Reavivados por Sua Palavra


II SAMUEL 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
7 de julho de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Angustiado estou por ti, meu irmão Jônatas; tu eras amabilíssimo para comigo! Excepcional era o teu amor, ultrapassando o amor de mulheres” (v.26).

Ainda tomado pela adrenalina da guerra, Davi recebeu um homem amalequita que pensava alcançar o favor do futuro rei de Israel. Munido da coroa e do bracelete de Saul, aquele homem nem imaginava que os objetos que provavelmente usaria para receber algum tipo de recompensa, unidos às suas palavras, testemunhariam contra ele mesmo. Diante daquele relato, Davi rasgou as suas vestes em sinal de terrível angústia, e, junto com seus homens, choraram e jejuaram o dia todo “por Saul, e por Jônatas, seu filho, e pelo povo do Senhor, e pela casa de Israel, porque tinham caído à espada” (v.12).

Foi uma grande perda sofrida por Israel. Muitos homens que já haviam lutado ao lado de Davi, perderam a vida naquela batalha. Davi então chamou um de seus moços e ordenou a morte do amalequita. Certamente aquele homem era conhecedor da situação de fuga de Davi e pensou que a morte de Saul lhe seria motivo de grande alegria. Só que ele não esperava que Davi fosse um homem segundo o coração de Deus. E o capítulo continua com uma lamentação de Davi por Saul e por Jônatas. Jônatas tudo bem. Mas, Saul, querido e amável? Foi assim que Davi escolheu guardá-lo na lembrança. Preferiu dar ênfase aos momentos em que Saul “o amou muito” (1Sm.16:21).

Davi sentia-se como um filho que foi rejeitado. E, como filho, sofreu a morte de seu pai Saul. 

Já com Jônatas, sua angústia foi tremenda: “Angustiado estou por ti, meu irmão Jônatas” (v.26). Davi considerou mais preciosa a sua amizade com Jônatas do que o amor de suas mulheres. A amizade entre Jônatas e Davi é a descrita pelo sábio Salomão: “Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão”, e, “há amigo mais chegado do que um irmão” (Pv.17:17; 18:24).

Davi não perdeu um inimigo e um amigo. Ele perdeu um pai e um irmão. Percebem a grandeza do que é ter o amor de Deus no coração? Porque do nosso coração corrupto não podem sair coisas boas. Mas de um coração movido por Deus emanam fontes de amor e vida. Na medida que Saul o odiou, Davi o amou! Na medida que Jônatas o amou, Davi o amou ainda mais! Eis o que o Senhor nos pede: “Dá-me, filho meu, o teu coração” (Pv.23:26). Ao depositarmos o coração nas mãos de Deus, estamos permitindo que Ele promova cura, libertação e salvação. E, mais ainda, estamos permitindo que Ele nos torne abençoadores de nossos semelhantes.

A morte de seu algoz foi para Davi motivo de profunda tristeza porque ele decidiu entregar o seu coração aos cuidados do Amor, pois “Deus é amor” (1Jo.4:8). Você tem um amigo que passou a lhe perseguir? O Senhor promete colocar em seu coração o amor que lhe fará amá-lo. Você tem um amigo mais chegado do que um irmão? O Senhor quem promoveu essa amizade. Que Deus, o Amor, jamais lhe falte, então, jamais lhe faltará motivos para amar e querer o bem até de quem lhe deseja o mal. Não se apegue à maldição do rancor, mas permita que o Espírito Santo derrame em seu coração porções diárias do amor de Deus, que cura, que perdoa, que renova, que transforma, que liberta, que salva! Vigiemos e oremos!

Feliz semana, movidos pelo Amor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Samuel1 #RPSP

Comentário em áudio:
youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: