Reavivados por Sua Palavra


MARCOS 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
23 de fevereiro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Tendo-Se levantado alta madrugada, saiu, foi para um lugar deserto e ali orava” (v.35).


Estamos iniciando o segundo livro a respeito da vida de Cristo e de Seus ensinos. Novos detalhes e uma nova perspectiva surgirá diante de nossos olhos. Diferente do início do evangelho de Mateus que relata o nascimento de Jesus, Marcos vai direto à inauguração de Seu ministério terrestre. O batismo, a tentação e a vocação dos discípulos são seguidos por Suas primeiras pregações e manifestações de cura. Marcos destaca o papel de Jesus como “Filho de Deus” (v.1).

Mas antes mesmo de começar o seu relato a respeito de Cristo, ele enfatiza o cumprimento profético com relação à pessoa de João Batista. João foi escolhido por Deus para uma missão especial. Sua missão consistia em preparar os corações para receber o Messias prometido. Ao pregar o “batismo de arrependimento para remissão de pecados” (v.4), João não estava preocupado em agradar pessoas, mas em conduzi-las à salvação. Adepto de um estilo de vida um tanto incomum e peculiar (v.6), João atraía as multidões ao deserto não por causa disso e nem por falar palavras bonitas, mas por falar a verdade com a autoridade de quem a vivia.

A teologia barata que tem se alastrado em nossos dias prega que o cristão não precisa ser diferente do mundo; que podemos nos misturar entre as multidões com seus costumes e práticas e ainda assim andar com Deus. Creio que o estudo do Antigo Testamento nos deu provas suficientes de que não é bem assim. Noé, Abraão, Elias, Daniel, dentre outros, dão testemunho de que viver piedosamente diante de Deus requer fé, devoção e renúncia. Será que era fácil para João viver no deserto? Certamente que não. Então porque insistimos em permanecer na zona de conforto onde é fácil ser cristão comparando a nossa fé com homens e mulheres que abriram mão da própria vida por amor a Deus e à Sua Palavra?

João deu testemunho de Jesus Cristo e o próprio Jesus nos chamou com o mesmo propósito: “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis Minhas testemunhas” (At 1:8). Como João Batista, somos chamados a mostrar ao mundo o caminho que conduz a Cristo e Este nos “batizará com o Espírito Santo” (v.8). O batismo do Espírito Santo, portanto, não é a manifestação externa de línguas confusas ou de movimentos histéricos, mas uma bênção concedida por Jesus àqueles que O buscam em espírito e em verdade; que estão dispostos a deixarem tudo para segui-Lo (v.18).

A mensagem central da pregação de João e de Jesus continua sendo a mesma: “O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no evangelho” (v.15). Arrependimento significa uma mudança de vida, abandono das práticas antigas, renascimento. Por isso que o batismo tornou-se o símbolo do ministério de João. E o segredo da vitória não está no cristianismo mascarado das facilidades e do comodismo. O segredo da vitória está no “lugar deserto” (v.35). Porque é no deserto que a nossa fé é provada. É no deserto que ouvimos melhor a voz de Deus. É no deserto que conversamos melhor com Deus.

Amados, assim como a alegação dos discípulos a Jesus, dizendo: “Todos Te buscam” (v.37), foi seguida da resposta curta e objetiva do Filho de Deus que veio para fazer a vontade de Seu Pai (v.38), num mundo onde a maioria alega buscar a Jesus, a Sua resposta é esta: “Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mt 7:21). A maior demonstração de amor que podemos declarar ao nosso próximo não tem a ver com permissividade, mas com compromisso com a verdade. Esta foi a missão que João cumpriu, e deve ser a nossa também.

Bom dia, “voz do que clama no deserto” (v.4)!

DEZ DIAS DE ORAÇÃO, 2° dia: Oremos para que em nosso lar reine o perdão.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Marcos1
#RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: