Reavivados por Sua Palavra


COLOSSENSES 4 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
26 de julho de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

COLOSSENSES 4 – Há muita gente trabalhando para Deus conforme os padrões mundanos, seculares, desprovidos de espiritualidade. Inclusive líderes eclesiásticos aderem filosofias empresariais para administrar a igreja que é de Deus e não deles.

Certamente, Cristo, além de ser central na existência de cada cristão, deve estar em cada canto da periferia da nossa vida. Cristo é tudo, ou não será nada para um indivíduo.

“A religião de Cristo significa mais que o perdão dos pecados; significa remover nossos pecados e encher o vácuo com as graças do Espírito Santo. Significa iluminação divina e regozijo em Deus. Significa um coração despojado do próprio eu e abençoado pela presença de Cristo. Quando Cristo reina na alma há pureza e libertação do pecado. A glória, a plenitude, a perfeição do plano do evangelho são cumpridas na vida”.

Incrível como muitos descartam isso de suas proposições. Ellen G. White continua desafiando nosso cristianismo morno e morto: “A aceitação do Salvador traz perfeita paz, perfeito amor, segurança perfeita. A beleza e a fragrância do caráter de Cristo manifestadas na vida, testificam de que em verdade Deus enviou Seu Filho ao mundo para o salvar”.

As últimas palavras de Paulo aos crentes de Colossos são importantes. Pelo envio de Tíquico e Onésimo como elos entre ele (Paulo) e os crentes distantes revela o caráter amoroso e atencioso do apóstolo (vs. 7-9), assim como sua saudação e bênção pessoal e a sugestão da leitura de sua carta em outras comunidades religiosas (vs. 10-18).

A mensagem dos versículos 2-6 merece atenção:

• Os crentes não precisam receber incentivo para orar, subentende-se que já o fazem. O que precisam é de incentivo à perseverança e orientação quanto à vigilância espiritual (v. 2);
• Mesmo impossibilitado, o cristão precisa almejar a possibilidade de pregar a Palavra de Deus; para isso, é preciso, como Paulo, solicitar apoio através da oração, não apenas para pregar, mas também para saber como proceder (vs. 3-4);
• Os membros da igreja devem ser desafiados a portar-se com sabedoria e aproveitar as oportunidades para alcançar os de fora para Cristo. Para isso, nunca se deve usar palavras desagradáveis e desequilibradas (vs. 5-6).

A Palavra de Deus precisa ser proclamada através de nossas palavras e conduta, sem divorciar o que dizemos do que fazemos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: