Reavivados por Sua Palavra


I PEDRO 5 – Comentário Pr Heber Toth Armí by Ivan Barros
9 de setembro de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

I PEDRO 5 – Precisamos conhecer e viver o evangelho para que seu poder tenha realmente importância em nossa existência.

“O evangelho é o poder de Deus que nos salva do castigo e do poder do pecado, da condenação e da contaminação”, observa William MacDonald. Ligado a isso, ele declara: “Conhecer Deus é vida eterna (João 17:3) e crescer no conhecimento de Deus é crescer em santidade. Quanto mais O conhecemos, mas nos tornamos semelhantes a Ele”.

• Teus atos revelam que você conhece mais a Deus ou mais ao diabo?

Além disso, o cristão que é apático aos chamados de Cristo está iludido com seu cristianismo pervertido. A teologia de Pedro apresenta cinco chamados; veja: Chamado…

• …das trevas do pecado para a maravilhosa luz de Jesus (I Pedro 2:2-9);

• …para seguir a Cristo em meio às dificuldades por viver a verdade (I Pedro 2:21-25);

• …para pagar o mal com bênçãos (I Pedro 3:9);

• …para a eterna glória de Deus Pai (I Pedro 5:10);

• …a refletir a glória e virtudes do caráter divino (II Pedro 1:3-7).

Tem indivíduos que ainda precisam aceitar estes chamados evangélicos para serem cristãos genuínos. Observe os pontos:

• Liderança eclesiástica: Cristo pastoreia Seu rebanho através dos líderes da Igreja (vs. 1-5);

• Membros da igreja: devem aprender a lidar com momentos difíceis, manterem-se firmes e confiantes em Deus (vs. 6-11);

• Conclusão da carta: despedida (vs. 12-14).

Pastores e anciãos são instituídos por Cristo para guiar Sua igreja no crescimento e amadurecimento na fé e na graça.

“Pedro refere-se também a este tema apresentando a Cristo como o supremo Pastor (vs. 5). Isso quer dizer que os presbíteros não possuem nenhuma autoridade, senão por delegação de Cristo, como representantes Seus, já que Ele é o único dono do rebanho. Quando Jesus transmitiu esse cargo a Pedro, disse-lhe de forma significativa: ‘Apascenta meus cordeirinhos, apascenta minhas ovelhas’ (João 21:15-17). Nem Pedro, nem os presbíteros devem esquecer que o rebanho não lhes pertence e que não podem impor às ovelhas suas próprias concepções” (Edouard Cothenet).

Como exemplo “a estratégia de Pedro para atingir seu objetivo [que é fortalecer seus leitores] reforça a identidade e a crença das igrejas para que eles possam continuar existindo como cristãos em um ambiente pagão e hostil” (Álvaro César Pestana).

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: