Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 3 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
25 de dezembro de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO EZEQUIEL 3 – Primeiro leia a Bíblia

EZEQUIEL 3 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

EZEQUIEL 3 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUÁREZ(link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)</span



EZEQUIEL 3 by Jeferson Quimelli
25 de dezembro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/ez/3

Ao ler este capítulo onde Deus instrui Ezequiel a espalhar a mensagem para todos, minha mente é atraída para a Parábola do Semeador. Para a maioria de nós, a ideia de evangelismo é assustadora. Se nosso sucesso estiver garantido, a ideia de compartilhar nossa fé é muito mais fácil. Mas, se as chances de nosso sucesso são mínimas, é muito mais difícil seguir em frente. Eu me peguei às vezes não querendo compartilhar minha fé enquanto dizia coisas como: “Esta área é muito difícil de alcançar” ou “Pessoas ricas não estão interessadas na mensagem”.

A mensagem de Deus para Ezequiel e para nós é simples: “Quando eu chamo você, eu o capacito. Você é fraco, mas eu sou forte. Você não tem palavras para alcançar o coração humano e convencer os outros de que precisam de Mim, mas eu tenho. Quando eu uso você, as pessoas podem responder ou não, mas apenas estar dispostas. Seja fiel e entregue-se a Mim, e Eu farei a obra”. Quando você e eu lemos o que Deus disse a Ezequiel, não sei sobre você, mas isso é uma boa notícia para mim! Amém.

Eric Bates
Diretor do Ministério da Família
Associação da Carolina, EUA.

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1051
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



EZEQUIEL 3 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
25 de dezembro de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

1450 palavras

1-3 Se você “digerir” a Palavra de Deus, você verá que isto não apenas fortalecerá sua fé, mas sua sabedoria também adoçará sua vida. Você precisa se alimentar espiritualmente do mesmo modo como o faz fisicamente. Isto significa mais do que simplesmente dar uma olhada casual. Você deve fazer da digestão da Palavra de Deus uma parte constante na sua vida. Life Application Study Bible Kingsway.

1 Come este rolo. Não cabia ao profeta escolher sua própria mensagem. A comida dele devia constituir em fazer a vontade daquele que o enviara e proclamar a mensagem (ver Jo 4:34). A inspiração é mais do que uma purificação e estimulação das faculdades mentais. Há uma comunicação de fatos externa e objetiva. A lição é também para o leitor da Palavra. Ele precisa receber a Bíblia como tendo sido enviada a ele. O ser humano não consegue criar a verdade divina; ela é descoberta a partir da Bíblia. A mensagem precisa ser assimilada de forma pessoal, consumida internamente; as verdades precisam se tornar parte da vida e do caráter. Esse é o meio pelo qual os seres humanos se tornam, em todo sentido, novas criaturas. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4, p. 637, 638.

3 Em minha boca era doce como mel. O que Jeremias experimentou emocionalmente (Jr 15.16) foi experimentado por Ezequiel de modo mais sensório: as palavras da parte de Deus são doces ao paladar (v. Sl 19.10; 119.103) – mesmo quando seu conteúdo é amargo (v. Ap 10.9, 10). Bíblia de Estudo NVI Vida.

5 De estranho falar. A implicação é que, externamente, a tarefa seria mais fácil do que se o profeta fosse enviado aos pagãos, cuja língua ele não entendia e para os quais o idioma dele também seria estranho. A comissão era primeiro para as ovelhas perdidas da casa de Israel”(ver Mt 15:24); não porque as outras nações estivessem fora da salvação, mas porque o propósito de Deus era tornar Israel um núcleo espiritual e uma força evangelizadora. Por meio do povo escolhido, Deus pretendia preservar entre os homens o conhecimento de Sua lei e expandir Seu reino espiritual.Os profetas reconheceram esse propósito. CBASD, vol. 4, p. 638.

6 Dariam ouvidos. Em todas as épocas tem sido o propósito de Deus salvar o maior número possível de pessoas. “Tão certo como Eu vivo, diz o SENHOR Deus, não tenho prazer na morte do perverso”(Ez 33:11). Deus não queer “que nenhum pereça”(2Pe 3:9). CBASD, vol. 4, p. 638.

7 Não Me que dar ouvido a Mim. Quem rejeita o verdadeiro mensageiro de Deus, rejeita a Deus (1 Sm 8.7; Lc 10.10-12). Bíblia Shedd.

Aquele que trabalha em prol dos semelhantes sente a recusa de forma dolorosa. Deve, por isso, se lembrar do desapontamento mais severo sofrido por seu Senhor, que na verdade é o verdadeiro rejeitado na pessoa de Seus servos. CBASD, vol. 4, p. 638.

Toda a casa de Israel. … “os israelitas em geral”. CBASD, vol. 4, p. 639.

8 Eis que fiz duro o teu rosto. Aqui está a promessa de que, por mais duros que fossem os israelitas, o profeta seria ainda mais forte e prevaleceria contra eles. Esta promessa não implica qualquer coerção para assegurar a aceitação da mensagem. Sob o governo de Deus, a aceitação é sempre um ato voluntário. CBASD, vol. 4, p. 639.

9 Diamante. Do heb. Shamir, “uma pedra de grande dureza”. CBASD, vol. 4, p. 639.

11 Aos do cativeiro. Na época do chamado, 593/592 a.C. (ver com. [CBASD] de Ez 1.2), e por vários anos depois disso, os cativos eram apenas uma pequena parte da nação judaica. Depois da queda de Jerusalém, em 586 a.C., os cativos passaram a representar a grande massa do povo. A mensagem de Ezequiel era para os cativos, a de Jeremias, para os que restaram em Judá, e a de Daniel, para a corte de Babilônia, com exceção da parte do livro que estaria selada até o tempo do fim (Dn 12:4; GC, 356). Assim, embora os três fossem contemporâneos, havia uma divisão em suas esferas de responsabilidade. CBASD, vol. 4, p. 639.

12 Levantou-me. A fase inicial da consagração de Ezequiel para o oficio profético termina aqui. Em espírito, ele é tirado da cena do trono, dos seres viventes e das rodas. Ao sair, ele ouve atrás de si o som de um grande “estrondo” (LXX, “Terremoto”). O som é inteligível: é um tributo de louvor. CBASD, vol. 4, p. 639.

14, 15 À medida em que crescemos, teremos momentos de grande alegria quando nos sentirmos próximos de Deus e momentos em que o pecado, as lutas ou as tarefas diárias nos sobrecarreguem. Como Ezequiel, devemos obedecer a Deus mesmo quando não temos vontade. Não deixe que os sentimentos atrapalhem sua obediência. Life Application Study Bible Kingsway.

15 Tel-Abibe.Do heb. Tel’aviv, “monte das espigas verdes de cereal”. CBASD, vol. 4, p. 639.

Única menção do lugar específico em que os exilados moravam. Em babilônico [Til abûbi], o nome significava “cômoro da inundação [i.e., destruição”, sendo a referência aparentemente à condição arruinada do local. Na variante Tev-Avive, atual cidade israelense o nome … é entendido no sentido de “cômoro do cereal” [cômoro: outeiro, elevação não muito alta]. Bíblia de Estudo NVI Vida.

18-21 Todas as pessoas são individualmente responsáveis perante Deus, mas os crentes têm uma responsabilidade especial de advertir os incrédulos sobre as consequências de rejeitar a Deus. Se não fizermos isso, Deus nos responsabilizará pelo que acontecer a eles. Isso deve nos motivar a começar a compartilhar nossa fé com os outros – tanto por palavras como por atos – e evitar nos tornarmos insensíveis ou indiferentes em nossas atitudes. Life Application Study Bible Kingsway.

18 Não o avisares. Quando visse os ímpios caminhando diretamente para a perdição, Ezequiel devia lhes falar, advertindo-os dos resultados que certamente adviriam dessa conduta. Em sua aplicação mais ampla, estas palavras devem se referir não só ao perigo e à morte física, mas ao perigo espiritual que poderia produzir um veredito e morte eterna diante do tribunal de Deus. … Deus trabalha para a salvação dos seres humanos de forma consistente com Seu caráter e em harmonia com as questões envolvidas no grande conflito. Ele não usa coerção. Isso coloca limites no que Ele pode fazer diretamente pela salvação de alguém. Contudo, quando outros cooperam com Deus em Seu esforço para salvar uma pessoa, há um aumento de influências que atuam sobre a mesma e uma probabilidade maior de que ela aceite o plano divino. Esta consideração jaz na base dos esforços missionários em favor de outros povos. CBASD, vol. 4, p. 640.

20 Um tropeço. Não que Deus tente um homem a pecar, mas, para um homem pecaminoso, que já pecou no seu íntimo, Deus pode aplicar um teste final. É isto que acontece com Faraó (Êx 8.32 e 9.12). É isto que acontece quando se prega o evangelho de Cristo com poder e autoridade. Bíblia Shedd.

O propósito da pedra de tropeço é deter o pecador em seu caminho descendente e despertar nele um senso de perigo. CBASD, vol. 4, p. 641.

Suas justiças. Isto é, seus atos justos. Não há respaldo aqui para a crença popular de que a pessoa verdadeiramente justa não pode cair nem se perder no final. Só os que perseverarem até o fim serão salvos. CBASD, vol. 4, p. 641.

Não serão lembradas. No plano de Deus, as recompensas não são calculadas com base na soma dos atos justos menos os pecados, ou vice-versa. No caso do justo que persevera até o fim, todo o registro da culpa é apagado, e sua recompensa é determinada com base em seus bons atos; o pecador, por outro lado, verifica que nenhum de seus atos justos é levado em consideração quando sua punição é determinada (ver Ez 18). Isto explica por que, quando os pecados são perdoados, não são imediatamente apagados. É conservado um registro até o tempo do julgamento, porque se o justo cair e se perder, todas as suas iniquidades, quer tenham ou não sido perdoadas em algum momento, são levadas em algum momento, são levadas em conta no cálculo de sua retribuição final (ver PJ, 251). CBASD, vol. 4, p. 641.

26 ficarás mudo. A duração e a natureza da mudez de Ezequiel é uma das questões mais debatidas do livro. Quando quer Quando quer que tenha começado, durou até chegar aos exilados a notícia que a cidade de Jerusalém foi destruída (24.27; 33.22; cf. 29.21). O profeta não ficou completamente mudo, mas falava somente quando recebia alguma revelação da parte de Deus. Ezequiel pronunciou muitos oráculos aos exilados nos seis anos entre o seu chamado e a destruição de Jerusalém. Bíblia de Genebra.

27 Quem ouvir ouça, e quem deixar de ouvir deixe. Ver Mt 11:15; 13:9. A LXX traduz a segunda frase da seguinte forma: “Quem for desobediente, seja desobediente”, o que encontra eco em Apocalipse 22:11. CBASD, vol. 4, p. 641, 642.

Casa rebelde. Anteriormente, Deus havia se referido a Israel como “povo de dura cerviz” (Êx 32:9) [ARA; NVI: “povo obstinado”]. O mesmo espírito que os levou aos 40 anos de vagueação no deserto tornou então o cativeiro inevitável. CBASD, vol. 4, p. 642.

 



EZEQUIEL 03 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
25 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Mas a casa de Israel não te dará ouvidos, porque não Me quer dar ouvidos a Mim; pois toda a casa de Israel é de fronte obstinada e dura de coração” (v.7).

O chamamento de Ezequiel seria repleto de desafios. E diante disso, o Senhor preservou o Seu profeta até que estivesse preparado para a missão: “Vai e encerra-te dentro da tua casa” (v.24). A Bíblia relata uma série de momentos em que Ezequiel perdeu as suas forças e as várias intervenções do Espírito Santo a fim de fortalecê-lo. Sentiu-se tão impressionado quanto ao que havia visto e ouvido, que, “por sete dias” permaneceu atônito no meio dos exilados (v.15). Sua missão consistia em anunciar as palavras do Senhor a um povo de coração obstinado. Não “a um povo de estranho falar nem de língua difícil, mas à casa de Israel” (v.5).

No meio do Seu próprio povo Ezequiel teria que erguer as mais duras repreensões e as mais severas advertências. O objetivo de sua pregação, contudo, não visava acusar, mas salvar: “para lhe salvar a vida” (v.18). Diante daquele homem já tão maltratado e tão consternado pelas mazelas do exílio, estava a grande e solene responsabilidade de ser um atalaia em Israel, conduzindo seus irmãos ao arrependimento e à salvação. Era propósito de Deus que a mensagem profética partisse do individual para alcançar o coletivo. Tanto “o perverso” em sua maldade (v.19) quanto “o justo” que se desviasse “da sua justiça” (v.20) deveriam ser avisados quanto ao juízo de Deus.

É necessário um reavivamento da verdadeira piedade na vida de cada crente. A comunhão pessoal eleva a alma e nos leva a um profundo e crescente conhecimento de Deus e de Jesus Cristo. Creio que o confinamento domiciliar de Ezequiel contribuiu para que o seu relacionamento com o Senhor fosse fortalecido e subjugado todo o medo que lhe consumia o espírito. Como povo de Deus e atalaias dos últimos dias, esse ano de isolamento, de aflição e de tantas restrições sociais foi um tempo de aproveitamento espiritual, fortalecimento da fé e de estreitarmos o nosso relacionamento com Deus, ou, pelo menos, deveria ter sido. A maior dificuldade de Ezequiel seria lidar com uma “casa rebelde” (v.27) que estava cega pela murmuração e pela incredulidade. Ao findar este ano tão difícil, podemos dizer que estamos terminando como Ezequiel ou como membros ativos de uma casa rebelde?

Amados, despertai a cada manhã olhando para Jesus! Ele que é a fonte de toda a alegria, esperança, amor e coragem. Ele que suportou todas as mazelas deste mundo e carregou sobre Si o peso de nossas iniquidades para nos salvar. Despertai atalaias de Deus para proclamar o evangelho eterno movidos pelo Espírito Santo! Desviai os olhos das dificuldades. “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação” (2Co.4:17). Confessemos os nossos pecados diante dAquele que “é rico em perdoar” (Is.55:7). Preparemo-nos e preparemos outras pessoas para a manhã gloriosa de nossa redenção, quando poderemos exclamar com incontida e perfeita alegria: “Bendita seja a glória do Senhor” (v.12). Logo Cristo voltará! Não virá mais como um bebê indefeso e servo sofredor, mas como “Rei dos reis e Senhor dos senhores” (Ap.19:16). Creia, pois “Assim diz o Senhor Deus” (v.11). Vigiemos e oremos!

Bom dia e um feliz Natal, atalaias do Israel de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Ezequiel3 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



EZEQUIEL 3 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
25 de dezembro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

EZEQUIEL 3 – Um amor infinito domina as ações de Deus em relação aos rebeldes. Deus nunca abandona Seu povo, nem mesmo em situações em que qualquer pessoa já teria desistido.

Warren Wiersbe sintetiza os três primeiros capítulos de Ezequiel, o chamado do profeta:
1. Vendo a glória de Deus (capítulo 1);
2. Ouvindo a Palavra de Deus (capítulo 2);
3. Tornando-se atalaia de Deus (capítulo 3).

Embora no exílio, sofrendo com perversos pecadores, por causa das transgressões alheias, Ezequiel era homem de Deus, chamado para transmitir mensagens inspiradas aos humanos sofredores. Deus deixou Jeremias com os fracos, doentes e inválidos, rejeitados por Babilônia; e, levantou Ezequiel no cativeiro.

“Enquanto Jeremias continuava a dar o seu testemunho na terra de Judá, o profeta Ezequiel foi suscitado entre os cativos em Babilônia, para advertir e confortar os exilados, e também para confirmar a palavra do Senhor que fora exposta pelo profeta Jeremias. Durante os anos que restaram do reinado de Zedequias, Ezequiel tornou muito clara a loucura de confiar nas falsas predições dos que estavam levando os cativos a esperar para breve o retorno a Jerusalém. Ele foi também instruído a predizer, por meio de variedade de símbolos e solenes mensagens, o cerco e posterior destruição de Jerusalém” (Ellen G. White).

Lições:
• Primeiramente, mensageiros de Deus precisam alimentar-se e ser nutridos pela mensagem: Sua vida deve assimilar as verdades divinas antes de revelá-la aos outros. Conquanto, diariamente, como alimento, deve ser ingerida e digerida (vs. 1-9).
• O porta-voz de Deus não cria ou inventa mensagens; recebe-a de Deus e não fala o que quer, senão o que Deus quer (vs. 10-15).
• Como uma atalaia, mensageiros de Deus precisam vigiar seu contexto e transmitir a mensagem certa para não ser conivente com a destruição almejada pelas hostes do mal (vs. 16-21).
• Como um arauto fiel, mensageiros da revelação divina precisam calar-se (ou falar) conforme Deus, o Autor das mensagens, orientar (vs. 22-27).

Ninguém pode dar do que não tem; nem pode fazer o que Deus quer, sem preparação. Ezequiel foi devidamente preparado por Deus para ser Seu mensageiro, porta-voz, atalaia e arauto. Ele recebeu a Palavra de Deus para compartilhá-la, embora houvesse descarada rejeição. Assim, fica nítido o amor e cuidado de Deus!

Compartilharemos esse amor? Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: