Reavivados por Sua Palavra


II Samuel 10 by jquimelli
13 de abril de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Temos aqui um relatório dos acontecimentos políticos, quando os amonitas, diante da péssima situação militar em que haviam se colocado, contrataram milhares de soldados de cidades-estado aliadas e se postaram para lutar contra os homens de Davi, sob o comando de Joabe, que estavam defronte de sua cidade (v. 6-8). Este relatório é montado com o foco unicamente em Joabe e suas realizações (v. 9-14), provavelmente foi registrado originalmente pelo escriba militar que o acompanhava. Na batalha contra os amonitas, as forças de Davi venceram e os inimigos que vieram ajudar aos amonitas fugiram.

A habilidade militar de Joabe é colocada lado a lado com os superiores resultados de Davi, que é registrada pelo escriba do palácio nos versos 15-19. Observe como o escriba cuidadosamente coleta os detalhes sem fazer propaganda pelo rei. Nesta segunda batalha, os siros receberam reforços que vieram dalém do rio Eufrates para lutar contra os homens de Davi e foram derrotados. Muitos morreram na batalha. O resto voltou para casa e se recusou, em temor, a socorrer os amonitas novamente.

Querido Deus
Neste mundo de pecado, há reis que governam corretamente e assim nos beneficiam, e há reis que são nossos inimigos. Proteja-nos e guarda-nos em Suas mãos. Amém.

Koot van Wyk
Kyungpook National University
Sangju, Coréia do Sul

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/2sa/10 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/2sa/10 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/2sa/10/
Texto traduzido anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/01/16/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: II Samuel 10
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 20



II Samuel 10 – Comentário Pr Heber Toth Armí by jquimelli
13 de abril de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

II SAMUEL 10 – A bondade pode facilmente ser confundida com maldade, dependendo do que o indivíduo, alvo dessa bondade, tem na cabeça. A falta de percepção espiritual, discernimento moral, e sabedoria celestial pode causar destruição total diante de graciosas cortesias.

Davi vivia momentos de prosperidades e bênçãos. Logo, retribuía aos outros o bem que Deus havia-lhe concedido:

• Deus graciosamente dá a Davi muitas vitórias sobre nações inimigas (8:1-18);
• Davi graciosamente demonstra bondade a Mefibosete (9:1-13);
• Agora, graciosamente Davi mostra bondade a Hanum (10:1-19).

A boa intenção de Davi estava bem nítida no tratamento ao neto aleijado de Saul, o qual não tinha como retribuir-lhe em nada o bem recebido. Desta forma, não havia segundas intenções de Davi para com Hanum, o qual vivia a dor da morte de seu pai: Davi mandou-lhe condolências.

1. Os amonitas descendiam de Ló com a filha caçula (Gênesis 19:30-38); Naás, o pai de Hanum, rei amonita, incomodara aos israelitas, que, temendo propuseram aliança. Naás aceitou, porém, exigiu furar os olhos de homens e mulheres do município de Jabes-Gileade. Consequentemente, Saul os derrotou (I Samuel 11:1-11). Contudo, quando Davi refugiou-se em Gate, próximo ao povoado amonita na transjordânia, Naás auxiliou-o. Por isso, Davi queria retribuir-lhe o favor (II Samuel 10:1-2).

2. Porém, o enlutado Hanum, motivado por conselheiros medrosos, humilha aos enviados de Davi, rapando-lhes a cabeça, tirando metade da barba, rasgando suas roupas até às nádegas, e mandando-os embora (vs. 4-5);

3. O que poderia ter gerado resultados positivos, virou guerra; os amonitas reforçaram seu exército convocando os sírios para atacar Davi por sua bondade. Foi como se eles tivessem virado as armas contra si mesmos na companhia de outros povos que também se uniram contra Davi (vs. 6-19).

Lições de vida:

• O comportamento daqueles que não servem a Deus é imprevisível, absurdo.

• Decisões e reações baseadas no medo geralmente são desprovidas de sabedoria.

• Conselheiros desprovidos da percepção e discernimento espirituais interpretam “caridade” como “periculosidade”.

• Ímpios tratam mal àqueles que lhes desejam o bem.

• Hostes se levantam tentando a destruição daqueles que promovem o bem.

• Nem sempre fazer o bem será positivo!

• Isso explica o desprezo a Cristo por inúmeros ignorantes do mundo!

Certamente o bem vencerá, pois Cristo venceu o mal. Portanto, hoje vivamos com sabedoria!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



II Samuel 10 – Comentários selecionados by jquimelli
13 de abril de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

A guerras contra os amonitas e sírios (arameus) não foram iniciadas por Davi, mas a vitória levou à supremacia de Israel na região. Andrews Study Bible.

2 Usarei de bondade para com Hanum, filho de Naás. A frase hebraica traduzida por “usarei de bondade” sugere que havia uma aliança entre Davi e Naás… O relacionamento de amizade entre Davi e Naás pode ter sido firmado durante o período em que Davi vivia fugindo de Saul. Bíblia de Genebra.

Naás nunca foi verdadeiramente amigo de Davi. Deve ter mostrado bondade para com ele simplesmente porque ele também era inimigo de Saul. Os amonitas odiavam os hebreus e desprezavam a adoração ao verdadeiro Deus. Por isso, não conseguiram entender o verdadeiro espírito de bondade que levou Davi a enviar seus emissários. As melhores intenções foram mal entendidas e os motivos foram desfigurados. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 699.

3 a cidade. Rabá, a capital (11.1; 12.26). Biblia de Estudo NVI Vida.

Os “maus conselheiros”, frequentemente, levam as pessoas a sofrerem consequências funestas: 1) Interpretaram mal os sentimentos de Davi (3); 2) Ofenderam os mensageiros (4-5) e ganharam a inimizade de Davi (6); 3) Provocaram uma guerra inútil (7); 4) Gastaram muito dinheiro em assalariar os siros (6); 5) Perderam a guerra (14). Bíblia Shedd. [Nota: Outro “mau aconselhamento” famoso é registrado em 1Rs 12:1-15 e 2Cr 10:8-19. De dimensões também  funestas: causou a divisão de Israel e facilitou a completa e aberta apostasia no reino do norte. Você já imaginou quantas milhares de pessoas no reino do norte foram induzidas – apesar da escolha final ser deles mesmo – a perder a eternidade por conta deste mau conselho inicial? Busque boas fontes de conselho. Seja um bom conselheiro.]

Muitas vezes respondemos de forma irada e defensiva em vez de admitir nossos erros e enganos e difundimos nossa ira com outras pessoas ao redor. Em vez de lutar, devemos buscar pazLife Application Study Bible Kingsway.

e lhes rapou a metade da barba. A barba, símbolo de dignidade, rapada, era uma grande vergonha; mas mutilada constituía-se em gravíssima ofensa. Bíblia Shedd.

A barba era raspada somente como sinal do mais profundo luto (v. Is 15.2; Jr 41.5; Ez 5.1). Bíblia de Estudo NVI Vida.

cortou metade das vestes. Para fazê-los parecer como escravos ou cativos [ver Is 20.4]. Tendo em vista que estes homens eram embaixadores do rei, o próprio Davi foi envergonhado. Andrews Study Bible.

O corte das roupas os expunha ao ridículo. Life Application Study Bible Kingsway.

Jericó. A primeira localidade a oeste do rio Jordão por onde passaria a delegação que retornava de Rabá. Bíblia de Genebra.

tomar a soldo. Hanum pagou mil talentos de prata para alugar cavaleiros e carros (1Cr 19:6). O gasto de uma quantia monetária tão grande para conseguir tropas que auxiliassem Amom indica a gravidade da crise. Amom queria guerra total contra Israel, numa tentativa de esmagar as tropas de Davi e remover, de uma vez por todas, a ameaça da dominação israelita. CBASD, vol. 2, p. 699.

O que ouvindo Davi. Davi não esperou seu país ser invadido, mas enviou Joabe para enfrentar as hostes a caminho. CBASD, vol. 2, p. 700.

o que havia de melhor em Israelcontra os siros. Os melhores soldados das forças israelitas foram escolhidos para o ataque contra os siros, que, com seus carros e com a cavalaria, constituíam a parte mais forte do exército inimigo. O próprio Joabe encabeçou essa tropa. CBASD, vol. 2, p. 700.

12 Sê forte e faça o Senhor o que bem lhe parecer. A situação exigia coragem. A existência do reino de Israel estava em jogo. Um inimigo determinado e poderoso estava arregimentado contra eles. Foi necessária grande ousadia para que Joabe conduzisse seus homens por entre os dois exércitos inimigos, onde poderia ser facilmente cercado, e então, simultaneamente, fizesse dois ataques. CBASD, vol. 2, p. 700.

Achando-se na difícil posição militar de ter de lutar em duas frentes de combate, Joabe exortou seus homens a terem coragem, mas reconheceu que o resultado dependia, em última análise, do Senhor (cf. as palavras de Davi em 15.26). Bíblia de Genebra.

Deve haver equilíbrio entre nossas ações e nossa fé em Deus. Joabe disse: “lutemos com bravura” (NVI). Em outras palavras, eles deveriam fazer tudo o que pudessem, buscando em suas mentes a melhor técnica e utilizando seus melhores recursos.Mas ele também disse: “…que o Senhor faça o que for de Sua vontade” (NVI). Ele sabia que o resultado estava nas mãos de Deus. Nós também devemos usar nossas mentes e nossos recursos para obedecer a Deus, enquanto confiamos em Deus pelo resultado. Life Application Study Bible Kingsway.

Aquela era a terra que Deus tinha prometido dar a eles. Israel travaria a batalha do Senhor. CBASD, vol. 2, p. 700.

13, 14 Joabe, estrategicamente, ataca em primeiro lugar os famosos siros; estes, ao serem desbaratados, amedrontariam Amom, que se tornaria presa fácil, depois. Bíblia Shedd. [Joabe agiu inteligentemente – não havia como Hanum, o rei amonita, saber que as forças restantes de Israel, destacadas para lhe enfrentar eram inferiores. Ao enfrentar os siros com as melhores tropas, fez Hanum entender que sofreria os mesmo revés. Lição: não torne públicas suas fraquezas].

14 também eles fugiram. A coragem de Amom não era maior que a força de seus aliados. Se os siros fossem vitoriosos, então os amonitas teriam avançado contra Abisai [irmão de Joabe, comandante do outra metade das tropas israelitas]. entretanto, quando os siros fugiram, a coragem dos amonitas também se foi e, com ela, suas esperanças de vitória. CBASD, vol. 2, p. 700, 701.

entraram na cidade. A razão para acamparem à porta da cidade foi, provavelmente, que pudessem ter esse lugar à disposição para uma retirada em caso de revés. Nessas condições e com esse espírito, não podiam esperar fazer o seu melhor. CBASD, vol. 2, p. 701.

voltou Joabe. Ao que parece, ele não capturou a cidade de Rabá nessa oportunidade (11.1; 12.26-29). Bíblia de Genebra.

Não foi possível Joabe concluir a vitória. Os siros, com seus cavaleiros e carros, podiam escapar prontamente, enquanto os amonitas podiam encontrar refúgio dentro dos muros da cidade. Só um longo e custoso cerco poderia fazer com que se rendessem. CBASD, vol. 2, p. 701.

15 tornaram a refazer-se. A retirada das forças de Israel para jerusalém deu oportunidade ao inimigo de recomeçar a guerra. CBASD, vol. 2, p. 701.

16 do rio. O Eufrates. O rei siro ficou insatisfeito com a derrota que suas tropas sofreram, e então se engajou na luta por conta própria. Anteriormente, os siros entraram no conflito apenas como auxiliares contratados, mas num segundo momento estavam determinados a lutar para restaurar o prestígio perdido. A influência de Hadadezer [rei dos siros] se estendia até além do Eufrates, a um território que mais tarde pertenceria distintamente à Assíria, e dessa região ele conseguiu reforços. CBASD, vol. 2, p. 701.

17 ajuntou [Davi] a todo o Israel. Esta foi a crise mais séria do reinado de Davi. Israel estava ameaçado de destruição. Satanás queria levar as nações a atacar Israel a fim de destruí-lo. Para enfrentar a situação, Davi assumiu pessoalmente o comando de suas tropas e reuniu toda a força danação. CBASD, vol. 2, p. 701.

18 fugiram. Foi uma derrota esmagadora esmagadora, da qual os inimigos de Davi não conseguiram se recuperar durante todo o resto de seu reinado, nem durante o reinado de Salomão. CBASD, vol. 2, p. 701.

feriu a Sobaque. Naquele tempo, os comandantes lutavam junto com seus homens, expondo-se aos mesmos perigos, e frequentemente partilhando da mesma sorte. assim, Acabe foi morto em batalha contra os siros (1Rs 22:34-37) e Josias foi morto em Megido, por Neco, do Egito (2Rs 23:29). CBASD, vol. 2, p. 701.

19 servos de HadadezerCBASD, vol. 2, p. 701. Através desta declaração pode-se ter uma ideia do grande poder de Hadadezer. Os reis vassalos, que pagavam impostos a Hadadezer, passariam a ser leais a Davi e a pagar tributos a ele. Deus havia predito, por meio de Abraão (Gn 15:18) e de Moisés (Dt 11:24), que o domínio de Israel se estenderia até o Eufrates, e essas profecias foram então cumpridas. Israel se tornara uma grande potência, reconhecida como tal pelas nações ao redor. Os países que se arregimentaram contra Israel foram humilhados, e os esforços para esmagar Davi serviram apenas para aumentar seu poder e prestígio. Nenhuma arma dirigida contra Deus ou contra o Seu povo pode prosperar. Pode haver períodos de provação e dificuldade, mas a causa de Deus emergirá vitoriosa de todas as provaçõesCBASD, vol. 2, p. 701.

temeram os siros. Davi foi bem-sucedido porque confiou num poder mais que humano. Amom buscou a ajuda da Síria, mas Davi buscou a ajuda de Deus. os membros do povo de Deus podem pensar, ás vezes, que precisam confiar no poder e na influência mundanas para realizar suas tarefas com êxito. Contudo, muitas vezes prejudicam seus próprios objetivos por meio de alianças profanas. Quando Israel enfrentou pela primeira vez a grande coalizão de potências contra si, muitos corações se encheram de temor, mas quando o conflito terminou, foram os inimigos de Israel que tiveram razão para temer. Os siros descobriram que, ao se esforçarem para ajudar Amom contra Israel, entraram numa batalha perdida, pois estavam lutando contra DeusCBASD, vol. 2, p. 701, 702.



II Samuel 10 – Comentário Rosana Barros by jquimelli
13 de abril de 2016, 0:20
Filed under: Sem categoria

#rpSp #2Samuel10 – “Então, disse Davi: Usarei de bondade para com Hanum, filho de Naás, como seu pai usou de bondade para comigo…” (v. 2)

Ontem vimos que Davi usou de bondade para com Mefibosete por amor de Jônatas. Hoje, vemos que ele deseja usar de bondade para com o filho do rei dos amonitas, em gratidão à bondade de seu pai que havia morrido. De alguma forma aquele rei foi bondoso para com Davi e este desejou retribuir.
Mas Hanum fez algo perigoso. Deu ouvidos a um conselho estúpido. E após despedir os mensageiros de Davi faltando um pedaço da barba e das roupas, esse vexame chegou aos ouvidos de Davi, que compadeceu-se deles e os liberou de suas atividades, até que pudessem se recompor.
Só que essa humilhação causada pelo filho do rei de Amon resultou em uma guerra com um número absurdo de mortos.

Precisamos ter MUITO, mas MUITO cuidado a quem damos ouvidos. “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios” (Salmo 1:1). Temos lições preciosas no capítulo de hoje. Lições de gratidão (v. 2), de compaixão (v. 5) e de confiança em Deus (v. 12). Mas gostaria de destacar hoje um ponto negativo da história. Porque se não fosse ele, teria sido evitada aquela guerra sangrenta. Estou falando das más conversações. “O insensato despreza a instrução de seu pai” (Provérbios 15:5). Hanum deixou de seguir o exemplo deixado por seu pai, para ouvir aqueles príncipes iracundos. E que tolice a dele!
Porque “melhor é o longânimo do que o herói da guerra” (Provérbios 16:32).
Tem uma frase que diz mais ou menos assim: “Eu pago para não brigar e pago o dobro para não sair da briga”.
Quantas vidas teriam sido poupadas se não fosse a estultícia de Hanum.
Quantas vidas seriam poupadas se o ser humano parasse de agir como ele.
No livro do Apocalipse, encontramos uma frase que se repete vez após outra: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 2:29).
Deus quer que ouçamos a Sua voz, e para isso temos que saber discernir a Sua voz da voz do mundo. E as Escrituras nos adverte: “Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo” (Colossenses 2:8 ).
Os seus amigos são pessoas que lhe aproximam mais de Deus? Que bênção! Ah, não são? E se colocar na balança, você tem influenciado eles, ou eles têm lhe causado má influência?
Esse assunto é tão grave, que Paulo inclui até aquele que chamamos de irmão. “Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal, nem ainda comais” (1 Coríntios 5:11). Nossa! Que texto forte!
Mas não foi exatamente o que aconteceu no episódio que lemos hoje? Os maldizentes foram os do próprio povo amonita. Pior ainda, eles eram príncipes, ou seja, os maiorais daquele povo.
A posição não define o caráter de ninguém. Assim como aqueles príncipes eram maldizentes, pessoas de nosso vínculo de amizades, até mesmo dentro da igreja, podem ser pedras de tropeço. Quer dizer que isto nos autoriza a julgar quem seja digno ou não de minha amizade? De forma alguma. Isto quer dizer que o limite é até que ponto estou influenciando ou sendo influenciado.
Em meu primeiro emprego, quando era apenas uma adolescente, tive uma chefe que de uma forma muito sutil sempre falava de meu pai de maneira a desmerecer tudo o que ele fazia. Mas suas palavras eram em um tom de preocupação que não me despertava malícia. Foi em um sermão no dia dos pais que percebi o quanto havia ficado agressiva e arredia com meu paizinho. Então fui até ele e em lágrimas pedi perdão. Por mais que precisasse daquele emprego, com pouco tempo pedi demissão, porque a influência de minha chefe me fazia mal. Daí eu saí de lá soltando os cachorros e sem falar com ela? De jeito nenhum. Continuei sendo cortês e pedindo a Deus pela vida dela.
Meus amados, Deus ama a TODOS, mas nem TODOS amam a Deus. O cuidado que a Bíblia pede que tenhamos não tem que ver com isolamento, mas com discernimento. Por isso que Cristo ao orar por nós pediu ao Pai: “Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal” (João 17:15).
Que nossos ouvidos estejam sempre atentos à voz de Deus e estejam sempre surdos para o mal que governa este mundo.

Bom dia, ouvintes do Espírito Santo!

*Leiam #2Samuel 10

Rosana Garcia Barros




%d blogueiros gostam disto: