Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 29 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
28 de abril de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Corrige o teu filho, e te dará descanso, dará delícias à tua alma” (v. 17).


Existe um trabalho cujas atribuições são imprevisíveis e tão difíceis que exigem total disponibilidade. A qualquer momento pode haver uma emergência e não há como mensurar o quanto de labor diário será necessário. Cada dia reserva surpresas à parte e o estado de humor tem grande influência sobre os “clientes”. Este serviço requer olhos sempre atentos e mãos sempre dispostas. É preciso ser um pouco de cada coisa: professor, educador físico, nutricionista, psicólogo, enfermeiro, plantonista, vigilante, chefe de cozinha, camareira, artesão, conselheiro espiritual. A jornada de trabalho é de 24h, sem férias, salário ou benefícios trabalhistas. E se adoecer, trate logo de melhorar, porque também não há auxílio doença e nem licença por questões de saúde. Eu não sei qual é a sua profissão, mas sei que certamente você não estudaria em troca de um trabalho assim.

Depois de toda aquela descrição, você lembrou de alguém? Alguém que carregou os seus primeiros quilos dentro de si por nove meses. Alguém que sentiu dores para que você sentisse vida fora do ventre. Que percebeu que um pedaço do seu coração estava em seus braços. Que chorou com sua primeira vacina. Que perdeu diversas noites de sono para lhe alimentar e acalentar. Que transforma em torcida organizada cada conquista sua. Que sofre com suas quedas. Que te repreende  quando necessário, mas que te ama o tempo todo. Que chora escondido quando você a magoa, ou que não contém as lágrimas diante de seus atos insensatos. Que pode não receber remuneração monetária, mas que trocaria todo o dinheiro do mundo pela sua felicidade. Eis que lhes apresento A MATERNIDADE!

De tudo o que temos aprendido neste livro, pelo menos 80% deve ser ensinado pela mãe. Sem desmerecer a paternidade, cumpre à mãe, como mulher que edifica a sua casa (Pv. 14:1), ter participação mais ativa e mais próxima dos filhos. Todos os dias enfrento desafios, e cada um deles não se compara a dez metas das maiores multinacionais. Requer muita sabedoria, controle emocional, raciocínio rápido, domínio próprio e muito, muito amor. A disciplina faz parte da educação e saber aplicá-la e dosá-la na medida certa não é tarefa fácil. Mas a Palavra do SENHOR nos diz que precisamos usar “a vara e a disciplina” (v. 15) para que o resultado seja o de filhos sábios. Contrariando este contexto, “a criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua mãe” (v. 15). Crianças entregues ao ócio, liberdade excessiva e que não são submetidas a regras, certamente serão vergonha para a mãe e tristeza para o pai.

Não sou uma mãe perfeita e estou bem longe de ser. Cada filho possui particularidades que precisam ser trabalhadas com muito cuidado e atenção e quantas vezes eu tenho errado tentando acertar. Há pouco mais de três anos meu marido e eu optamos por ele ser o provedor do lar e eu me dedicar integralmente à educação dos nossos filhos. Percebi o chamado de Deus nesta direção e resolvi fazer a Sua vontade. Desde então tem sido um desafio após outro, afinal, o “título” de mãe em tempo integral não é algo bem visto onde a mulher precisa ser um “animal” de carga para ser valorizada. E um dia desses, com o coração pesaroso pelas circunstâncias e por achar que ainda não estou cumprindo fielmente a parte que como mãe me corresponde, em oração pedi que o SENHOR falasse comigo, nem que fosse para apontar os meus erros, e Ele assim me respondeu:
“Eu contenderei com os que contendem contigo e SALVAREI OS TEUS FILHOS… Todo homem saberá que Eu sou o SENHOR, o Teu Salvador e o Teu Redentor, o Poderoso de Jacó” (Isaías 49:25 e 26). Eu fiquei sem palavras diante de tal resposta. Glórias ao SENHOR!

Podemos ser conhecedores da Bíblia de Gênesis a Apocalipse. Podemos ter muitas graduações e especializações. Podemos aplicar a disciplina e a vara em nossos filhos e lhes impor autoridade. Entretanto, o resultado SALVAÇÃO só o SENHOR pode dar. Percebi que não adianta ficar cobrando de mim mesma o que só Deus pode realizar. Que não existe responsabilidade que cause mais estafa mental e física do que a maternidade, mas que não há nenhuma outra obra tão poderosa em todo o planeta. Diante de uma época onde jogos virtuais têm ceifado a vida de crianças e adolescentes, ser mãe é uma corrida contra o tempo e um caso de vida ou morte. O mundo está se corrompendo por dar as costas às profecias da Palavra de Deus (v. 18), e mães que decidem vestir-se para a batalha com a armadura certa (Efésios 18:10-18), certamente no SENHOR estarão seguras (v. 25) e serão bem-sucedidas em seu labor:

“Todavia, será preservada através de sua missão de mãe, se ela permanecer em fé e amor, e santificação, com bom senso” (II Timóteo 2:15).

Mãe, acredite, ainda que não sejas valorizada aqui, muito em breve serás honrada no mundo porvir! Aleluia!

Bom dia, mães segundo o coração de Deus!

Desafio do dia: Lembram do nosso jejum das quartas-feiras? Não desanime. Oremos e jejuemos por nossas famílias e elas serão mais influentes do que muitos sermões!

Rosana Garcia Barros
#PrimeiroDeus
#Provérbios29
#RPSP


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Bom dia, Glória a Deus, aleluia, amém, irmã Rosana Barros, amo seus comentários, mas o de hoje me emocionou, não existe profissão, mais linda e satisfatória, que educar um ser criado por Deus, a andar nos caminhos do Senhor, sou mãe de um menino de 4 anos, e tudo que vc escreveu é a mais pura verdade mãe é mil e uma utilidades. Louvado seja Deus pela vida dos nossos filhos.

Comentário por Marcela Lima




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: