Reavivados por Sua Palavra


ATOS 9 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
3 de maio de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para Mim um instrumento escolhido para levar o Meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel” (v.15).


A transformação de Saulo foi impressionante e surpreendente. Aquele que perseguia, encarcerava e mandava matar os “que eram do Caminho” (v.2) não imaginava que o próprio Jesus iria cruzar o seu caminho. Uma “luz do céu brilhou ao seu redor” (v.3) e logo pôde ouvir “uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que Me persegues?” (v.4). Ora, se por causa de uma oferta mentirosa Ananias e Safira foram mortos, porque o Senhor não exterminou a Saulo que tanto mal havia feito aos Seus filhos? Porque “o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração” (1Sm 16:7). Jesus enxergou em Saulo o que ninguém mais poderia: “um instrumento escolhido” (v.15) para dar continuidade à obra mundial da pregação do evangelho.

Imagino aquele zeloso judeu outrora forte e imbatível, prostrado durante três dias de jejum, chorando como uma criança pedindo perdão por todo o mal que fizera a seus irmãos e sua conivência no assassinato de Estêvão. O receio de Ananias era compreensível, haja vista a sede de sangue cristão que levara Saulo a Damasco. Era difícil aceitar que uma mudança tão rápida havia se operado na vida do perseguidor. Mas confiante na revelação divina, impôs as mãos sobre Saulo e as escamas do ódio, do orgulho, da descrença, “lhe caíram dos olhos… e tornou a ver” (v.18). De forma que, após batizado, de perseguidor passou a ser perseguido, tendo que estar peregrinando de cidade em cidade a fim de preservar a sua vida.

Assim, a igreja primitiva avançava e “crescia em número”, “caminhando no temor do Senhor e no conforto do Espírito Santo” (v.31). Pedro e os demais apóstolos também continuavam a pregar e realizar muitas curas e milagres. Dentre eles, a Bíblia destaca a cura de Eneias e a ressurreição de Dorcas. Quando vamos aos evangelhos, dificilmente a Bíblia apresenta o nome daqueles aos quais Jesus curou. Conhecemos bem a cura da mulher do fluxo de sangue, a ressurreição da filha de Jairo, a cura dos dez leprosos, do homem da mão ressequida, do servo do centurião romano, mas em nenhum desses casos a Escritura faz referência ao nome deles.

Eneias é um nome de origem grega (Aineias) e significa “louvado”, “ser louvado” ou “glorioso”. A sua cura foi um verdadeiro louvor e glória ao nome de Jesus, de modo que “todos os habitantes de Lida e Sarona” ao ver-lhe curado, “se converteram ao Senhor” (v.35). Já Dorcas, ou Tabita em hebraico, também é um nome de origem grega e significa “gazela” ou, por extensão, “aquela que é rápida”. Dorcas foi a primeira mulher a ganhar o título de “discípula” (v.36) e suas boas obras eram notáveis. Sendo uma mulher generosa, ela usava o seu talento como um ministério. Talvez Dorcas não tivesse o dom da oratória como Pedro, nem o da escrita como João. Talvez não tivesse a ousadia e a coragem de Paulo. Mas o que ela tinha nas mãos entregou ao serviço do Senhor, de forma que o seu púlpito era uma agulha.

Sobre o relato de Dorcas, elucida o pastor Emílio Abdala: “Primeiro as boas obras, depois as boas novas”. Foi assim na vida daquela discípula. As suas obras testificavam de sua fé em Cristo e era assim que apresentava Jesus às pessoas: fazendo o que Ele fazia. Até então seu ministério poderia ter sido, aos seus olhos, um trabalho muito pequeno comparado ao ministério dos discípulos, mas a sua ressurreição foi a grande prova de que a sua vida era, e deveria continuar sendo, um instrumento de Deus para a salvação de muitos.

Amados, Deus chama discípulos para os auditórios de milhares, mas também para os de um só ouvinte. O Deus que elegeu a Saulo como apóstolo dos gentios é O mesmo que elegeu a Dorcas como discípula das boas obras. Não importa o que você tenha em mãos. Se é uma agulha, costure para a glória de Deus. Se é um martelo, construa para a glória de Deus. Se é uma vassoura e um rodo, faça o melhor para a glória de Deus. Ou se, como Eneias, está paralisado e acha que não pode fazer nada na obra do Senhor, ouça agora, pela fé: “Jesus Cristo te cura!” (v.34). Creia que Ele está lhe chamando, neste momento; que você é “um instrumento escolhido” para que muitos também creiam no Senhor e para que Ele volte logo.

Bom dia, discípulos e discípulas de Jesus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Atos9
#RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: