Reavivados por Sua Palavra


II SAMUEL 1 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Maria Eduarda
7 de julho de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

1-16 A nação de Israel se encontra em terrível necessidade de cura das feridas de guerra, então Davi age com sabedoria e firmeza. Ele pune assassinos e pranteia pela morte de quem era seu inimigo. Andrews Study Bible.

ao terceiro dia. Davi gastou, desde que deixou Aquis em Afeque (29.11) até agora, uns vinte e um dias. Descontando-se os três dias que o mensageiro gastara desde Gilboa até Ziclague, conclui-se que Saul morreu cerca de dezoito dias depois da profecia do pseudo-Samuel (e não no dia seguinte, cf 1Sm 28.19). Bíblia Shedd.

com as vestes rotas e terra sobre a cabeça. Logo após a devastadora derrota de Israel (ver 1Sm 31.1), o mensageiro aparentemente achou ser apropriado ter a aparência de alguém que lamentava (cf Js 7.6; 1Sm 4.112). Sua alegação de ter tido uma parte na morte de Saul (v. 10), entretanto, mostra que ele esperava que pelo menos esssa parte das notícias agradassem a Davi. Bíblia de Genebra.

um amalequita. É interessante que Saul, que falhou em matar todos os amalequitas e especialmente seu rei, é agora [supostamente] morto por um amalequita. Este homem veio ao campo de batalha para roubar os soldados que tombaram. Andrews Study Bible.

10-16 o matei. Para alguns, Saul apenas desmaiou quando se lançou sobre a espada (1Sm 31.4) e o amalequita matou-o depois. Mas o autor de 1Cr 10.4, 5 confirma a verdade de que Saul se suicidou. O amalequita, isto sim, violou o cadáver quando roubou do mesmo a coroa e o bracelete; pelo que Davi o condenou à morte, embora tenha entregue a coroa e o bracelete a Davi para granjear o seu favor. Bíblia Shedd.

Por que Davi considerou um crime matar o rei, mesmo sendo Saul seu inimigo? Davi acreditava que Deus ungira Saul e somente Deus poderia removê-lo deste cargo. Caso se tornasse casual ou comum assassinar o rei, a sociedade como um todo se tornaria caótica. Era trabalho de Deus, não de Davi, julgar os pecados de Saul (Lv 19:18). Life Application Study Bible Kingsway.

11 e as rasgou. Este ato revelou a verdadeira grandeza do futuro rei de Israel. Davi lamentou a morte de Saul com genuína tristeza. Embora Saul tivesse procurado tirar a vida de seu suposto rival, Davi não lhe queria mal. Esta reação por parte de Davi não é a resposta natural do coração humano, mas uma evidência do amor e da compaixão de Deus em sua vida. Como verdadeiro israelita, Davi lamentou a morte do rei e, como um amigo pessoal, chorou a morte de Jônatas, a quem devotava profunda afeição. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 651.

12 pelo povo do Senhor. Saul não caíra sozinho. Muitos dos filhos de Israel morreram com ele. Eles são descritos como o povo do Senhor, uma parte da igreja à qual Davi pertencia… A perda de vidas entre aqueles que Davi considerava como seus amigos e irmãos o encheu da mais intensa tristeza. CBASD, vol. 2, p. 651.

14 Como não temestes … matares o ungido do Senhor? Davi por duas vezes poupou a vida de Saul pelo mesmo motivo (1Sm 24:7; 26:9, 1). O amalequita espera ser recompensado por matar o inimigo de Davi, mas este ordena sua morte. Andrews Study Bible.

15 Lança-te sobre esse homem. O crime que o amalequita confessara era digno de morte aos olhos de Davi, e foram as próprias palavras do homem que o condenaram. … As evidências d caso pareciam inquestionáveis, e a justiça foi rapidamente executada em boa fé. CBASD, vol. 2, p. 651.

16 O teu sangue esteja sobre a tua cabeça. Isto significa “a culpa de sua morte é inteiramente sua”. Andrews Study Bible.

18 Arco. Na tradução Septuaginta grega esta palavra é omitida porque seu sentido no hebraico original é incerto. Andrews Study Bible.

Se fosse traduzia literalmente, a frase diria: “E ele disse que ensinassem aos filhos de Judá o arco.” A LXX omite “o arco” e diz: “E ele deu ordens para que o ensinassem [o lamento] aos filhos de Judá” (cf. a tradução da NTLH). O significado da frase hebraica não está claro. CBASD, vol. 2, p. 651, 652.

Livro dos Justos. Um livro secular de cânticos de guerra (hoje perdido), que circulava ao lado dos livros canônicos. Bíblia Shedd.

19 Como caíram os valentes! Repetido nos v. 25 e 27, formando um refrão que contrasta a coragem dos líderes com seu destino. Andrews Study Bible.

20 Não conte isso em Gate … Ascalom (NVI). Sendo as cidades filistéias principais, localizadas, respectivamente, masi perto e mais longe das fronteiras de Israel, Gate e Ascalom representam, aqui, toda a nação dos filisteus. Davi não quer que os inimigos do povo de Deus segundo a aliança se deleitassem na derrota de Israel … e assim lançassem opróbrio contra o nome do Senhor. Bíblia de Estudo NVI Vida.

A expressão “não o noticieis em Gate” parece ter se tornado um provérbio (ver Mq 1:10). CBASD, vol. 2, p. 652.

incircuncisos. Um modo negativo/depreciativo de se referir aos filisteus. Andrews Study Bible.

21 Ó colinas de Gilboa. Como expressão de profunda mágoa, Davi invoca uma maldição retórica sobre o lugar onde Israel foi derrotado e Saul e Jônatas foram mortos. Bíblia de Estudo NVI Vida.

o escudo de Saul, que jamais será ungido com óleo. Era costume condicionar e preservar escudos de couro esfregando-os com azeite (Is 21.5). … a palavra “escudo” é, algumas vezes, usada no Antigo Testamento como a figura de um “soberano” ou um “chefe”… Por trás do sentido literal das palavras talvez esteja a dedução “soberano Saul, não mais ungido com óleo). Bíblia de Genebra.

24 de rica escarlata. Ver Pv 31:21. Ao voltar de suas vitórias, Saul repartia com o povo seus despojos, e como resultado as mulheres de Israel desfrutavam de artigos suntuosos – escarlata, ouro e outros luxos. CBASD, vol. 2, p. 653.

26 Davi estava simplesmente reafirmando sua profunda fraternidade e fiel amizade com Jônatas. Life Application Study Bible Kingsway.

… ressalta a abnegação e a quase inexplicável dedicação de Jônatas a Davi, por ter reconhecido, já havia muito tempo, que Davi, e não ele, fora escolhido pelo Senhor como sucessor de Saul. Bíblia de Estudo NVI Vida.

ultrapassando o amor de mulheres. Com esta tocante expressão, Davi mostrou a profundidade e sinceridade do amor de Jônatas. O príncipe abnegaria da coroa e do reino por causa de seu amor por Davi. O verdadeiro amor consiste em pensar nos outros, importar-se com os outros e fazer as coisas para os outros. O egoísmo consiste em exigir dos outros aquilo que a própria pessoa não está disposta a fazer. Para Jônatas, a amizade de Davi significava mais do que fama e fortuna, CBASD, vol. 2, p. 653.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: