Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 46 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
11 de dezembro de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO JEREMIAS 46 – Primeiro leia a Bíblia

JEREMIAS 46 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

JEREMIAS 46 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUÁREZ(link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



JEREMIAS 46 by Jobson Santos
11 de dezembro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/jr/46

Quando eu tinha 20 anos, morei no Japão com uma família japonesa no terreno de um templo budista. Eu não falava japonês nem entendia a cultura japonesa. Eu era uma estranha em uma terra estrangeira. No entanto, foi aí que Deus escolheu aparecer e me resgatar e Se revelar como Senhor de tudo. Mas primeiro eu precisava saber que estava perdida e alienada de Deus. Um dia eu literalmente me perdi andando de trem e não conseguia encontrar o caminho de casa. Por meio de uma série de providências, Deus enviou alguém para me resgatar e eu voltei em segurança para minha família anfitriã. Perceber que estava perdida espiritualmente demorou um pouco mais.

O espaço não me permite contar toda a minha história de conversão, mas sempre achei irônico ter que sair de casa para encontrar o meu lugar perto de Deus. Acho que é isso que Deus está tentando dizer a Israel em Jeremias 46:27: “Eu o salvarei de um lugar distante, e os seus descendentes, da terra do seu exílio.”

Se você está com problemas ou perdido, lembre-se que Deus sabe onde você está. Ele pode lhe salvar de qualquer lugar e lhe trazer de volta para casa.

Karen D. Lifshay
Secretária de Comunicação da igreja de Hermiston
Oregon, EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=999
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



JEREMIAS 46 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
11 de dezembro de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

1 Palavra do SENHOR. Declaração da autoridade de Yahweh com respeito a Seu proceder em relação às nações. CBASD, vol. 4, p. 550.

2 Carquemis. Cidade localizada na margem oriental [leste] do Eufrates, a qual comandava um dos vaus mais importantes do rio. Era o ponto de travessia mais natural de acesso à Mesopotâmia usado pelos exércitos invasores do Ocidente. Por isso, era um local de grande importância estratégica e comercial. CBASD, vol. 4, p. 550.

Nabucodonosor. Ver com de Dn 1:1. Conservando a metade oriental do Crescente Fértil, naturalmente ele desejava governar o lado ocidental também, Assim, ele se tornou o principal oponente de Neco, que tentava restabelecer o seu controle da Palestina e da Síria. CBASD, vol. 4, p. 550.

3 Escudo. Do heb. tsinnah, um longo escudo para a proteção do corpo todo, usado por tropas fortemente armadas. CBASD, vol. 4, p. 551.

Pavês. Do heb. magen, um pequeno escudo, possivelmente circular, usado por tropas levemente armadas. CBASD, vol. 4, p. 551.

5 Por que razão …. ? O profeta expressa surpresa da derrota dos egípcios. Ele, possivelmente, testemunho a fuga egípcia de Carquemis, com os babilônios logo atrás.

7 O Nilo. O profeta, neste versículo, usou uma ilustração impressionante  dos exércitos egípcios passando por cima das Palestina e da Síria.(ver Jr 46:8). CBASD, vol. 4, p. 551.

11 Multiplicas. “Em vão você usou muitos remédios!” Os egípcios se destacavam na medicina entre os povo do antigo Oriente Médio. … O pensamento do profeta para ser que, embora o Egito produzisse os melhores médicos do mundo, não haveria cura para suas próprias feridas da invasão de Nabucodonosor ao Egito. CBASD, vol. 4, p. 552.

15 Por que foi derribado o teu Touro?  “O touro fugiu”. …A LXX traduz: “Por que Ápis fugiu?” (BJ). Ápis, no egípcio Hep, desde os primeiros tempos históricos foi o deus tourno de Mênfis. Acreditava-se que Ápis se encarnava numa sucessão de touros sagrados, os quais eram guardados para adoração e adivinhação. Quando esse touros morriam, eram mumificados e enterrados com cuidado. [Descobriu-se, em 1850, um antigo cemitério de Mênfis, com galerias de aprox 366 m de extensão e mais de 60 touros mumificados] … Como nos dias de Moisés, os deuses dos egípcios foram revelados [nesta batalha] em sua verdadeira luz (ver com. de Êx 8:2; 20:21). Dramatizando, assim a derrota dos egípcios, Jeremias parece indicar a impotência do grande deus touro. CBASD, vol. 4, p. 553.

16 Voltemos. Estas eram, possivelmente, as palavras de tropas missionárias, dos gregos, de várias tribos africanas, de povos da Ásia menos, normalmente empregadas no exército egípcio desse período. Na falta de uma inata lealdade ao Egito, elas estavam prontas a desertar quando percebessem que seriam derrotadas. CBASD, vol. 4, p. 553, 554.

17 Apelidarão a Faraó … de Espalhafatoso. “Chamarão ao faraó, rei do Egito, com este nome: “Barulho…” (BJ). CBASD, vol. 4, p. 554.

Deixou passa o tempo determinado. Pode haver, neste versículo, uma referência ao fim da oportunidade para a nação egípcia.A toda nação tem sido permitida ocupar seu lugar, para determinar se ela o seu propósito divino. Quando uma nação falha, sua glória a deixa (PR, 535; ver com. de Dn 4:17). CBASD, vol. 4, p. 554.

21 Mercenários. Esta é uma referência adicional aos mercenários que desempenharam papel importante no exército egípcio  nesse período (ver com. dos v. 9, 16(. CBASD, vol. 4, p. 554.

22 Como o da serpente. Isto é, o som do exército egípcio em retirada não é como o passo de tropas bem ordenadas, mas se assemelha a uma tentativa furtiva de deslizar suavemente diante da aproximação babilônica, que marcharia”com um exército” (ARC). CBASD, vol. 4, p. 554.

23 Bosque. Multidão de soldados no exército egípcio ou para representar a densidade da população. CBASD, vol. 4, p. 554.

25 Amon de Nô. A cidade egípcia chamada Tebas (a moderna Luxor e Karnak) aproximadamente 468 ao sul do Cairo, no Nilo. Originalmente, Amen era o deus local de Tebas; por isso, a cidade veio a ser conhecida como Iniut ‘Imen, “a cidade de Amen”. A Palavra bíblica “Nô” é uma transliteração da primeira parte (Iniut) do nome egípcio da cidade. … Ao prometer castigo sobre Amen e sobre o faraó, o Senhor simbolizou a descidade de Sua ira sobre todos os sistemas religiosos e políticos do Egito. CBASD, vol. 4, p. 554, 555.

26 Será habitada. Este versículo revela o verdadeiro propósito dos juízos de Deus sobre o Egito. As viditações não tinham a intenção de destruir a nação completamente, mas de levá-la, por meio da humilhação, ao arrependimento. CBASD, vol. 4, p. 555.

27 Não temas. A terrível ilustração de derrota do Egito diante dos babilônios, retratada neste capítulo, termina com uma mensagem de esperança para Israel. Os juízos divinos sobre os vizinhos de Israel, bem como sobre a nação escolhida, tinham a intenção de levá-la a Deus. CBASD, vol. 4, p. 555



JEREMIAS 46 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
11 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Preparai o escudo e o pavês e chegai-vos para a peleja” (v.3).

Este mundo já foi palco de muitas guerras, mas o primeiro conflito do Universo aconteceu no Céu: “Houve peleja no céu. Miguel e os Seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos; todavia, não prevaleceram; nem mais se achou no céu o lugar deles” (Ap.12:7-8). Desde então, este conflito foi transferido para a Terra, com a entrada do pecado. Satanás e seus anjos têm atuado neste mundo como agentes do mal e semeadores de contendas. Através de seus agentes humanos, o inimigo das almas instiga nação contra nação, reino contra reino e faz com que o homem seja o pior inimigo do homem.

Toda guerra possui motivos egoístas por parte de quem a promove. Adolf Hitler, por exemplo, liderou a Alemanha numa batalha sangrenta contra todos os que se colocassem em seu caminho na busca por uma raça pura e superior. Sua loucura custou a vida de milhares de pessoas, principalmente judeus, que estavam fora de seu parâmetro doentio. Vivendo nesse tempo bélico, uma família adventista do sétimo dia resolveu permanecer fiel a Deus embora as circunstâncias fossem completamente desfavoráveis e, aos olhos humanos, até impossíveis de se praticar a fé. Em certa situação em que a tropa de elite de Hitler estava entrando nos vilarejos para matar os judeus, o chefe desta família, o irmão Hasel, advertiu aos judeus de determinado vilarejo que pegassem o que pudessem de mantimento e fugissem dali. Sobre esta situação, há o seguinte relato: “Muitos salvaram a vida porque deram atenção à sua advertência e desapareceram em direção ao campo. A maioria deles, no entanto, estava mais preocupada em proteger a propriedade. Apegando-se aos pertences, muitos perderam a vida” (CPB, Mil Cairão ao Teu Lado, p.74).

O Egito não foi deixado sem aviso. Àquele país que um dia hospedou Abraão; que um dia acolheu os filhos de Jacó; que testemunhou os prodígios de Deus, foi dada solene advertência quanto ao dia de seu juízo caso não abandonassem suas práticas idólatras e pagãs. Porém, os homens mais valentes se tornariam em medrosos ao avistar os exércitos do Norte com toda a sua força. Comparado ao “Dia do Senhor” (v.10), a invasão dos babilônios ao Egito foi um dia de acerto de contas contra Faraó e todos os que deixaram “passar o tempo adequado” (v.17). O Senhor, porém, ainda tinha planos para aquela nação, de forma que prometeu: “mas depois será habitada, como nos dias antigos, diz o Senhor” (v.26). O Egito ainda acolheria o Salvador do mundo, “para que se cumprisse o que fora dito pelo Senhor, por intermédio do profeta: Do Egito chamei o Meu Filho” (Mt.2:15).

Nós também não fomos deixados sem aviso. Como Deus advertiu as nações através de Seus profetas, como Ele advertiu aquele pequeno vilarejo de judeus na Alemanha através de Seu servo Hasel, Ele tem nos advertido hoje através do cumprimento das profecias deixadas para que saibamos o tempo em que estamos vivendo, como bem nos advertiu por intermédio do apóstolo Paulo: “E digo isto a vós outros que conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos” (Rm.13:11). Está chegando o tempo que Jesus anunciou: “Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados” (Mt.24:22).

Estamos prontos para a última grande batalha? “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo”, amados (Ef.6:11)! Eis que o Senhor nos diz, hoje: “Não temas, pois, tu, servo Meu… nem te espantes…; porque Eu te livrarei” desta terra de pecado “e a tua descendência” desta geração escravizada; você “voltará ficará tranquilo e confiante; não haverá quem o atemorize” (v.27). Estamos no tempo de tomar uma firme decisão ao lado do Senhor dos Exércitos. Pois como prometeu, “assim [Ele] virá” (v.18) e dará cabo dos que “receberam a marca da besta e eram os adoradores da sua imagem” (Ap.19:20). Mas, aos que “lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue do Cordeiro… o Cordeiro que Se encontra no meio do trono os apascentará para as fontes da água da vida. E Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima” provocada pelas lutas deste mundo escuro (Ap.7:14 e 17). Faça de Jesus o teu capitão e farás parte deste santo e eterno destino. Vigiemos e oremos!

Bom dia, soldados de Cristo Jesus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias46 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



JEREMIAS 46 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
11 de dezembro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

JEREMIAS 46 – A Bíblia não é um livro exclusivo aos judeus. O Deus verdadeiro não Se limita a enviar mensagens exclusivamente a um povo do planeta, ignorando outras nações. Deus vai julgar todo mundo, e quer salvar o mundo todo.

O dom de profecia que Deus concedeu a Jeremias abrange, além da nação de Israel, outras nações, outros governos, adoradores de outros deuses, com profecias divinas contra…
• O Egito (46:1-28);
• Os filisteus (47:1-7);
• Moabe (48:1-47);
• Os amonitas (49:1-6);
• Edom (49:7-22);
• Damasco (49:23-27);
• Quedar e Azor (49:28-33);
• Elão (49:34-39);
• A Babilônia (50:1-51:64).

Jeremias não foi o único profeta que anexou às suas profecias mensagens para povos estrangeiros, nações gentílicas:
• Isaías também profetizou a respeito de outras nações (Isaías 13-23);
• Ezequiel também profetizou a respeito de nações estrangeiras (Ezequiel 25-32).

O capítulo em análise é uma profecia em que temos:
1. Os envolvidos: Faraó Neco, do Egito e, Nabucodonosor, de Babilônia (vs. 1-2);
2. Explicação geral para a derrota do Egito: Orgulho. Era uma nação arrogante, prepotente, se achava melhor que as outras (vs. 3-4, 7-9);
3. Interpretação dos detalhes da derrota: Pavor domina aos orgulhosos guerreiros egípcios fazendo-os fugir da batalha alopradamente, duvidando da capacidade do Faraó (vs. 5-6, 13-18);
4. Resultados da derrota do Egito: Espadas ensanguentadas (vs. 10-11), humilhação (v. 12); destruição das principais cidades (vs. 19-24), punição dos seus deuses (v. 25), os sobreviventes são escravizados nas terras babilônicas (v. 26).

Sabendo disso tudo Deus não queria que o remanescente judeu descesse ao Egito (Jeremias 43:8-13). Deus chamou Nabucodonosor de “meu servo” (Jeremias 25:9; 27:6; 43:10), o qual derrotou ao Faraó Neco em junho de 604 a.C. em Carquemis. A batalha foi longa. “Em 607 a.C., Nabucodonosor disputou uma batalha decisiva na fronteira egípcia, segundo a Crônica Babilônia, mas em 586 a.C. essa profecia se cumpriu” (Merril. F. Unger). Apesar do futuro sombrio, Deus aviva a esperança nos egípcios (v. 26) e nos judeus (vs. 27-28).

• Quando Deus permite o sofrimento, na verdade, está disciplinando. Ele quer restaurar a humanidade destruída pelo pecado; para isso, usa todos os recursos disponíveis visando corrigir os pecadores.

A maior demonstração do plano da salvação deu-se na encarnação do Filho de Deus, que nasceu judeu e refugiou-se no Egito! Em Jesus há esperança para todas as nações! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: