da Segunda Vinda de Jesus. 

Douglas Jacobs
Professor de Ministério e Homilética
Universidade Adventista do Sul

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/luk/1/ 

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Marcos 10 

Comentário em áudio 



Zacarias 13 by jquimelli
27 de outubro de 2014, 0:00
Filed under: caráter, Messias | Tags: , , ,

Comentário devocional:

“Naquele dia uma fonte jorrará para os descendentes de Davi e para os habitantes de Jerusalém, para purificá-los do pecado e da impureza.” (v. 1 NVI). Que visão cheia de graça e encorajamento! 

O capítulo 13 é uma continuação do capítulo anterior. Lá, em 12:10, encontramos a profecia sobre o Messias ser perfurado por arma [heb. daqar. Ou traspassado, que é uma expressão do NT]. Portanto, neste capítulo a expressão “Naquele dia” em 13:1 refere-se ao dia em que o Messias seria crucificado, não o “dia” do fim dos tempos. Quando o Messias morre como sacrifício de Deus e as pessoas lamentam e choram pela Sua morte, a fonte que purifica do pecado é aberta. 

Nos versos 2 a 4 o Senhor dos Exércitos promete que os ídolos e os falsos profetas, assim como o espírito imundo que a tantos tem extraviado, serão, por fim, cortados da terra. Sim, Senhor, temos aguardado muito por esse dia!

Os versos 5-6 falam da vinda do Redentor. Ele é mencionando como um agricultor servo desde a Sua juventude e, em seguida, descreve o Seu sofrimento. Ele será ferido entre Seus braços, ou seja, em Suas costas. Nos Evangelhos (Mt 27:26; Mc 14:65; 15:15; Lc 22:63; Jo 19:1,18), nos é dito como Ele foi açoitado, ridicularizado e estapeado. O versículo 6 foi citado por Ellen G. White, juntamente com alguns versos de Isaías 53, para descrever a morte de Cristo como o Servo de Deus (Atos dos Apóstolos, 226 [126], cap. 22, §17º). 

Tudo isso aconteceu quando Ele visitava a casa de Seus amigos, a casa de Davi e os habitantes de Jerusalém, que representam a raça humana. Como previsto no verso 7 e anunciado pelo próprio Jesus ao citar esta passagem em Mt 26:31, quando Jesus, o pastor, foi ferido, todo o rebanho de Seus discípulos se dispersou e fugiu.

Ele veio para fazer jorrar a fonte purificadora para o pecado e a rebelião da humanidade. Mas seus ouvintes estavam tão cegos por causa de sua maldade e cobiça, que o puseram à morte. Aqueles que eram encarregados pelo serviço do Templo e que por direito de nascimento eram os líderes do sistema religioso da época agiram como inimigos de Seu Senhor. 

Cuidemos para não usar os privilégios que temos para nossa própria autopromoção. Tudo o que temos deve ser consagrado para exaltar o Senhor que nos criou e salvou. 

É incrível ver que a maior parte das Escrituras foi escrita mais para nós, que vivemos no tempo do fim, do que para qualquer outra pessoa na história, até mais do que a audiência pública direta dos profetas. A última parte deste capítulo evidencia isso (v. 8, 9). O Senhor permitirá que o remanescente sofra provações e dificuldades, o suficiente para que desistam de seu mundanismo pecaminoso e desejo de auto-exaltação. Então eles invocarão o nome de Cristo e ansiarão pelo poder purificador de Seu sacrifício. Neste momento passaremos a ser o Seu povo e Ele será o nosso Deus. Quando isso acontecer, nós alegremente diremos: “O Senhor é o meu Deus!” (v. 9 NVI).

Sook-Young Kim
Universidade Nacional de Kyungpook 
Coréia do Sul

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/zec/13/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Zacarias 13 

Comentário em áudio



Zacarias 12 by jquimelli
26 de outubro de 2014, 0:00
Filed under: arrependimento, correção, vitória | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Nos capítulos anteriores, a ira de Deus se pronunciou pela punição de Seu povo e seus líderes por sua iniquidade. Neste capítulo, Ele promete julgar as nações que sitiam Jerusalém e destroem a casa de Judá. Jerusalém será como uma pedra pesada para eles (v. 3). 

Quando se tenta carregar uma pedra pesada em cima dos ombros, as mãos e ombros sofrem. Do mesmo modo, as nações que ferissem Israel também sofreriam por isso.

Vemos aqui o nosso Deus como alguém que cuida de Seu próprio povo apesar de sua rebelião persistente, mesmo quando Ele tem de puni-los para que cheguem ao arrependimento.

Nos versos 4-9 é prometida a restauração de Jerusalém. Deus é apresentado como o Deus Criador, que criou os céus, criou a terra, e dá vida aos seres humanos (vs. 1). Jerusalém será restaurada porque o Senhor dos Exércitos, o Criador, prometeu. Ele é o Todo-Poderoso, para Quem todas as coisas são possíveis. E uma vez que Ele deu a Sua palavra de que a restauração ocorreria, isto se tornará realidade, apesar de todas as evidências em contrário.

De fato, já no tempo de Esdras, Neemias e Zorobabel, quando o povo de Israel voltou do cativeiro, Jerusalém foi reconstruída, numa sucessão de eventos que refletiam um milagre após outro, fato que deveria ter levado o povo a uma séria reflexão. Esta profecia, no entanto, aponta para o milagre maior, quando a Jerusalém celestial, que será habitada pelo remanescente fiel, descerá do Céu para a Terra, a sua morada eterna. “Naquele dia o Senhor protegerá os que vivem em Jerusalém, e assim o mais fraco dentre eles será como Davi.”(v. 8 NVI).

O versículo 10 apresenta um quadro solene. “Olharão para mim, aquele a quem traspassaram” (NVI). Esse versículo foi citado por João 19:37, na ocasião em que Jesus foi ferido por uma lança pelo soldado romano enquanto pendurava na cruz.  Além disso, Apocalipse 1:7 afirma que aqueles que traspassaram a Jesus O verão voltar, em referência à ressurreição especial na segunda vinda de Jesus. Na verdade, Jesus não foi traspassado – morto – somente pelo poder romano, por incitação dos líderes judeus, a referência primária das citações de João. Fomos nós que causamos a morte de Jesus com nossos pecados.

Todos se lamentarão pela morte de Jesus. Mas haverá dois distintos grupos. O primeiro é aquele que lamentou a morte de Jesus e chorou por seus pecados com corações arrependidos, com profundo pesar e contrição enquanto Jesus ainda estava intercedendo por eles no santuário celeste, no Santo e Lugar Santíssimo. Assim, seus pecados foram apagados e eles participarão da vinda do Reino como habitantes de Nova Jerusalém. O verdadeiro arrependimento é que fará toda a diferença.

O outro grupo de pessoas que se lamentarão o farão por causa de seus pecados não confessados e abandonados por ocasião da volta de Jesus (Mateus 24:30; cf. Apocalipse 6:15-17). Ao perceber que não estão salvos eles chorarão amargamente.

De acordo com Zc 12:12-14, todos irão chorar pelos seus pecados. Mas é nossa escolha se iremos lamentar e clamar ao Senhor pelos nossos pecados ANTES de Sua vinda, enquanto Jesus ainda está intercedendo por nós, o que levará à salvação eterna, ou vamos chorar NA sua vinda por causa da destruição condenatória.

Senhor, ajuda-nos a fazer parte do primeiro grupo! Concede-nos o verdadeiro arrependimento e reforma. Que possamos reconhecer a Ti como Criador e Redentor de nossas vidas enquanto ainda temos oportunidade. Amém.

Sook-Young Kim
Kyungpook Universidade Nacional
Sangju, Coreia do Sul



Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/zec/12/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Zacarias 12 

Comentário em áudio 



Zacarias 9 by Jobson Santos
23 de outubro de 2014, 0:13
Filed under: Messias | Tags: , , , , ,
Comentário devocional:

Zacarias 9 pode ser dividido em quatro partes:

1) o julgamento das nações (9:1-8);
2) a primeira vinda do Rei messiânico (v. 9-12);
3) a segunda vinda do Rei messiânico (v. 13-15); e
4) o estado de felicidade das pessoas redimidas (v. 16-17).

Na primeira parte, o profeta apresenta a mensagem de Deus com advertências para as nações. Ele enumera cidades como Damasco, Tiro, Sidon, etc, representando as nações do mundo. Elas irão enriquecer com prata e ouro, mas o Senhor as consumirá com fogo.

Em meio ao veredicto divino sobre as nações, haverá um remanescente destes povos que retornará ao Senhor e será para Ele como Judá e Jerusalém. Quão surpreendente! Aqui temos um vislumbre do coração de Deus, que anseia que todas as nações se cheguem a ele.

Na segunda parte, o versículo 9 é citado por Mateus e João ao eles retratarem a cena da entrada triunfal de Cristo em Jerusalém. Imagine Jesus montado sobre o filho de uma jumenta por ocasião de Sua entrada em Jerusalém. Imagine que em poucos dias ele será crucificado. Imagine a brisa da primavera de Jerusalém na época da Páscoa e a multidão espalhando ramos de palmeiras e gritando Hosana. Ele é o Rei dos reis, mas não vem montado em um cavalo ou numa carruagem, como uma figura real, mas em um jumento, conforme indicado pela profecia.

Alguns comentaristas Judeus ficaram perplexos porque a Bíblia apresenta duas imagens do Messias. Em Daniel 7, a figura messiânica é retratada, vindo sobre as nuvens do céu. Em Zacarias 9, o Messias é retratado humilde, assentado sobre um jumento. Segundo a explicação destes comentaristas judeus, se Israel for digno, o Messias virá sobre as nuvens do céu, mas se Israel for indigno, Ele virá como uma pessoa humilde (ver Talmude Judeu Sanh 98a). No entanto, nós, os crentes em Jesus, compreendemos que estas duas descrições do Messias correspondem a primeira e segunda vinda de Cristo (Mateus 24:30).

A terceira parte (Zc 9:13-15) descreve a segunda vinda do Messias. O Senhor aparecerá, tocará a trombeta, e virá com um vento turbilhão. Ele acampará ao redor do seu povo e os protejerá. Seu reinado se estenderá por todo o universo, e o mal não mais existirá. Seu povo viverá em Sua presença como um rebanho bem cuidado.

O capítulo termina falando sobre a paz e a felicidade dos redimidos (v. 16-17). Aqueles que farão parte do reino glorioso do Messias serão lindos no caráter e no aspecto físico. Eles brilharão como jóias de uma coroa! Os redimidos terão a certeza de que estão no céu não por qualquer mérito de sua parte, mas porque foram salvos por Jesus. Eu quero estar lá nesse reino! E você?

Sook-Young Kim
Universidade Nacional de Kyungpook
Coréia do Sul

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/zec/9/

Traduzido por JDS

Texto bíblico: Zacarias 9

Comentário em áudio

 



Zacarias 8 by Jobson Santos
22 de outubro de 2014, 0:13
Filed under: acontecimentos finais | Tags: , , , , ,
Comentário devocional:

A frase “o Senhor dos exércitos” aparece 18 vezes nesse capítulo. “Exércitos” representam miríades de anjos, e a frase quer dizer que o Senhor é poderoso para governar sobre todo o universo. Podemos ter confiança nEle e em Sua Palavra!

Este capítulo foi escrito enquanto eles estavam reconstruindo o templo depois do exílio (v. 9). Zacarias está descrevendo como será a condição após o povo de Israel retornar a Jerusalém. Eles irão desfrutar de segurança e abundância. Como resultado do Seu profundo anseio pelo bem estar do seu povo, Deus diz que Jerusalém será chamada a cidade da fidelidade (v. 3). Eles não haviam sido fiéis no passado, mas o desejo de Deus é de que agora eles sejam fiéis. A paz e a alegria que o Senhor queria lhes conceder é algo fabuloso.

O profeta sugere algumas condições para isso. O Senhor instrui gentilmente as pessoas a respeito de como elas devem agir para desfrutar de Suas bênçãos na terra restaurada: devem falar a verdade ao próximo, realizar julgamentos justos nas cortes e não maquinarem o mal contra seus companheiros (v. 16 e 17).

Fortaleçam as mãos para reconstruírem a cidade e o Templo. Não tenha medo (v. 13 e 15). Eu serei o seu Deus e vocês serão o meu povo. Coisas que parecem impossíveis aos olhos dos seres humanos, poderão ser feitas pelo poder do Senhor dos exércitos.

Apesar de todas essas promessas animadoras, de alguma forma, o povo que retornou para a terra de Israel não cumpriu as condições estipuladas pelo Senhor, e os olhos do profeta agora se movem do período de construção do segundo templo para o povo remanescente do tempo do fim.

Zacarias vê as pessoas buscando os mensageiros do tempo do fim. Muitas pessoas virão ao Senhor de diferentes cidades e países, buscando a Sua graça e salvação. Aquilo que o antigo Israel não cumpriu, nós seremos capazes de realizar, pelo poder do Seu Espírito. Estas pessoas vêm para ouvir sobre a “verdade presente”, que está sendo pregada pelo remanescente fiel. Dez pessoas de diferentes nações irão nos procurar e expressarão o desejo de seguir com a gente, porque ouviram dizer que Deus está conosco.

Tal visão brilhante está esperando a nossa fidelidade para alcançar o seu cumprimento. Queremos fazer parte da visão que Zacarias teve. Queremos ser fiéis ao nosso Senhor. Amém.

Sook-Young Kim
Universidade Nacional de Kyungpook
Coréia do Sul

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/zec/8/

Traduzido por JDS

Texto bíblico: Zacarias 8

Comentário em áudio



Zacarias 7 by Jobson Santos
21 de outubro de 2014, 0:06
Filed under: obediência | Tags: , , , , ,
Comentário devocional:

A palavra de Deus tem poder. Ela tem o poder de revelar a nós o próprio Deus. Ela tem o poder de nos encorajar e confortar quando estamos abatidos. A palavra de Deus tem o poder de nos mostrar como realmente somos e de nos inspirar a sermos diferentes.

No entanto, se endurecemos nossa coração como uma pedra, eventualmente, a palavra de Deus não poderá alcançar-nos. Este foi o problema do antigo Israel. Se nos recusarmos a valorizar a lei de Deus e a ouvir os Profetas que nos foram dados pelo Espírito do Senhor (Zacarias 7:11-12), as consequencias serão de nossa inteira responsabilidade.

Este capítulo começa com a palavra do Senhor vindo a Zacarias. Isto aconteceu no quarto ano do rei Dario, que foi 518 aC, dois anos antes da reconstrução do Templo ter sido concluída. Essa estrutura não era tão bonita quanto a antiga, então as pessoas foram perguntar a Zacarias se deviam continuar chorando como vinham fazendo durante os 70 anos em que estiveram exiladas na Babilônia. Zacarias os faz retornar em pensamento 70 trás, e mostra-lhes que foi condição moral daquele tempo que trouxe a destruição do Templo e fez com que eles fossem levados cativos.

Eles não estavam seguindo as instruções de Deus. Eles eram injustos em seus julgamentos, eles não demonstravam solidariedade e compaixão para com o seu povo, e oprimiam os necessitados. Deus os havia advertido por meio dos profetas, a não planejarem o mal contra seus irmãos, mas eles não deram ouvidos.

Quando lemos acerca dessa situação no passado, ficamos indignados com o comportamento deles. No entanto, a descrição é muito semelhante ao que está acontecendo ao nosso redor hoje. Podemos imaginar a profunda ira de Deus e o Seu sofrimento.

Então Deus pergunta nos versos 5-6: Quando você jejuava e chorava, você fazia isso para mim? Quando você comia e bebia, não era para si mesmo? (Compare com 1 Coríntios 1:31, onde Paulo diz: “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus”, ARA) Quais são os motivos que nos levam a ação? É, realmente, a nossa gratidão ao Senhor, que se entregou até a morte pela nossa redenção? Ou, lá no fundo do coração, o que nos motiva é a busca de nossos interesses, mesmo quando participamos de cultos e atividades religiosas?

Ao refletirmos sobre a mensagem de Zacarias, chegamos a conclusão de que é hora de retornarmos para Deus. Voltemo-nos para o Senhor com um espírito contrito. Busquemos ao Senhor com sinceridade e Ele nos ouvirá.

Sook-Young Kim
Universidade Nacional de Kyungpook
Coréia do Sul

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/zec/7/

Traduzido por JDS

Texto bíblico: Zacarias 6 http://biblia.com.br/novaversaointernacional/zacarias/zc-capitulo-7/

Comentário em áudio http://vod.novotempo.org.br/mp3/Reavivados/Reavivados21-10-2014.mp3




%d blogueiros gostam disto: