Reavivados por Sua Palavra


I Samuel 30 – Comentário Rosana Barros by jquimelli
2 de abril de 2016, 9:11
Filed under: Sem categoria

‪#‎rpSp‬ ‪#‎1Samuel30‬

"Então, Davi e o povo que se achava com ele ergueram a voz e choraram, até não terem mais forças para chorar" (v. 4).

Sendo excluído da peleja pelos príncipes filisteus, Davi voltou com seus homens a Ziclague.
Lembram do que estudamos acerca das consequências das atitudes impensadas de Davi e sobre as marcas? Eis as consequências e eis as marcas.
Ao retornarem para casa perceberam que além de não haver mais casa, suas famílias e todos os seus pertences haviam sido levados.
Que desespero! Que agonia! Que pesadelo!
Pais, mães, filhos e filhas foram levados. Não restou uma pessoa sequer. Tudo estava destruído. Mas a destruição maior foi a do coração daqueles homens. Os valentes de Davi não passavam de crianças desconsoladas. Imaginem um pai que volta para casa e descobre que levaram embora a sua filhinha de apenas 4 meses de idade. Um filho que volta para parabenizar a mãe por seu aniversário e não a encontra mais. Um marido que não via a hora de estar perto de sua esposa gestante e dá de cara com sua casa em chamas. São situações hipotéticas que podem ter acontecido naquele dia escuro.
O fato é que aqueles homens choraram de todo o coração, de toda a alma, e de todo entendimento, "até não terem mais forças para chorar" (v. 4).
Alguma vez na vida você já chorou assim? Chorou até sentir que suas forças acabaram? Já conheceu o que é o pranto?
Quando meu filho mais novo teve que ir para UTI com apenas 4 dias de vida, eu conheci o pranto. É um choro que lhe faz perder as forças, literalmente. É como se o seu corpo todo chorasse. É uma entrega total do ser àquilo que causa a dor.
Além de ter perdido tudo, Davi ainda teve que lidar com uma multidão de homens enfurecidos querendo apedrejá-lo. "Porém Davi se reanimou no SENHOR, seu Deus" (v. 6) e foi fazer o que deveria ter feito muito antes: consultar qual era a vontade de Deus.
Revestido da força do poder do SENHOR e com a promessa da vitória, Davi e seus homens avançaram em busca de tudo o que haviam perdido.
Porém, duzentos homens ficaram para trás, pois estavam muito cansados para continuar (v. 10).
No caminho, Davi encontra um estrangeiro, um servo egípcio que estava extremamente debilitado. O que ele faz? Trata aquele homem com bondade, dando-lhe água e alimento. Recobrando as forças e na promessa de ter poupada a sua vida, o egípcio conta a Davi o paradeiro do bando que levou o seu povo.
Resultado: Davi e seus homens os encontram, acabam com todos eles, recuperam tudo o que haviam perdido e ainda ficam com os despojos da guerra. Como o SENHOR havia prometido, "tudo Davi tornou a trazer" (v. 19).
Mas ao retornar, e encontrar com aqueles duzentos que haviam ficado no caminho, "todos os maus e filhos de Belial, dentre os homens que haviam ido com Davi" (v. 22) não queriam dividir os despojos com os duzentos.
Contudo, Davi mostra que Deus estava com ele quando diz: "Não fareis assim, irmãos meus, com o que nos deu o SENHOR, que nos guardou e entregou às nossas mãos o bando que contra nós vinha…Porque qual é a parte dos que desceram à peleja, tal será a parte dos que ficaram com a bagagem; RECEBERÃO PARTES IGUAIS" (v. 23 e 24).
Uau! Que lição fantástica! Aliás, quantas lições fantásticas!

Davi estava colhendo o que havia plantado. A mentira, o engano, o levou à situação do capítulo de hoje: de profunda angústia.
Mas, na fraqueza, Deus lhe recobrou as forças, porque está escrito: "Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte" (2 Coríntios 12:10). Porque ali Davi se rendeu ao SENHOR, reconhecendo que dependia dEle totalmente. E qual é o resultado de uma entrega? A imediata resposta do SENHOR.
Deus tem prazer em falar com Seus filhos. E Ele sempre responde a um coração que reconhece as suas limitações em contraste com a força de Seu poder.
Foi o que aconteceu a Davi.
Percebam os detalhes da história. Davi se mostra benigno ao estrangeiro, antes mesmo de saber quem era e de onde vinha. Depois, é misericordioso com aqueles homens que haviam ficado para trás devido ao cansaço.
Na divisão do despojo, ele não fez acepção de pessoas, mas todos receberiam de forma igual. Sabem porque, meus amados?
Porque quem venceu aquela batalha não foram Davi e seus homens, foi o SENHOR. E Davi soube reconhecer isto (v. 23).
Vivemos a maior guerra de todas, a luta contra o pecado. E neste grande conflito não há como vencer, senão pelo poder de Deus. Pois, "não há homem justo sobre a terra que faça o bem e que não peque" (Eclesiastes 7:20).
Ou seja, se não fosse o sacrifício de nosso Salvador e Seu grande amor, estaríamos perdidos. Se não fosse a intervenção de Deus, Davi e seus homens teriam voltado derrotados, ou mesmo teriam morrido.
A benignidade de Davi para com os que ficaram com a bagagem, é a mesma que Deus tem por nós.
Não há grandes e pequenos para Deus, não há merecedores e imerecedores. Porque, para Ele todos somos iguais, e ninguém é merecedor do Seu amor.
Mas Ele escolheu nos amar!
Você pode hoje pensar que a única coisa que faz é carregar uma bagagem de sofrimento. Que sua vida não é digna de receber coisa alguma. Mas deixa eu lhe contar uma coisa: NINGUÉM É DIGNO!
Só há Um que é digno, só há um Homem que pisou nesta terra, que verdadeiramente foi justo: Jesus Cristo, o Justo (1 João 2:1).
Portanto, quem eram aqueles filhos de Belial, para dizer quem receberia ou não as recompensas da batalha do SENHOR?
Quem somos nós para julgar quem faz mais ou faz menos na obra de Deus?
Aqueles que Deus coloca na linha de frente de Sua batalha, devem ser também muro de defesa para os que se encontram abatidos pelas angústias da vida.
Paulo mesmo disse: "Ora, nós que somos fortes devemos suportar as debilidades dos fracos e não agradar-nos a nós mesmos" (Romanos 15:1).
Não seja considerado mau e nem um filho de Belial aos olhos de Deus. Aja com misericórdia. O SENHOR não quer a tua opinião sobre o que é ou não justiça. Pois a nossa justiça não passa de trapos de imundícia (Isaías 64:6). O SENHOR requer de nós atos de misericórdia. "Misericórdia quero e não holocaustos" (Mateus 12:7).
Lembram da parábola dos trabalhadores na vinha?
Uns trabalharam o dia todo, outros foram chamados na metade do dia, e na metade da tarde, no entardecer, e na última hora. Ao irem receber o pagamento, os que trabalharam o dia todo perceberam que haviam recebido o mesmo que todos os outros que trabalharam apenas uma parte do dia, e aqueles que haviam trabalhado apenas uma hora. Eles ficaram indignados e cobravam justiça. Oh, meus irmãos, o que é a nossa justiça comparada à justiça de Cristo?
Mas o dono da vinha havia combinado aquele pagamento com eles e deu exatamente o que havia prometido. (Mateus 20:1-16).
O SENHOR não faz acepção de pessoas. Ele chamou guerreiros e valentes, mas também chamou cuidadores de bagagens. Ele cuida tanto desses como daqueles. E ainda diz mais aos que são fortes: "Cuidem dos Meus pequeninos que estão se sentindo mais machucados pelas aflições da vida!"
Não seja rápido para julgar ninguém, seja rápido para alegrar o coração de quem precisa de sua ajuda.
O SENHOR nos chama a sermos abençoadores, reparadores de brechas (Neemias 4:7), e não "justos" aos nossos próprios olhos.
Se você reconhece que tudo o que é e o que tem é o SENHOR que lhe dá, então agirá com misericórdia mesmo que o mundo diga que não é justo.
Tem você alcançado vitórias? Dê glórias a Deus!
Tem você carregado uma pesada bagagem?
Espera no SENHOR, lança sobre Ele o teu fardo, e toma o dEle, porque Ele diz: "o Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve" (Mateus 11:30).
Deus deseja conceder a recompensa da vitória final a TODOS. Basta aceitar. Não importa o que digam os maus (v. 22), no SENHOR, até os que ficam apenas para interceder, recebem presentes (v. 26).
Soldados na batalha de Deus só vencem usando a Sua armadura (Efésios 6:10-18). Carregadores de bagagens só carregam o que podem suportar.
Ei, você soldado! Você mesmo! Sabe qual é a sua primeira ordem de batalha? Cuidar dos que precisam de você.
Ei, carregadores de bagagens! Na sua angústia, Deus promete enviar "Davi’s" que lhes tratem com misericórdia.
Quem é você, hoje?
Não importa a sua função, não importa a sua situação, não importa o que você faz ou deixa de fazer. Deus quer você! E assim como Ele tirou Davi da profunda angústia para o vigor e força, Ele promete fazer o mesmo contigo. Pode não ser para liderar, mas, com certeza, será, independente de sua fraqueza, para receber a justiça de Cristo.
É só CONFIAR!

Bom dia, iguais perante Deus!

*Leiam ‪#‎1Samuel‬ 30

Rosana Garcia Barros



I Samuel 30 – Comentários selecionados by jquimelli
2 de abril de 2016, 6:57
Filed under: Sem categoria

O retorno de Davi da batalha ocorre em tempo providencial. Ele chega exatamente a tempo de perseguir os amalequitas que haviam atacado Ziclague. Este capítulo mostra como uma derrota pode se transformar em vitória. A vitória de Davi contrasta-se com a derrota de Saul, relatada no próximo capítulo. Ambas as batalhas ocorreram aproximadamente ao mesmo tempo. Andrews Study Bible.

terceiro dia. Davi gastou na volta três dias, em que percorreu 128 km. Estava fora de Ziclague havia já uns dez dias. e gastou um dia com os preparativos para a nova expedição contra os amalequitas. Bíblia Shedd.

Quando Davi estava deixando o campo de batalha, vários homens de Manassés se uniram a ele (1 Cr 12.20), e, assim, sua comitiva foi grandemente aumentada. Foi como se Deus já previsse a provação que o aguardava e o estivesse preparando para enfrentá-la. Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento, F. B. Meyer.

Ziclague. A ausência de Davi e dos seus guerreiros deu aos amalequitas uma oportunidade para se vingarem. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Tendo sido as vítimas das incursões vitoriosas de Davi (27.8), os amalequitas aproveitaram a ausência de Davi em Ziclague para retaliarem. Bíblia de Genebra.

Mas que ato de misericórdia divina foi o fato de ele [Davi] ter sido mandado de volta, e o de que nenhuma guarnição tivesse sido deixada para proteger as mulheres – o que poderia ter irritado os invasores – e que ninguém tivesse sido morto (v. 2)! Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento, F. B. Meyer.

amalequitas. Logo após Israel ter saído do Egito, os amalequitas os atacaram no momento mais inoportuno (Êx 17:8-16). Desta vez eles atacaram a cidade de Davi quando haviam sido deixados nela somente mulheres e crianças. Andrews Study Bible.

2 a ninguém mataram. É evidência notável da proteção providencial que o Senhor dera a Davi (v. 19; 26.12), cuja própria prática tinha sido bem diferente (27.9). Bíblia de Genebra.

Os prisioneiros seriam vendidos como escravos aos povos vizinhos, principalmente aos egípcios. Bíblia Shedd.

apedrejá-lo. Os homens de Davi o culpavam pelo desastre. Andrews Study Bible.

Davi se reanimou no SENHOR. Relembrar das promessas de Deus trouxe uma renovada esperança a Davi (17:37). Andrews Study Bible.

No primeiro momento de tristeza e horror, somente a intervenção da graça divina podia salvar a vida de Davi. Mas essa foi a hora de sua volta a Deus. e com as cinzas ainda quentes [de Ziclague queimada] aos seus pés, a aflição comprimindo seu coração, a ameaça da violência em seus ouvidos e a amarga contrição na consciência, “Davi se reanimou no Senhor seu Deus”. A partir daquela hora, ele voltava a ter sua antiga personalidade, forte, alegre e nobre. Após meses de negligência, pediu a Abiatar que trouxesse o éfode [estola sacerdotal] , e procurou saber qual a vontade de Deus. Então, com maravilhoso vigor, saiu em perseguição dos invasores e recuperou tudo. Ele tinha sido retirado de um horrível poço de perdição, e, de novo, seus pés estavam sobre a rocha (Sl 40.2). Seus passos agora podiam ser firmados. Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento, F. B. Meyer.

Ante a tragédia de perder suas famílias, os soldados de Davi começaram a se virar contra ele e mesmo chegaram a falar em matá-lo. Em vez de traçar um plano de resgate, procuraram alguém em quem por a culpa. Mas Davi encontrou sua força em Deus e procurou por uma solução em vez de um bode expiatório. Ao se defrontar com problemas, lembre-se que é inútil procurar alguém para culpar ou criticar. Em vez disso, tente encontrar uma solução. Life Application Study Bible Kingsway.

estola sacerdotal. [ephod/éfode]. Roupa sacerdotal utilizada para consultar o Senhor. Tipicamente era dada uma resposta “sim” ou “não”. Andrews Study Bible.

Respondeu-lhe o SENHOR. O Senhor respondeu a Davi, em contraste a Saul (28:6) e prometeu a ele uma vitória total. Andrews Study Bible.

ribeiro de Besor. Um leito de rio seco e profundo [um wadi, que só apresenta água nas épocas de chuva], localizado a sudoeste da Palestina. Andrews Study Bible.

Ribeiros da estação chuvosa da vizinhança de Berseba e do sul convergem para o ribeiro de Besor, que corre para o noroeste até desembocar no mar Mediterrâneo. Bíblia de Genebra.

No interior do Neguebe [sul de Israel] e servia como linha divisória entre terras cultivadas ao norte e o deserto ao sul. Bíblia Shedd.

10 cansados. Os 200 homens…tiveram a sua ocupação – guardar a retaguarda e tomar conta da bagagem para que os outros pudessem agir desembaraçadamente. Bíblia Shedd.

13 três dias. Os amalequitas estavam na frente de Davi, ainda por três dias. Gastou cinco dias para alcançá-los. Bíblia Shedd.

14 queretitas. Uma tribo relacionada com os filisteus, que veio originalmente da ilha de Creta. Mais tarde, junto com os peletitas, serviam como mercenários a Davi. Andrews Study Bible.

15 nem me entregarás nas mãos do meu senhor. Enquanto que as leis antigas  requeriam que os escravos fossem devolvidos aos seus senhores, as leis bíblicas não requeriam isso (Dt 23:15-16). Andrews Study Bible.

19 Não lhes faltou coisa alguma. Essa é mais uma prova marcante de como o Senhor vigiava com solicitude a situação de Davi (v. 2, nota). Bíblia de Genebra.

22 maus e filhos de Belial (ARA; NVI: “maus e vadios”; NKJV: “maus e inúteis”). Homens cujo coração estavam cheios de egoísmo. Andrews Study Bible.

23 o que nos deu o SENHOR. Davi, de modo suave, porém firme, rejeita a ideia de que a vitória alcançada deve ser atribuída à proeza deles. Como o Senhor concedeu a vitória, nenhum segmento dos homens de Davi poderia reivindicar um maior direito aos despojos do que outro. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Davi atribuiu a vitória ao poder de Deus. Isto significa que tudo deveria ser considerado espólio do Senhor (Dt 20:10-15). Andrews Study Bible.

24 Davi estabeleceu uma jurisprudência de que aqueles que ficaram com os suprimentos deveriam ser tratados do mesmo modo que aqueles que lutaram na batalha. Hoje, muitas pessoas são necessárias para providenciar os serviços de suporte necessários para cada soldado em batalha. Na igreja e em outras organizações, devemos tratar igualmente aqueles de providenciam serviços de suporte de modo semelhante àqueles na linha de frente. Sem contadores, administrativos, secretárias, estagiários e executivos, não haveria como os envolvidos no ministério público exercer suas atividades. Está você na linha de frente? Não se esqueça daqueles que lhe dão suporte. Está você em um grupo de suporte? Tome consciência de que sua posição, apesar de ser menos glamurosa ou excitante, é vital para o trabalho de todo o grupo. Life Application Study Bible Kingsway.

26 autoridades de Judá, que eram seus amigos (NVI). Davi enviou os despojos como expressão de gratidão aos que o tinham ajudado quando fugiu de Saul (cf. v. 31), e assim preparou o caminho para sua posterior elevação ao trono de Judá (v. 2Sm 2.1-4). Bíblia de Estudo NVI Vida.

27-31 Conforme diz o v. 31, essas cidades estavam dentro do alcance das peregrinações de Davi como fugitivo. Todas ela ficam ao sul de Judá. Essa Betel (v. 27), por exemplo, não deve ser confundida com a cidade mais ao norte, de mesmo nome. Bíblia de Genebra.



I Samuel 30 by jquimelli
2 de abril de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Quando Davi e seus homens retornaram a Ziclague, para seu horror eles encontraram a cidade queimada e vazia. Suas esposas e filhos haviam sido levados e todos eles choraram. Em sua amargura, os homens de Davi falavam até em apedrejá-lo.

Mas nesta crise Davi não se esqueceu do Senhor. O versículo 6 diz: “porém Davi se reanimou no Senhor, seu Deus.” O Senhor não deixou Davi a lutar sozinho. Então, quando ele perguntou ao Senhor através de Abiatar, o sacerdote que estava com ele, se deveria perseguir o bando invasor, a resposta foi: “Persegue-o, porque, de fato, o alcançarás e tudo libertarás ” (v. 8).

Os soldados encontraram, então, um escravo egípcio meio morto vagando no deserto, abandonado por seu mestre. Ele os levou para o acampamento dos invasores. Com 400 homens, Davi atacou ao entardecer e lutou toda a noite até à tarde do dia seguinte. Ele destruiu todos os amalequitas com exceção de 400 deles que escaparam montados em camelos. Ele libertou todas as mulheres e crianças e levou consigo uma grande quantidade de pilhagem.

Se Saul houvesse destruído todos os amalequitas quando o Senhor lhe ordenou, esta batalha contra Ziclague nunca teria acontecido.

Por fim, o capítulo 30 relata o sucesso de Davi quando ele confiou no Senhor. O capítulo 31 relata a derrota de Saul e sua morte, porque ele não confiou no Senhor.

Possamos nós também depender do Senhor para cada decisão e ação.Compensa servir ao Senhor!

Ralph Neall
Professor e missionário aposentado

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/1sa/30 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/1sa/30 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/1sa/30/
Texto traduzido anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/01/06/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: I Samuel 30
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 17



I Samuel 30 – Comentário Pr Heber Toth Armí by jquimelli
2 de abril de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

I SAMUEL 30 – Você já esteve no fundo do poço? Já teve sua vida toda arruinada? Já viu sua família toda destruída? E, já teve teus sonhos destroçados? Leia com atenção cada frase deste capítulo bíblico e, só depois, prossiga lendo este comentário…

Davi não mais orava. Não buscava mais a Deus. Sua vida tornou-se secularizada: pertencente ao povo de Deus sem comunhão e dependência total de Deus.

Mandado embora dentre o exército dos filisteus, chegou a Ziclague e, o que viu não era nada agradável. Amalequitas haviam invadido a cidade e, além de ter levado todos os bens, levaram também cativas suas mulheres e as de seus homens.

Aqueles homens de guerra ergueram a voz e choraram até acabarem suas forças. A cidade fora queimada e nada sabiam se os cativos estavam vivos. Era tão grande a dor dos homens de Davi que eles viraram-se contra ele visando lhe apedrejar.

“Nesse momento, Davi atingiu o fundo do poço. De repente, tudo o que fizera nos últimos meses passou-lhe diante dos olhos. Ao olhar para si mesmo como Deus o via, ele mais uma vez voltou-se para o Senhor em busca de ajuda; talvez pela primeira vez desde que saíra de Israel. Lemos que ‘Davi reanimou-se no SENHOR, seu Deus’ (v. 6). Foi o início de sua restauração” (Gene Getz).

• As lágrimas são inevitáveis quando nossos sonhos, cidades, casa e famílias são destruídos por inimigos vis.

• Acusações, críticas e condenações são frequentes quando procura-se um culpado, um “bode expiatório” – mesmo que tal pessoa seja inocente em relação às tragédias.

• Esquecer o Senhor leva a perder Sua proteção, bênçãos e Seus cuidados; entretanto, reanimar-se no Senhor é o início de qualquer restauração, seja da família ou dos bens materiais.

As horas difíceis podem ser positivas para quem sofre situações negativas. Quando este for nosso caso, devemos, como Davi, primeiramente, reavivar-nos no Senhor (v. 6); depois, consultar ao Senhor através da oração (v. 8) e, finalmente, partir para a batalha rumo à vitória (vs. 9-31).

• Às vezes não podemos evitar que inimigos destruam nossa família (vs. 1-5), mas podemos lutar após orar e, reconquistar tudo o que foi sequestrado (vs. 6-31).

Portanto, não se conforme com estragos causados pelo inimigo; busque a Deus e experimente restauração! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: