Reavivados por Sua Palavra


II CORÍNTIOS 8 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
1 de julho de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

II CORÍNTIOS 8 – A comunidade de crentes deve ser conhecida como “igreja do amor”. Cada motivação, decisão e ação de todo membro do corpo de Cristo devem ser baseadas constantemente no amor. Este amor é visível no desprendimento e generosidade no ajudar o próximo.

William MacDonald apresenta quatro tópicos em seu comentário deste capítulo:

1. Bons exemplos de contribuição generosa (vs. 1-9): Os macedônios, embora pobres, foram generosos em angariar recursos financeiros para a necessitada igreja de Jerusalém. Eles contribuíram voluntariamente acima da medida de suas posses. Só pode ajudar de verdade quem primeiro entrega-se a si mesmo. “As contribuições para a obra do Senhor só são valiosas quando provêm de pessoas que entregaram a própria vida a Deus” (Campbell Morgan). Jesus é exemplo maior de entrega. Paulo desejava que os coríntios e os crentes de todos os tempos fossem generosos.

2. Bons conselhos para concluir a coleta (vs. 10-11): Ter boas intenções, começar a contribuir, perseverar conforme a capacidade presente. Não esperar dias melhores para contribuir.

3. Três bons princípios para a contribuição generosa (vs. 12-15): 1. O coração orienta as mãos, o tamanho da generosidade revela o tamanho do amor; 2. O excesso de recursos de um supre a necessidade do outro a fim de promover a igualdade. Quem precisa um dia poderá ajudar àquele que agora o ajuda, caso este venha a ajudar; 3. Os recursos dados por Deus não devem ser acumulados, pois podem estragar ou arruinar a vida, principalmente a espiritual. Deus condena a mesquinharia, pois é, na verdade, o egoísmo.

4. Três irmãos idôneos para preparar a coleta (vs. 16-24): Paulo indicou Tito e mais dois irmãos de boa índole e zelosos do bem para lidar com o dinheiro arrecadado, a fim de precaver contra desconfianças e acusações. “A comunidade cristã deve realizar seus negócios de maneira que não dê motivos para suspeitar de nada contrário à probidade” (Campbell Morgan).

“Mostrem a eles do que vocês são feitos, demonstrando o amor de que tenho ouvido falar nas igrejas. Permitam que eles vejam por si mesmos”. Assim concluiu Paulo este capítulo à igreja de Corinto e a nós.

Uma grande lição que aprendemos o é que o tamanho de um presente não é tão importante quanto a prontidão do coração que o dá.

Sejamos generosos e amorosos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: