Reavivados por Sua Palavra


II Samuel 12 by jquimelli
15 de abril de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

O arrependimento de Davi foi sincero e profundo. Não houve esforço para atenuar seu delito. Nenhum desejo de escapar dos juízos ameaçados inspirou sua oração. Viu, porém, a enormidade de sua transgressão contra Deus; viu a contaminação de sua alma; repugnou-lhe seu pecado. Não era unicamente pelo perdão que ele orava, mas pela pureza de coração. Davi não abandonou a luta em desespero. Nas promessas de Deus aos pecadores arrependidos, via a prova de seu perdão e aceitação.

“Porque Te não comprazes em sacrifícios, senão eu os daria;
Tu não Te deleitas em holocaustos.
Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado;
A um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.” Sal. 51:16 e 17.

Ellen Gould White
Patriarcas e Profetas p. 725.

 

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/2sa/12 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/2sa/12 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/2sa/12/
Texto traduzido anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/01/19/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: II Samuel 12
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 20



II Samuel 12 – Comentário Pr Heber Toth Armí by jquimelli
15 de abril de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

II SAMUEL 12 – A natureza humana pecaminosa encontra harmonia com o pecado; isso explica a sensação de prazer, satisfação e até de paz quando se mergulha na lama dos mais espantosos atos que causam profunda tristeza ao coração de Deus.

A tristeza de Deus não O leva a desprezar ao pecador que nem se ressente do mal, mesmo que esse mal tenha sido assassinato de um companheiro inocente ou, adultério com a esposa desse companheiro.

Pecados podem anestesiar de tal forma a consciência que parece que nada a convencerá da insanidade moral praticada.

Observe este esboço:

1. Deus viu a necessidade de enviar um profeta para confrontar Davi visando despertar-lhe à consciência anestesiada pelo veneno do pecado (vs. 1-12);
2. Davi, despido de orgulho, mas vestido de humildade, confessa seu pecado e se arrepende dele com sinceridade (vs. 13-14);
3. O perdão divino retira a culpa, Deus aceita o pecador reconciliando-se com ele; porém, as consequências permanecem como prova da malignidade do pecado: Davi perdeu seu filho (vs. 15-25);
4. Davi abandona a ociosidade, e retorna para a batalha. Deus abençoa com vitórias aqueles que desistem da lama do pecado (vs. 26-31).

Abaixo seguem algumas citações de Ellen G. White que merecem nossa atenção:

• “A Inspiração registra fielmente as faltas de homens bons, daqueles que se distinguiram pelo favor de Deus; efetivamente, suas FALTAS são apresentadas de modo mais completo do que as VIRTUDES”.

• “Homens a quem Deus favoreceu, e a quem confiou grandes responsabilidades, foram ALGUMAS VEZES VENCIDOS PELA TENTAÇÃO, e cometeram pecado, mesmo como nós, presentemente, esforçamo-nos, vacilamos, e frequentemente caímos em erro. Sua vida, com todas as faltas e loucuras, estão patentes diante de nós, tanto para a nossa ANIMAÇÃO como ADVERTÊNCIA”.

• Se os grandes personagens da Bíblia “fossem representados como estando sem faltas, nós, com a nossa natureza pecaminosa, poderíamos desesperar-nos pelos nossos erros e fracassos. Mas, vendo onde outros lutaram através de desânimos semelhantes aos nossos, onde caíram sob tentação como o temos feito, e como todavia se reanimaram e venceram pela graça de Deus, encorajamo-nos em nosso esforço para alcançar justiça. Como eles, embora algumas vezes repelidos, recuperaram terreno, e foram abençoados por Deus, assim nós também podemos ser VENCEDORES na FORÇA de JESUS”.

Vamos reavivar-nos? Ore! Compartilhe! – Heber Toth Armí.



II Samuel 12 – Comentários selecionados by jquimelli
15 de abril de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

Quando você tiver de transmitir más notícias a alguém, ore por coragem, bom senso e tato. Se você quiser que a pessoa responda construtivamente, pense bem no que você dirá. Tempere suas palavras com sabedoria. Life Application Study Bible Kingsway.

quatro vezes. Êx 22.1 ordena uma quádrupla restituição por ovelhas roubadas. Alguns têm detectado aqui um indício da perda subsequente de quatro filhos de Davi: o primeiro de Bate-Seba (vs. 14, 18), Amnom (13.28-29), Absalão (18.14-15) e Adonias (1Rs 2.24-25). Bíblia de Genebra.

Tu é o homem. Um ano se passara após o seu pecado, mas Davi não dera sinal algum. Ele descreve sua condição durante esse terrível período no Salmo 32.3, 4. A consciência o açoitava incessantemente, mas ele não se voltou para Deus enquanto Natã não foi enviado para falar-lhe. O Bom Pastor foi atrás da ovelha que estava perdida até que a achou. “Refrigera-me a alma!”. Mas a agonia de alma não basta, ainda que seja profunda; é preciso fazer confissão. Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento, F. B. Meyer.

dei-te a casa de teu senhor e as mulheres de teu senhor. Natã utiliza a linguagem convencional para dizer que Deus deu a Davi o trono de Saul. Andrews Study Bible.

10 não se apartará a espada jamais da tua casa. Assim como Urias foi morto de forma violenta, assim também a casa de Davi seria perseguida pela violência. Absalão matou Amnom (13.28-29); Joabe matou Absalão (18.14-15) e Salomão ordenou as mortes de Adonias (1Rs 2.24-25) e Joabe (1Rs 2.29-34). Bíblia de Genebra.

11 se deitará com elas. Profecia cumprida na ocasião da rebelião de Absalão (16.22). Bíblia de Estudo NVI Vida.

13 Pequei contra o SENHOR. O pecado é perdoado, mas as consequências perduram. O clímax, num verdadeiro arrependimento, é a palavra “pequei”. Somente neste estado a graça de Deus pode manifestar-se eficientemente. Bíblia Shedd.

Durante este incidente, Davi escreveu o Salmo 51, revelando se maneira valiosa seu caráter e oferecendo esperança também a nós. Não importa quão miserável a culpa faça você se sentir ou quão terrivelmente você pecou, você pode derramar seu coração perante Deus e buscar Seu perdão, como Davi o fez. Existe perdão para nós quando pecamos. Davi também escreveu o Salmo 32 para expressar a alegria que ele sentiu após ter sido perdoado. Life Application Study Bible Kingsway.

Há um nítido contraste entre a confissão de Davi e a de Saul (1Sm 15.24). Bíblia de Estudo NVI Vida.

20-24 Para se sentir perdoado como Davi se sentiu, reconheça seus pecados a Deus e volte-se a Ele.Então, siga em frente, de maneira renovada em relação à vida. Life Application Study Bible Kingsway.

22, 23 Talvez uma das experiências mais difíceis na vida seja a perda de um filho. Para conforto em tais difíceis circunstâncias, leia Salmo 16:9-11; 17:15; Isaías 40:11. Life Application Study Bible Kingsway.

23 eu irei a ela. Uma referência ao lugar dos mortos (1Sm 28.19; Gn 37.35). Bíblia de Genebra.

Davi será enterrado no mesmo túmulo de seu filho (Gn 37:35). Andrews Study Bible.

Os hebreus falavam figurativamente dos mortos como se estivessem dormindo juntos num reino chamado she’ol. Esta palavra é traduzida como “sepultura” e “inferno”. A tradução “inferno” é imprópria, pois she’ol não tem nada a ver com tortura nem com estado consciente. A pessoa que morria era, ás vezes, representada como tendo ido dormir com seus pais (2Sm 7:12; 1Rs 1:21; 2:10, ARC e ACF) ou como sendo reunida a seus pais (2Rs 22:20). Davi queria dizer que se reuniria com seu filho na morte, mas que seu filho não voltaria à terra dos vivos. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 712.

27 tomei a cidade das águas (ARA; NVI: “apoderei-me dos seus reservatórios de água”). Após controlar o suprimento de água durante um cerco, a conquista da cidade se tornou fácil. Andrews Study Bible.

31 fê-lo passar a serras, e a picaretas e a machados. Uma versão mais justa seria: “E ao povo que nela havia, desterrou-o para trabalhar com a picareta (abrindo estradas e vales de segurança), com machados (derrubando matas) e para trabalhar com tijolos para os fornos”. Bíblia Shedd.

Reis vitoriosos muitas vezes aproveitavam prisioneiros de guerra como trabalhadores braçais em seus projetos de construções (v. 1Rs 9.10, 21; v. tb. Êx 1.11). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Alguns acham que Davi torturou os prisioneiros amonitas (ver com. de 1Cr 20:3). Essas crueldades estariam de acordo com os costumes da época, mas não com o caráter de Davi. CBASD, vol. 2, p. 713.




%d blogueiros gostam disto: