Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 28 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
27 de abril de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

PROVERBIOS 28 – Nossa fé deve reger nossa conduta em casa, no trabalho, esporte, mercado, em todo lugar, até mesmo nossos relacionamentos na igreja.

O capítulo oferece-nos estes pontos, conforme Bruce K. Waltke:

1. Relação com a Torá/Lei para gerenciar e ganhar riquezas:
• Provérbio introdutório (v. 1);
• Primeira subunidade sobre a Torá/Lei e o governo justo (vs. 2-6);
• Segunda subunidade sobre a Torá/Lei e o governo justo (vs. 7-11).

2. Relação com Deus para governar e conseguir riqueza:
• Provérbio introdutório (v. 12);
• Deus e o dirigente (vs. 13-18);
• Riqueza mediante trabalho duro frente à precipitação (vs. 19-24);
• Riqueza através da confiança no Senhor e generosidade frente à mesquinharia (vs. 25-27).

3. Provérbio de conclusão (v. 28).

Diz o teólogo Paul R. House que “o conhecimento e a observância da lei de Deus são fatores supremos na luta contra a maldade. Os que abandonam a lei de fato escolhem louvar o pecador e suas convicções (28.4). Os mantenedores da lei alcançam sabedoria (28.7); suas orações são ouvidas (28.9). Sem profecia, a aplicação da lei na vida diária, as pessoas não têm nenhum freio; mas quando obedecem à lei elas são abençoadas (29.18). Tanto a profecia quanto a lei são revelações inspiradas por Deus que ensinam as pessoas a viver, e ambas requerem uma relação com Yahweh. Assim as matérias de sabedoria, a lei e a profecia formam um corpo de ensinamento que torna possível uma vida sadia”.

Tratar com indiferença aos princípios divinos faz que o avanço dos princípios do inferno seja rápido. Quando permitimos que a filosofia do inferno domine nossas atitudes tornamo-nos missionários do maligno, precursores dos demônios, agentes do diabo.

Pior é atacar princípios bíblicos que dão vida, para defender conceitos diabólicos que promovem morte. A tirania religiosa caracteriza-se pela arrogância daqueles que são agentes do mal, vestidos com vestes religiosas, alegando crença no evangelho, mas distorcendo a Palavra de Deus.

“Como sempre, Deus é a figura central na aquisição da sabedoria. O temor do Senhor permanece o pré-requisito para a graça divina (28.14). Crer no Senhor continua sendo a chave para as relações divino-humanas que resultam em enriquecimento (28.25) e segurança (29.25)” – declara House.

Sejamos fieis à Torá/Lei de Deus, revistamo-nos com a justiça divina/Cristo, para que nossa religião não seja hipócrita! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: