Reavivados por Sua Palavra


LUCAS 2 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
12 de março de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

LUCAS 2 – Precisamos dos escritos de Mateus, Marcos e Lucas a fim de possuir um leque maior de informações relevantes sobre nosso Salvador e substituto.

“O Espírito Santo apresenta, sem contradição, por intermédio de três autores humanos diferentes, um único Messias, servo-Salvador, homem-Deus. Cada qual o apresenta sob um aspecto diferente e com um objetivo diferente, mas a apresentação tríplice refere-se à única e mesma pessoa humana-divina” (Marril F. Unger).

Lucas é o único escritor neotestamentário que era gentio. Sua visão do Messias não era a de um judeu. Ele era gentio da Antioquia da Síria escrevendo a outro gentio, Teófilo. Assim, quem não é judeu pode mais facilmente assimilar sua mensagem.

Lucas também não foi um dos doze apóstolos que convivera pessoalmente com Jesus. Consequentemente, precisou pesquisar para escrever sobre Ele. Em suas acuradas pesquisas, ele foi além do que os outros evangelistas escreveram.

Assim, o evangelho de Lucas é acadêmico, útil aos universitários e pessoas de intelecto desenvolvido. O Doutor Lucas apresentou Jesus de forma lógica, racional e interessante ao mundo inteiro, inclusive para os brasileiros.

O capítulo em pauta revela-nos verdades importantíssimas:

• Maria e José estavam fora de casa e Jesus nasceu num estábulo primeiramente porque foram convocados para um censo em Belém; depois, porque a cidade estava lotada sem espaço para “retardatários” – devido à gravidez a viagem foi devagar, demorada (vs. 1-7).

• Apesar da simplicidade e da pobreza caracterizando o nascimento do Filho de Deus os anjos cantaram alegremente e anunciaram aos pobres e desprezados pastores que certamente aguardavam com sinceridade e grande expectativa ao Salvador do mundo (vs. 8-20).

• Com oito dias após Seu nascimento, Jesus foi circuncidado – marca do prepúcio do menino judeu. Então, foi levado ao templo para ser apresentado (a oferta de Maria e José revela sua minguada situação financeira); ali, o menino foi bem recebido pelo idoso e piedoso Simeão e a idosa profetiza viúva, Ana (vs. 21-38).

• Jesus cumpriu cada um dos requisitos ritualísticos da religião judaica, e aos doze anos surpreendeu aos doutores de teologia com sua infantil, porém, profunda sabedoria (vs. 39-52).

Lucas é quem mais revela os pormenores dos primeiros anos de Jesus; Ele foi uma criança normal, contudo, perfeita. Ele é exemplo para crianças e adultos.

Sigamos Seus passos! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: