Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 45 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
10 de dezembro de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO JEREMIAS 45 – Primeiro leia a Bíblia

JEREMIAS 45 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

JEREMIAS 45 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUÁREZ(link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



JEREMIAS 45 by Jobson Santos
10 de dezembro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/jr/45

Você aderiu ao evangelho da prosperidade? Acha que porque é cristão Deus lhe deve conforto e luxo em resposta às suas orações? Ou você acha que, porque sua vida gira em torno de servi-Lo, você merece ser a exceção em momentos de dificuldade como recompensa por seu serviço?

Tenha certeza de que Deus pode e abençoa Seus seguidores de maneiras tangíveis, mas nunca porque nós “merecemos”; é sempre por causa de sua misericórdia e bondade. Às vezes, Ele nos lembra que a mera sobrevivência em tempos difíceis já é uma enorme bênção.

Baruque enfrentou tentações semelhantes e deveria estar murmurando contra Deus quando Jeremias lhe transmitiu a seguinte mensagem do Senhor, “Você procura grandes coisas para si mesmo? Não faça isso! Trarei calamidade sobre todo este povo;”, diz o Senhor, “a você, porém, darei sua vida como recompensa aonde quer que vá” (Jeremias 45:5, NVT). Apegue-se a Jesus durante as provações e responda como o fiel Jó, “Saí nu do ventre da minha mãe, e nu partirei. O Senhor o deu, o Senhor o levou; louvado seja o nome do Senhor” (Jó 1:21 NVI).

Karen D. Lifshay
Secretária de Comunicação da igreja de Hermiston
Oregon, EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=998
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



JEREMIAS 45 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
10 de dezembro de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

930 palavras

O capítulo anterior (Jr 44) tratava de acontecimentos ocorridos dez anos após a destruição de Jerusalém pela Babilônia (586-576 a.C.). Este capítulo (Jr 45) está fora de sequência e complementa o capítulo 36, que é um registro da mensagem de Deus que Jeremias deveria entregar ao rei Joaquim de Judá anos antes, em 604 aC. Por alguma razão, Jeremias não pôde ir, então ele pede que Baruque leia a mensagem de Deus ao rei impenitente e aos seus servos.
O rei Joaquim queimou o rolo que Baruque escreveu (Jr 36:23) e ordenou aos seus servos que prendessem Baruque e Jeremias, mas Deus os escondeu dos olhos do rei e dos seus servos (Jr 36:26). Após Joaquim queimar o livro, Deus ordenou a Baruque que reescrevesse a mesma mensagem em um novo rolo (Jr 36:28, 32). Após este incidente, o etíope Ebede-Meleque recebeu uma mensagem divina de incentivo (Jr 39:16-18), assim como Baruque também recebeu (Jr 45:4,5).
O que podemos aprender com este capítulo? “O Senhor não dá lugar na Sua obra aos que têm maior desejo de alcançar a coroa do que de transportar a cruz. Deseja homens que pensem mais em cumprir o dever do que em receber recompensas — homens que sejam mais amantes dos princípios do que de promoção” (A Ciência do Bom Viver, 476.2).
Precisamos orar para sermos como Jeremias e Baruque, cumprindo o nosso dever independente das circunstâncias, sem esperar recompensa. Yoshitaka Kobayashi, em https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/06/15/.

O evento relativo a este capítulo é registrado em 36:1-8. O capítulo foi escrito em 605 – 604 a.C. Baruque foi o escriba que registrou as palavras de Jeremias em um rolo. Life Application Study Bible Kingsway.

O Senhor fala a Baruque por meio de Jeremias. … O próprio copista reconhece que está gravando a palavra de Deus no seu pergaminho. Bíblia Shedd.

1 Baruque. Uma compreensão do caráter do fiel escriba de Jeremias é apresentada neste capítulo. CBASD, vol. 4, p. 548.

ano quarto de Jeoaquim. Este foi o ano no qual Baruque preparou o primeiro rolo contendo as palavras de Jeremias para ser lido publicamente (36.1-3). Bíblia de Genebra.

Ai de mim agora! Com Jeremias aprisionado e o rei e seus conselheiros não dando ouvidos às mensagens do profeta, Baruque desanimou. Sua ambição de ocupar uma posição de importância no estado judeu renovado (v. 5) parecia frustrada em vista do aparente fracasso dos esforços de Jeremias. O profeta compreendia os sentimentos de seu secretário de forma solidária porque ele também experimentava amargas decepções (Jr 15:10-21; 20:7-18). Baruque, como todos os homens, precisava aprender a esperar o amargo e o doce, o fracasso e a prosperidade (ver Jó 2:10). CBASD, vol. 4, p. 548.

tristeza. Baruque, como é evidente, tinha sofrido em companhia de Jeremias, como resultado da comissão profética de Jeremias (cf. 11.18023). Ver 36.19; 43.3. Bíblia de Genebra.

Sofrimento. A queixa de Baruque; “acrescentou tristeza ao meu sofrimento”, devia-se ao fato de ter reconhecido os pecados de seu povo, e estar sofrendo em espírito por causa da pecaminosidade deles. Depois, escrevera para Jeremias as profecias de destruição que haviam aumentado ainda mais sua tristeza. Bíblia Shedd.

Até certo ponto, Baruque compartilhava da angústia do profeta, resultado do chamado e do ministério prof;etico de Jeremias (v. e.g., 8.18-9.2; 20.7-18). Bíblia de Estudo NVI Vida.

4 demolindo o que edifiquei e arrancando o que plantei.Deus também sofreu quando seu plano para Judá foi rejeitado. Bíblia de Estudo Andrews.

A constante pecaminosidade do povo de Deus não deixara outra saída ao Senhor, senão a de castigá-lo severamente. É o reverso do plano revelado a Jeremias, de demolir para depois edificar (1.10). As tentativas de edificação serão eliminadas até que os falsos alicerces do paganismo sejam totalmente derribados. Bíblia Shedd.

É o nosso apego exagerado às coisas boas da nossa época que nos torna impacientes diante das ruins. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

Não as procures. Baruque, um homem instruído cujo irmão era oficial do alto escalão no reinado de Zedequias (ver 32:12; 51:59), poderia ter ambições semelhantes. Bíblia de Estudo Andrews.

Nenhum sucesso terreno poderia ser tão importante para Baruque como a obra que Deus desejava que ele fizesse. Cada pessoa tem um lugar no grande plano de Deus, o qual só ela pode preencher. CBASD, vol. 4, p. 548.

Baruque serviu por longo tempo a este profeta impopular, escrevendo este livro repleto de lutas e juízos e, agora, ele estava contrariado. Deus falou a Baruque para deixar de olhar a si próprio e às recompensas ele achava que merecia. … É fácil perder o prazer de servir a Deus quando tiramos os nossos olhos dEle. Quanto mais desviarmos o olhar dos propósitos de Deus em direção aos nossos próprios sacrifícios, mais frustrados ficaremos. Ao servir a Deus, evite focar naquilo que você está deixando de lado. Quando isto acontecer, peça o perdão de Deus; então olhe para Ele ao invés de para si próprio. Life Application Study Bible Kingsway.

Eu te darei a tua vida.Baruque recebeu a certeza de ter a proteção divina onde quer que estivesse. Bíblia de Estudo Andrews.

Deus conforta a Baruque, o escriba, com a promessa de que lhe seria misericordioso. Num contraste assinalado com a vingança divina e a retribuição que cairia sobre “toda a terra” da Judeia (v. 4) e o mal que sobreviria “sobre toda a carne” por causa da invasão babilônica (2Rs 25), a vida de Baruque seria protegida por Deus. Muitas das pessoas de quem Baruque invejava o sucesso e a posição não tiveram esta segurança, mas pereceram miseravelmente na destruição de Jerusalém. CBASD, vol. 4, p. 548.

Em todo lugar. Estas palavras parecem indicar que o futuro de Baruque seria a peregrinação e o exílio. Sabemos que foi para o Egito (ver Jr 43:5-7). A tradição judaica diz que ele morreu no Egito ou em Babilônia [não em Judá]. CBASD, vol. 4, p. 548.



JEREMIAS 45 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
10 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“E procuras tu grandezas? Não as procures; porque eis que trarei mal sobre toda carne, diz o Senhor; a ti, porém, Eu te darei a tua vida como despojo, em todo lugar para onde fores” (v.5).

Como cristãos, nem sempre é fácil encarar as provações conforme está escrito: “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança” (Tg.1:2-3). Os sofrimentos geralmente causam dor, tristeza e decepção. Para encará-los como degraus da fé e da perseverança necessitamos de um elemento imprescindível: o poder do Espírito Santo.

Em poucas palavras, o profeta Jeremias revelou a Baruque a mensagem do Senhor que, se lida de forma superficial, pode parecer uma dura repreensão. Tratava-se, porém, do amor revelado de Deus àquele que havia escrito o que Ele revelava a Jeremias e que, muito provavelmente, tivesse sido a única companhia confiável que o profeta teve em seus anos de ministério. Talvez Baruque tivesse pensado que seu serviço a Deus o livraria dos sofrimentos e que sua dedicação seria de alguma forma recompensada. Por algum motivo, que não sabemos ao certo, sua mente estava perturbada e havia perdido por completo a paz de espírito.

Não foi apenas Baruque o único a sentir tamanho desalento. Os filhos de Corá manifestaram o mesmo sentimento ao declarar: “Pois a nossa alma está abatida até ao pó, e o nosso corpo, como que pegado no chão” (Sl.44:25). Davi também expressou a sua profunda tristeza: “Compadece-te de mim, Senhor, porque me sinto atribulado; de tristeza os meus olhos se consomem, e a minha alma e o meu corpo” (Sl.31:9). Vivemos em um tempo onde é praticamente impossível encontrar quem não tenha passado ou quem não esteja passando por momentos conflitantes em que nos sentimos fracos e debilitados. Não podemos, porém, atribuir a Deus algo que não provém dEle.

Disse Baruque: “Ai de mim agora! Porque me acrescentou o Senhor tristeza ao meu sofrimento” (v.3). Ele mesmo já havia escrito as seguintes palavras de Deus dadas a Jeremias: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais” (Jr.29:11). As dificuldades da vida podem até frustrar os nossos planos nesta Terra, mas não podemos permitir jamais que destruam a nossa confiança em Deus e conexão com Ele.

Foi olhando “para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp.3:14), que Paulo e Silas, após uma severa sessão de açoites e presos em cadeias, encheram aquela escura prisão de louvores e orações (At.16:25). Também açoitados, os apóstolos “se retiraram do Sinédrio regozijando-se por terem sido considerados dignos de sofrer afrontas por esse Nome” (At.5:41). Eles receberam o elemento imprescindível. Eles receberam o poder do Espírito Santo.

Há um inimigo “cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta” (Ap.12:12), açoitando os filhos de Deus com toda sorte de sofrimentos e aflições. De todas as formas, ele tem tentado arruinar a nossa fé. Mas, semelhante ao que disse a Pedro, o nosso Sumo Sacerdote nos diz, hoje: “eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça” (Lc.22:31-32). Olhe para Jesus e, pela fé, entre no Santíssimo com Ele! Clame pelo poder do Espírito Santo! Não procure as grandezas de um mundo que logo perecerá! Mas confie de que, dentro em breve, Jesus Se levantará do Seu lugar para nos fazer justiça. Em nosso sofrimento e tristeza, olhemos para a cruz e para a sepultura vazia e confiemos na firme e certa palavra: “porque Eu vivo, vós também vivereis” (Jo.14:19). Vigiemos e oremos!

Bom dia, vencedores com Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias45 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



JEREMIAS 45 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
10 de dezembro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

JEREMIAS 45 – Aquele que se dedica a Deus tem um futuro promissor, mas o presente é um terror. Os inimigos de Deus não brincam em suas decisões a ações contra quem proclama a Palavra de Deus.

Baruque descendia de uma família nobre. Era um erudito. Seu irmão Seraías era o camareiro-mor do rei Zedequias (Jeremias 51:59). Ele tinha planos elevados, ambições políticas (talvez), sonhos para conquistar e alvos importantes a alcançar (Jeremias 45:5). Deus, porém, pediu-lhe que abandonasse seus planos, pois o destino de sua nação não era nada bom (Jeremias 45:4-5).

A existência de Baruque foi bem difícil. Teve que fugir logo após ler a Palavra de Deus ditada a ele por Jeremias (Jeremias 36). Inclusive, o fato de escrever as profecias causou-lhe muito mal (Jeremias 45:1-3). “As mensagens, na sua maioria de censuras e ameaças, que Jeremias lhe ditava, devem ter provocado em Baruque uma depressão. A seu ver sua associação com Jeremias só lhe tinha trazido tristeza e sofrimento (v. 3)” (Siegfried Julio Schwantes).

• Quanto estresse!

Além dessas razões que trouxeram angústia a Baruque, ele foi taxado de incitador e agitador político, objetivando escravização e morte dos refugiados de Jerusalém (Jeremias 43:3). Nada fácil para um homem nobre!

Jeremias foi arrastado ao Egito após profetizar que o povo não deveria sair da Terra Prometida. Com ele foi Baruque. “Depois disto um manto de silêncio desce sobre a vida destes dois servos de Deus” (Schwantes).

O capítulo oferece inúmeras lições espirituais; contudo, destacarei uma poderosa aplicação feita por Meint R. van den Berg:

“Em relação ao nosso futuro, Cristo também disse o necessário. Falou de sangue, fogo, vapor e fumaça. Falou do juízo de Deus que viria sobre o mundo e sobre uma situação em que, como cristãos, não poderemos comprar nem vender, e muito menos fazer carreira na vida. Quem não conta com isso em seus planos futuros, quem a estas profecias deixa fora de consideração como se nunca foram pronunciadas, perderá sua vida. E, visando ajudar-nos a que essas profecias penetrem em nossa vida e sintamos o peso delas, Deus mandou que fossem escritas para nós… com clareza, em Seu LIVRO: A BÍBLIA”.

Aquele que submeter-se à Palavra de Deus será recompensando como foi Baruque (Jeremias 45:5; Hebreus 11:6). Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí 




%d blogueiros gostam disto: