Reavivados por Sua Palavra


2SAMUEL 11 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
17 de julho de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Uma tarde, levantou-se Davi do seu leito e andava passeando no terraço da casa real; daí viu uma mulher que estava tomando banho; era ela mui formosa” (v.2).

No tempo em que deveria estar liderando o exército de Israel em batalha, Davi escolheu permanecer no conforto de seu palácio. E enquanto seus valentes lutavam, ele dormia e passeava pelo terraço de sua imponente morada. Dali, Davi avistou uma cena que lhe encheu os olhos e turbou os sentidos. E chamando uns mensageiros, os enviou a chamar aquela que tornou-se alvo de seu obstinado desejo.

Bate-Seba não tinha a opção de rejeitar o capricho do rei, e após ser vítima da ambição sensual de Davi, foi mandada para casa como se nada houvesse acontecido. O pecado, porém, sempre manifesta suas consequências, ainda que a curto ou longo prazo. A gravidez inesperada precisava ser ocultada e Urias foi chamado para assegurar isso. Mas o que Davi não previa, aconteceu; que aquele homem íntegro permaneceria fiel ao posto de seu dever.

Frustrado o seu primeiro plano, Davi partiu para o plano B, enviando pelas mãos do inocente a sua sentença de morte. Morto Urias, Davi se casou com a viúva. “Porém isto que Davi fizera foi mau aos olhos do Senhor” (v.27). O pecado acariciado tem sua raiz no ócio. Ao negligenciar sua função de liderar Israel em batalha, Davi colocou-se em situação vulnerável. Permitiu que seus sentidos fossem dominados pelo prazer de satisfazer os seus desejos.

Nas palavras de Cristo podemos identificar o que foi amortecido na vida de Davi: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca” (Mt.26:41). Ao contrário de Urias, Davi abandonou o posto de seu dever e se permitiu ser governado pela concupiscência da carne. Não devemos dar lugar à tentação e nem achar que somos fortes o bastante para resistirmos à ela. Nesta guerra santa, a nossa salvação não está na segurança do palácio, mas no calor das trincheiras.

Este episódio na vida de Davi nos faz lembrar de que ninguém está imune. Todos os dias o pecado jaz à porta, aguardando uma só oportunidade de concluir a sua desgraça. Ele só terá sucesso a depender de nossas escolhas. Aonde estamos neste momento? Na zona de conforto, ou lutando com nossos irmãos? Eia, amados! Eis que o Senhor nos oferece a Sua infalível armadura (Ef.6:10-18)! Vigiemos e oremos!

Bom dia, soldados do exército de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Samuel11 #RPSP

Comentário em áudio:
youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: