Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 38 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
3 de dezembro de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO JEREMIAS 38 – Primeiro leia a Bíblia

JEREMIAS 38 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

JEREMIAS 38 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUÁREZ(link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



JEREMIAS 38 by Jeferson Quimelli
3 de dezembro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/jr/38

Jeremias foi lançado na cova vazia do pátio da prisão, afundando na lama (v. 6). Foi aqui que Lamentações 3 nasceu. (“Cercou-me de muros, e não posso escapar.” Lamentações 3: 7)

No entanto, um homem que simpatizava com o sofrimento dos outros, um homem negro, etíope, que era eunuco no palácio e trabalhava para o rei Zedequias, ouviu que eles haviam colocado Jeremias naquele poço (v. 7). Ebede-Meleque (“Escravo do rei”, em hebraico) ficou sensibilizado com o profeta de Deus. Ele disse ao rei que se algo não fosse feito Jeremias morreria, porque não tinha pão e nem água (v. 9).

O rei ordenou ao etíope que levasse 3 homens (NVI) e tirasse Jeremias do poço (v. 10). Jeremias foi tirado da cova e ficou no pátio da casa da guarda, até o dia em que Jerusalém foi capturada (v. 28).

Oração:
“Querido Deus, quando a Tua Palavra causar um impacto em nós, ajuda-nos a agir de acordo com Tuas exigências e não tentarmos modificar ou negar o papel contemporâneo da Tua Palavra para nossas vidas. Amém.”

Koot van Wyk
Universidade Nacional de Kyungpook
Sangju, Coreia do Sul

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1006
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



JEREMIAS 38 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
3 de dezembro de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

880 palavras

1 Gedalias. Ele deve ser diferenciado do homem com nome homônimo, que era filho de Aicão, protetor de Jeremias (ver Jr 26:24; 39:14). CBASD, vol. 4, p. 530.

Jucal. Ver 37:3. Pasur. Ver 20:1. Os oficiais que lideravam a perseguição a Jeremias. Bíblia de Estudo Andrews.

4, 5 Não admira Judá estar em turbilhão: o rei concordava com todos. … O que é mais influente em sua vida – o que os outros dizem ou o que Deus quer? Life Application Study Bible Kingsway.

4 Restam. Depreende-se deste versículo e do v. 19 que muitos já haviam passado para o lado dos caldeus. Bíblia Shedd.

5 ele está na vossa mão. Terão [essas pessoas] muito que responder, pois embora se importem secretamente com as boas pessoas, não tem coragem de admitir em tempos de necessidade. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

6 Cisterna. Jerusalém tinha muitas cisternas que eram usadas para conservar água de chuva para os meses secos de maio a outubro. Bíblia Shedd.

Um buraco profundo com apenas uma abertura no topo. … eles devem ter esperado que Jeremias morresse ali. Bíblia de Genebra.

O lançaram na cisterna. Evidentemente, os príncipes temiam a reação do povo caso executassem publicamente a Jeremias… Assim, o profeta foi baixado à cisterna para ficar ali até que morresse de fome (v. 9). CBASD, vol. 4, p. 530.

Colocaram-no nesse sujo e profundo calabouço, descendo-o com cordas. Lá não havia água, mas lama. “E atolou-o na lama, até o pescoço”, diz Josefo. Muitas das fiéis testemunhas de Deus, cujo sangue será levado em conta no dia da descoberta, foram eliminadas em claustros privados e morreram de fome em prisões. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

Se você ministra para outros, reconheça que seu serviço é para Deus e não apenas para aprovação humana. Life Application Study Bible Kingsway.

7, 8 Ebede-Meleque. O rei, agora, assentava-se na porta de Benjamim para receber apelos e orações. … Um pedido é feito ao rei por Ebede-Meleque, um dos cavalheiros dos aposentos, em favor do pobre sofredor. Ebede-Meleque era um etíope, um estrangeiro na comunidade de Israel, e nele havia mais humanidade e santidade do que nos israelitas. Cristo encontrou mais fé entre os gentios que entre os judeus. Ebede-Meleque viveu em um átrio perverso e em uma época corrupta e degenerada, mas tinha um grande senso de equidade e piedade. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

7 etíope. Israel tinha contatos com a Etiópia desde seus primórdios. eunuco. Um alto oficial; o termo não se refere necessariamente à castração. estando o rei assentado à Porta. O local costumeiro para executar justiça. O Bíblia de Estudo Andrews.

9 agiram mal estes homens. Deus pode levantar amigos para ajudar Seu povo de onde menos [se] espera. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

Já não há pão. O cerco de Jerusalém estava chegando às desesperadoras etapas finais. CBASD, vol. 4, p. 530.

10 trinta homens … tira Jeremias. Jeremias foi liberto em um desafio aos príncipes, pois o rei enviara nada menos que 30 homens para tirá-lo do calabouço, para que os príncipes não levantassem um destacamento para se opor. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

Tira da cisterna o profeta. A aparente facilidade com que Zedequias tomou a decisão [de colocar o profeta nas mãos dos príncipes], apenas para revogá-la um pouco mais tarde, testifica uma fraqueza de caráter. A hesitação provou ser a ruína do rei. CBASD, vol. 4, p. 531.

11 Roupas usadas. A consideração de Ebede-Meleque resplandece como uma joia nesta narrativa. Roupas já teriam sido suficientes para salvar a Jeremias. Mas Ebede-Meleque usou trapos, para que as roupas não cortassem a pele do idoso profeta. CBASD, vol. 4, p. 531.

É dada uma atenção especial ao grande cuidado em dar trapos velhos e macios para Jeremias colocar embaixo das covas do braço, a fim de impedir que as cordas, com as quais seria puxado, machucassem-no; afinal, as covas dos seus braços, provavelmente, tinham sido feridas quando foi descido no calabouço. Nem jogaram os trapos para baixo, para que não fossem perdidos na lama, mas cuidadosamente os desceram. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

14 Terceira entrada. Provavelmente … “entrada real”(2 Rs 16.18). Provavelmente uma entrada particular, do palácio para o templo. Bíblia Shedd.

uma coisa. Literalmente, “uma palavra”, isto é, uma revelação proveniente do Senhor. Bíblia de Estudo Andrews.

17 Jeremias disse a Zedequias: Não como um um do estado, mas como um profeta, ele o aconselhou…: “Vá até eles e negocie o melhor que puder”. Se ele [Zedequias] aceitar, salvará seus filhos da espada e Jerusalém das chamas. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

19 Que se passaram para os caldeus. Parece que uma leva de judeus se entregou aos caldeus, em resposta às mensagens de Jeremias ou simplesmente por medo. CBASD, vol. 4, p. 531.

Zedequias … Receio-me. “Receio-me, não dos caldeus, pois seus príncipes são homens de honra, mas, sim, dos judeus que já se entregaram aos caldeus. Quando virem que eu, alguém que muito se opôs a isso, estou seguindo-os, rirão de mim e dirão: “Tu também te tornaste fraco como a água?”. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

22 mulheres. Zedequias será zombado pelas mulheres quando todas as suas esposas e seus filhos se tornaram presas dos conquistadores. Bíblia de Estudo Matthew Henry.

As mulheres que ficaram. Dez mil pessoas, inclusive sacerdotes, técnicos, e autoridades, foram levadas juntamente com Joaquim, em 597 a.C. 2 Rs 24.10-17.Bíblia Shedd.

24 Ninguém saiba. O rei vacilante e irremediavelmente fraco temia mais aos príncipes do que ao Deus do Céu e a Seu profeta. CBASD, vol. 4, p. 531.



JEREMIAS 38 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
3 de dezembro de 2020, 0:46
Filed under: Sem categoria

“Disse Jeremias: Não te entregarão; ouve, te peço, a palavra do Senhor, segundo a qual eu te falo; e bem te irá, e será poupada a tua vida” (v.20).

Resoluto em sua missão profética, Jeremias “anunciava a todo o povo” (v.1) as palavras da parte do Senhor, quando percebeu que seu discurso havia despertado a ira dos príncipes de Judá. Lançado em uma cisterna enlamaçada pela covardia de um rei de autoridade frouxa, o profeta de Deus novamente passou pela experiência de ser um recado vivo do que aconteceria com as famílias de Judá (v.22). Ao contrário de seus irmãos, Jeremias não estava entregue à própria sorte, sendo resgatado por intermédio de um estrangeiro eunuco sob a autorização do mesmo rei que antes foi conivente com a insensatez de seus subordinados.

Havia uma trama de interesses políticos por trás da inconstância de Zedequias. Como ele desejava que Jeremias declarasse o que ele gostaria de ouvir! Como rei, não aceitava a ideia de ter de submeter-se à autoridade de um rei estrangeiro, e seu orgulho o levaria à ruína juntamente com toda a nação. A Zedequias foi dada a oportunidade de usar a sua influência para salvar a sua casa e o seu povo. Mas ela foi desperdiçada, apesar dos sinceros rogos do piedoso profeta. Um rei que necessita enviar trinta homens a fim de garantir o cumprimento de uma ordem sua (v.10), certamente não teria coragem de defender o que era certo e Jeremias sabia disso: “Se eu te aconselhar, não me atenderás” (v.15).

Chega a ser constrangedora a forma como Deus pacientemente espera pelo ser humano e estende a Sua misericórdia até o último momento. Mas reconhecer que uma mensagem é de Deus não é o bastante para que ela produza os seus efeitos. Existem condições que precisamos cumprir a partir do instante em que compreendemos estar diante da vontade de Deus. Não se trata de uma barganha, mas do conhecimento de que a obediência é a resposta do homem em correspondência ao amor divino. E disse Jesus: “Se Me amais, guardareis os Meus mandamentos” (Jo.14:15).

Há diante de nós uma verdade presente a ser pregada e vivida: as três mensagens angélicas (Ap.14:6-12). E aproxima-se o tempo em que as prisões e as cisternas se tornarão em lugares de oração pelos filhos de Deus, condenados pela defesa desta verdade. Mas assim como Deus usou um estrangeiro e um rei ímpio para proteger Jeremias, os seus fiéis servos estarão seguros “até ao dia” (v.28) de seu livramento. A respeito dos piedosos atalaias dos últimos dias recairá a sentença: “Morra este homem” (v.4). E como se convictos do destino fatal que os espera, os ímpios ordenarão aos perseverantes pregadores da justiça: “Ninguém saiba estas palavras” (v.24).

Assim, porém, como nem a prisão, nem a cisterna e nem os açoites fizeram perecer a Jeremias, Aquele que nem a sepultura pôde conter, “por fim, Se levantará sobre a Terra” (Jó 19:25). Não seremos salvos da cisterna deste mundo de pecado com cordas e em segredo, mas o Senhor “enviará os Seus anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os Seus escolhidos… de uma a outra extremidade dos céus” (Mt.24:31). Não seremos vestidos “com roupas usadas e trapos” (v.11), mas “vestiduras brancas” (v.5) tecidas no tear da pureza e justiça de Cristo. Não seremos levados para o “átrio da guarda” (v.13) de um reino condenado à destruição, mas para “um reino que não será jamais destruído” (Dn.2:44).

Oh, amados, é tempo de preparação e santa consagração! Olhemos para Jesus até que do alto encontremos o Seu olhar de aprovação! Vigiemos e oremos!

Bom dia, pregadores da justiça!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias38 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



JEREMIAS 38, Comentado por Rosana Barros [Rodada anterior] by Jeferson Quimelli
3 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Disse Jeremias: Não te entregarão; ouve, te peço, a palavra do SENHOR, segundo a qual eu te falo; e bem te irá, e será poupada a tua vida” (v. 20).


A sucessão de mensagens dadas pelo profeta só reforçam a essência do caráter divino: o amor. Até os últimos instantes as palavras do SENHOR ecoavam naquela cidade que, “infalivelmente” (v. 3), seria arrasada. Jeremias colocava em risco a própria vida e teve que passar por situações até vexatórias para anunciar o juízo de Deus.

Lançado em uma cisterna, “Jeremias se atolou na lama” (v. 6). Em uma situação humilhante e insalubre, acusado injustamente, os líderes do povo queriam a sua morte, e dependia da boa vontade de um rei covarde. Porém, o SENHOR usa instrumentos improváveis para executar os Seus desígnios. Não foi um judeu quem falou com o rei em favor de Jeremias, mas um eunuco etíope, ou seja, um estrangeiro.

Liberto daquele lugar, mais uma vez Jeremias é chamado e levado diante do rei. Então, novamente, Zedequias questiona o profeta acerca da revelação do SENHOR. Vamos reler o final do verso 15, que diz: “Se eu te aconselhar, não me atenderás”. Em outras palavras:

– Porque queres saber o que tenho a dizer se não vais me dar ouvidos?

Você já tentou convencer alguém a respeito de algo, mas sem sucesso? Não é frustrante quando sabemos alguma verdade, tentamos contar e ninguém nos dá crédito? Agora, imagine o caso de Jeremias. Vários anos pregando a mesma coisa, repetindo e repetindo, e encontrando apenas portas fechadas.

A nossa geração é a geração mais informada que já houve neste mundo. Os apelos midiáticos e os recursos tecnológicos têm criado uma sociedade virtualmente dependente. A mente humana tem sido “viciada” a absorver mais conteúdo do que é capaz de processar e, mediante o ritmo de um mundo altamente acelerado, como no tempo de Jeremias, o SENHOR tem insistido persistentemente diante das portas que ainda estão fechadas.

A Bíblia diz que Ele está à porta e bate (Ap. 3:20). Isto é, Ele não te amarra com cordas e te força a obedecê-Lo. Mas Ele lança as cordas para nos tirar do lamaçal do pecado. A nossa escolha é o que define o nosso futuro. Como Jeremias agarrou-se àquelas cordas e saiu da cisterna, escolha hoje agarrar-se às palavras do SENHOR e nelas encontrar a verdadeira liberdade. “Ouve, te peço, a palavra do SENHOR… e bem te irá, e será poupada a tua vida”, é o apelo de Deus para mim e para você, hoje. Que a nossa mente esteja sempre aberta e pronta para aceitar e praticar o ASSIM DIZ O SENHOR!

Bom dia, resgatados pelo SENHOR!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias38 #RPSP

Comentário publicado originalmente em https://reavivadosporsuapalavra.org/2017/09/01/



JEREMIAS 38 – COMENTARIO PR HEBER TOTH ARMI by Jeferson Quimelli
3 de dezembro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

Jeremias 38 – O sábio não fala tudo o que sabe, mas procura saber tudo a respeito do que fala. O sábio não é tagarela, nem fofoqueiro. Ele não diz a verdade, “doa em quem doer”. Ele é ético, sabe quando, como e o que falar. Ele é educado, polido e precavido.

Jeremias era sábio, ele não omitia a verdade mesmo correndo sérios perigos de morte (vs. 1-13). Ele não devolvia com a mesma moeda o mal que lhe faziam; pelo contrário, ele insistia em apresentar a Palavra de Deus a quem precisava mudar de atitude para a própria salvação (vs. 14-23).

Com respeito aos versículos 24-28, William MacDonald fornece-nos as seguintes observações:
“Zedequias pede a Jeremias que não conte a ninguém o teor da conversa, mas diga apenas que rogou para não ser levado de volta à prisão. Os príncipes interrogaram o profeta, e ele respondeu conforme o rei havia pedido. A resposta de Jeremias levanta uma questão ética. O profeta falou a verdade, uma meia verdade ou uma mentira completa? Aquilo que ele disse provavelmente era verdade, mas não se sentiu na obrigação de relatar tudo o que sabia”.

Os últimos versículos do capítulo contém o último apelo de Jeremias ao rei Zedequias. “O sábio conselho do profeta de render-se a Nabucodonosor, dado havia tanto tempo, foi rejeitado mais uma vez, e agora definitivamente” (Merril. F. Unger).

Mais alguns detalhes:
• Há evidência de que a prisão de Jeremias no capítulo 37 é diferente da prisão do capítulo 38. Jeremias era um profeta da prisão assim como Paulo era apóstolo em cadeias.
• Jeremias tinha cerca de 60 anos quando o estrangeiro negro Ebede-Meleque tomou providências para tirá-lo do atoleiro de lama da cisterna onde fora jogado; por isso, foram necessários cuidados especiais para retirá-lo.
• Ebede-Meleque seria poupado na destruição que viria em breve sobre Jerusalém por seu ato de misericórdia (Jeremias 39:15-18).

Amigos, reflitam:
• Ser fiel à Palavra de Deus pode não resultar em sucesso, pode te levar ao fundo do poço, te colocar em apuros; contudo, isso não significa ter falhado perante Deus, mas ter agido com sabedoria, apesar da loucura da oposição.
• Os verdadeiros mensageiros de Deus não devem esperar aplausos populares, mas esperar livramento no Senhor. Isso é sabedoria!

Onde estão os sábios de hoje? – Heber Toth Armí.




<span>%d</span> blogueiros gostam disto: