Reavivados por Sua Palavra


LUCAS 10 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
20 de março de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

LUCAS 10 – Missão, para o verdadeiro cristão, não é mera opção. Missão é o foco da vida, um estilo de vida. Todo aquele que nasce no reino de Deus se torna embaixador ativo no mundo, representando Deus.
 
No texto em pauta, temos os seguintes pontos:
 
1. Assim como Moisés escolheu 70 anciãos para ajudá-lo, Jesus também comissionou 70 anciãos para treiná-los na missão (vs. 1-9):
 
• Deveriam ir de dois em dois;
• Não deveriam levar bolsas, nem alforje, nem sandálias;
• Não deveria saudar ninguém pelo caminho, etc.
 
“Uma pessoa que estivesse numa missão extremamente urgente podia ser dispensada dessas formalidades sem que fosse considerada rude. Tudo o que Jesus fala em suas instruções está relacionado a escassez de tempo e à grande urgência da tarefa” (John MacArthur).
 
2. Servir a Cristo em Sua missão não garante sucesso total:
 
• Algumas cidades inteiras rejeitarão ao genuíno evangelho bíblico (vs. 10-16);
• Apesar do possível sucesso que tiverem os discípulos de Cristo, a maior alegria deve ser pertencer a outro reino: “porque o vosso nome está arrolado nos céus” (vs. 17-20).
• Deus procura os humildes para Seu serviço, não os ávidos por fama e poder (vs. 21-24).
 
“Jesus reconhece a justiça de Deus naquilo que fez, ao exaltar os humildes. As pessoas consideradas sábias não estavam dispostas a ouvir, por isso Deus procurou os humildes” (Bíblia Andrews).
 
3. A parábola do bom samaritano é profunda e rica em lições, que devem mostrar o rumo das atitudes do verdadeiro cristão (vs. 25-37).
4. A história de Marta e Maria oferece pepitas de ouro para enriquecer nossa alma (vs. 38-42).
 
Sobre a parábola do bom samaritano, Amin Rodor destaca que, “ninguém ama realmente até que saia do seu caminho, se desviando de sua rota para servir”. Da vida real de Marta e Maria, destaco que ninguém serve verdadeiramente sem passar tempo de comunhão com Cristo ouvindo e alimentando-se de Suas palavras.
 
Na atitude do sacerdote e do levita, “Jesus deixa claro que religião pode apenas ser uma máscara para cobrir o egoísmo e interesses pessoais” (Amim Rodor).
 
Religiosidade sem atividade orientada por Aquele que pauta Suas ações no amor e na compaixão não passa de uma religião fundamentada na falsidade. Que tais verdades nos motivem a buscar reavivamento!
 
Seremos cristãos genuínos? – Heber Toth Armí.

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: