Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 43 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
8 de dezembro de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO JEREMIAS 43 – Primeiro leia a Bíblia

JEREMIAS 43 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

JEREMIAS 43 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUÁREZ(link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



JEREMIAS 43 by Jobson Santos
8 de dezembro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/jr/43

O que você pode fazer se desempenhou fielmente tudo o que o Senhor lhe deu para fazer, contando aos outros a verdade acerca dEle, e sua mensagem foi rejeitada? Você continua e pede que o Senhor confirme que você tem sido fiel. Isso é o que o profeta Jeremias experimentou e que podemos ler no capítulo 43. Depois que Jeremias entregou a mensagem de Deus no versículo um, Azarias respondeu com: “Você está mentindo! O Senhor não lhe mandou dizer que não fôssemos residir no Egito.” (Jeremias 43: 2, NVI) e prontamente desviou o povo de Deus, encorajando-os a voltar para o Egito. Jeremias permaneceu em seu posto enquanto seu povo abandonava ao Senhor.

Jeremias não foi o único a passar por essa experiência. Jesus também foi fiel e enfrentou rejeição. Ele respondeu: “Jerusalém, Jerusalém, você, que mata os profetas e apedreja os que lhe são enviados! Quantas vezes eu quis reunir os seus filhos, como a galinha reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas vocês não quiseram. Eis que a casa de vocês ficará deserta.” (Mateus 23:37, NVI). Hoje, Sua palavra ainda diz que Ele não nos abandonará. Contudo, se não acreditarmos em Sua Palavra, infelizmente, o abandonaremos. E Deus não nos impedirá, pois é um respeitador das liberdades.

Karen D. Lifshay
Secretária de Comunicação da igreja de Hermiston
Oregon, EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1001
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



JEREMIAS 43 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
8 de dezembro de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

775 palavras

Quando o profeta Jeremias acabou de apresentar as palavras de Deus, os capitães dos judeus lhe disseram: “Você está mentindo! O Senhor não lhe mandou dizer que não fôssemos residir no Egito. Mas é Baruque, filho de Nerias, que o está instigando contra nós para que sejamos entregues nas mãos dos babilônios, a fim de que nos matem ou nos levem para o exílio na Babilônia” (v. 2 NVI).
Joanã e outros capitães de campo não acreditaram nas palavras de Jeremias. Eles tinham que admitir que Jeremias havia predito corretamente a destruição de Jerusalém e do reino de Judá, mas era difícil para eles acreditarem numa invasão do exército babilônico ao Egito. Na história do Antigo Oriente Próximo nenhum exército da Mesopotâmia jamais havia viajado mais de 1600 km a pé, através do Crescente Fértil, para atacar o Egito. Então Joanã e os outros capitães de campo, tomaram todas as pessoas que estavam com eles, incluindo Jeremias e seu secretário Baruque, e rumaram para Tafnes, a leste do Delta do Nilo, no Egito. Sua mudança para o Egito era um “memorial da estultícia [loucura] de deixar os conselhos de Jeová pela sabedoria humana” (Profetas e Reis 461).
Então, Deus ordenou a Jeremias que profetizasse contra o povo de Judá com uma ação simbólica de enterrar grandes pedras na calçada de tijolos quadrangulares em frente da casa real egípcia. As pedras escondidas em frente da casa real egípcia simbolizavam os capitães dos judeus e o povo de Judá que vieram buscar refúgio sob a proteção do rei egípcio. Jeremias, então, transmitiu ao povo o que o Senhor lhe dissera a respeito da destruição que o rei Nabucodonosor da Babilônia faria contra eles e os egípcios. Nabucodonosor iria ferir a terra do Egito, matar uma parte deles e levar algum deles para o cativeiro na Babilônia. Ele também iria quebrar as imagens dos ídolos no Egito.
O que podemos aprender com este capítulo? Desde o momento em que Deus fez um pacto com o povo de Israel, Ele sempre foi fiel ao Seu povo tentando resgatar a Si os infiéis, não desistindo facilmente deles. Ele sempre tentou manter o relacionamento com eles. Somos gratos porque Ele ainda manifesta este comportamento conosco, hoje. Yoshitaka Kobayashi, em https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/06/13/.

Azarias. Parece … que Azarias era o verdadeiro líder da insatisfação vigente. CBASD, vol. 4, p. 543.

Soberbos. Literalmente, “insolentes” ou “presunçosos”. Este adjetivo sugere que tais “homens”, em hipótese alguma, representavam todo o povo; mas, como ocorre com frequência, sua agressividade verbal permitiu-lhes tomar a iniciativa. CBASD, vol. 4, p. 543.

Insolentes; pela raiz heb zud significa “cheios de si mesmos”, “revoltosos”. Homens dominadores cuja opinião prevaleceu. Bíblia Shedd.

Mentira. A fim se livrarem-se da promessa solene (42.5 e 6), negaram o fato de que Jeová expressara Sua vontade por Jeremias, e culparam Baruque de haver influenciado o profeta. Bíblia Shedd.

Baruque. O povo acusou a Baruque, secretário e companheiro do profeta… de ter influenciado a Jeremias para “entregar” os judeus remanescentes “nas mãos dos caldeus”. CBASD, vol. 4, p. 543.

O fato de Jeremias ter escolhido ficar com os judeus, recusando os favores dos caldeus [Nebuzaradã o convidou a ir a Babilônia sob sua proteção] , comprovou que não tinha sido traidor. Agora os que quiseram rejeitar a mensagem profética buscam outra desculpa. Bíblia Shedd.

Todo o resto. Composto dos judeus mencionados em 40.11, 12. Bíblia Shedd.

Isto incluía Jeremias e Baruque. CBASD, vol. 4, p. 543.

Dentre todas as nações. Significa que praticamente toda a Judeia ficaria despovoada. CBASD, vol. 4, p. 543.

6 Jeremias foi levado para o Egito, e concluiu ali o seu ministério, até morrer. Suas últimas predições diziam respeito às nações que cercavam Israel (46-52). Bíblia Shedd.

7 Tafnes. A fortaleza da fronteira egípcia, também conhecida como Baal-Zefom, em grego. Dafne, ou modernamente Tel-Defneh. Taínes (2.16). Atualmente é um cômoro [elevação pequena, monte, outeiro] deserto. Bíblia Shedd.

Baldaquino. … onde era colocado o trono … um pavilhão reluzente por cima do mesmo. A raiz da palavra significa “reluzente”. Bíblia Shedd.

11 Um texto fragmentário que agora pertence ao Museu Britânico de Londres declara que Nabucodonosor levou a efeito uma expedição punitiva ao Egito no seu 37º ano (568-567 a.C.), durante o reinado do Faraó Amásis (v. Ez 29.17-20). Bíblia NVI Vida.

12 Despiolhará a terra do Egito. Nabucodonosor não teria dificuldade em conquistar a terra do Egito. CBASD, vol. 4, p. 543.

13 Colunas. Os obeliscos do local. CBASD, vol. 4, p. 543.

Bete-Semes. Literalmente, “a casa do sol”. Possivelmente seria Heliópolis ou On. … Heliópolis é um nome grego que significa “cidade do sol”. A cidade estava localizada próxima ao sítio da moderna Cairo. CBASD, vol. 4, p. 543.

Queimará. Uma inscrição de Nabucodonosor afirma que em seu trigésimo sétimo ano (567 a.C.) ele invadiu o Egito, derrotou Amasis, seu rei (568-525 a.C.), e abateu ou levou muitos soldados e cavalos. Bíblia Shedd.



JEREMIAS 43 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
8 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Então, falou Azarias, filho de Hosaías, e Joanã, filho de Careá, e todos os homens soberbos, dizendo: É mentira isso que dizes; o SENHOR, nosso Deus, não te enviou a dizer: Não entreis no Egito, para morar” (v.2).

O argumento utilizado pelos líderes do restante de Judá é que Jeremias profetizou uma mentira. Quando, na verdade, eles só queriam que Jeremias profetizasse o que eles já estavam decididos a fazer. A soberba fez com que colocassem a vontade deles acima da vontade de Deus e, diante das pedras encaixadas, veriam os resultados de sua tola decisão.

Em toda a história da humanidade, o homem tem revelado a sua inquietação pela verdade. Ninguém gosta de ser enganado. Porém, diante de uma inconstante relação entre busca e desejo próprio, surge um termo neutro: relativismo. Ou seja, o que eu acredito ser verdade não pode ser absoluto se o que é verdade para você é diferente. Embasados nesta teoria, muitos têm dito crer em Deus, mas não em toda a Bíblia. Como “os homens soberbos”, invocam a Deus como “o Senhor, nosso Deus” (v.2), mas não estão dispostos a aceitar as Suas verdades. Alegam que Jesus veio e cancelou a aliança do Pai, quando Ele foi o maior exemplo de submissão à vontade divina. Ele foi “obediente até à morte e morte de cruz” (Fp.2:8).

A verdade é que a nossa natureza pecaminosa nos afasta de tudo o que provém de Deus, e, quando não permitimos que Ele nos conduza, somos guiados por nossos impulsos e desejos permitindo que o amor ao mundo ocupe o lugar que deveria pertencer a Deus. “Porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo” (1Jo.2:16).

As verdades das Sagradas Escrituras estão à sua disposição se você está disposto a, com humildade, aceitá-las. Lembre-se do que o próprio Jesus nos advertiu: “Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mt.7:21). Não basta apenas dizer que crê em Deus. Acreditar que beber 2 a 3 litros de água por dia é o ideal para se ter uma boa saúde não vai me trazer benefícios até que eu pratique esta verdade. Entende?

Jesus afirmou: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” (Jo.14:6). Quer conhecer a verdade? Conheça a pessoa de Jesus Cristo! Ele mesmo nos mostrou a fonte: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim” (Jo.5:39). Toda a Bíblia aponta para Cristo. Toda! O profeta Jeremias foi um instrumento de Deus para preservar o povo do qual descenderia o Messias. E suas palavras continuam nos falando para que o povo de Deus dos últimos dias seja preservado para o segundo advento de Cristo. Não permita que a soberba ou qualquer outro sentimento maligno se apodere de seu coração, mas que, semelhante a Jeremias, você escolha obedecer à voz do Senhor.

Bom dia, povo do advento!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias43 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



JEREMIAS 43 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
8 de dezembro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

JEREMIAS 43 – A injustiça existe para mostrar-nos quão ruim é o pecado. O justo Daniel e seus três amigos foram levados cativos pelos caldeus devido à rebeldia coletiva de Israel (Daniel 1).

Gedalias, que protegia aos abandonados nas terras de Judá foi assassinado injustamente. Joanã e o povo procuraram ajuda com o profeta de Deus. Mas, apesar da graça divina em responder aos que procuraram ao profeta, eles ignoraram as orientações de Deus para tomar a pior e mais complicada das decisões: Ir para o Egito quando deveriam ter permanecido sob a proteção e bênção de Deus na Terra Prometida. 

(Leia Jeremias 43, depois retorne para continuar a leitura deste comentário).

Quando não damos atenção à voz profética, que é a fina revelação divina à humanidade, nossa atitude será patética até que retornemos à estaca zero. Israel saiu do Egito sob a regência de Moisés com poder e grandeza, atravessou o Mar Vermelho e viu a destruição do exército mais poderoso da Terra afogar no mesmo mar; mas, agora, um resto quase insignificante busca refúgio no Egito, onde se dará de cara com a morte (Jeremias 42:19-22).

Jeremias foi arrastado junto ao Egito. Os bons pagam pelos pecados dos maus. Abel sentiu isso na pele. Isaías e Jeremias também. Além desses, o melhor homem que pisou na Terra também sentiu isso como ninguém. Jesus foi terrivelmente injustiçado, pois foi maltratado como o pior dos piores criminosos sendo que só fazia o bem sem nunca praticar injustiças.

Medite nestes pontos de Jeremias 43: 

• Sempre tem alguém que pensa saber mais que Deus e leva muita gente à desgraça com sua influência (vs. 1-4). 

• Deus conhece o futuro, conquanto é vantagem obedecer Suas orientações antes que seguir nossas avaliações de segurança. Desobediência não tem futuro! (vs. 5-7).

• Deus não negligencia a negligência do povo, mas aproveita qualquer oportunidade e recursos para advertir-nos dos perigos existentes (vs. 8-13).

Enfrentamos ao caos maior que o caos em que estamos, quando rejeitamos as profecias divinas. Pois, a sabedoria de Deus nunca falha; a nossa, dificilmente acerta. 

Quanto mais tomamos decisões baseadas no medo, parece que nossa capacidade de raciocinar diminui. Assim, a ação e reação não passam de impulsos, pior que as decisões de animais irracionais.

Sejamos sábios! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí




%d blogueiros gostam disto: